BRASIL E MUNDO

Fazendeiro move pedra de lugar e acaba mudando fronteira entre Bélgica e França

Publicados

em


source
Fazendeiro retirou pedra que delimitava fronteira entre França e Bélgica
Pedra delimitava fronteira entre França e Bélgica

Fazendeiro retirou pedra que delimitava fronteira entre França e Bélgica

O prefeito de Erquelines, na Bélgica, acusa um fazendeiro de ter movido em 2,29 metros uma pedra que delimitava a fronteira entre a França e a Bélgica na região. Símbolo do Tratado de Kortrijk, que oficializou os limites as duas nações, o objeto estava no local desde 1819, depois que Napoleão Bonaparte perdeu a Batalha de Waterloo em 1815.

A mudança de localização da pedra foi descoberta por um historiador que andava pelo local. Segundo o The Guardian,  o fazendeiro teria retirado a pedra de 150 kg do local sem ter ciência que se tratava de um objeto histórico. Ela foi retirada com um trator para abrir caminho para a circulação do veículo.

O prefeito de Erquelines, então, pediu que o fazendeiro recolocasse o símbolo da fronteira no lugar que estava anteriormente.

“Não temos interesse em expandir a cidade, nem o país. Ele tornou a Bélgica maior e a França menor. Não é uma boa ideia”, brincou à TV francesa TF1 . “Se ele mostrar boa vontade, não teremos problemas, resolveremos a questão amigavelmente”, continuou.

Caso a pedra não seja recolocada, o Ministério das Relações Exteriores da Bélgica pode convocar uma comissão de fronteira franco-belga para redefinir a fronteira.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Bruno Covas é enterrado em Santos onde avô Mário Covas também foi sepultado

Publicados

em


source
Bruno Covas é enterrado em Santos onde avô Mário Covas também está
Reprodução

Bruno Covas é enterrado em Santos onde avô Mário Covas também está

O corpo do prefeito de São Paulo,  Bruno Covas (PSDB), foi sepultado no Cemitério do Paquetá, em Santos, no início da noite deste domingo (16). O cemitério é o mesmo em que o avô, Mário Covas, foi enterrado há 20 anos, após morrer de um câncer na bexiga. Covas lutava desde 2019 contra a doença no sistema digestivo com metástase nos ossos e no fígado.

A cerimônia de sepultamento contou com familiares e amigos mais próximos do prefeito. O prefeito faleceu às 8h20 da manhã deste domingo. Ele estava internado desde o dia 2 de maio. Nesta última sexta-feira (14), ele teve uma piora no quadro de saúde e a equipe médica informou que seu quadro era irreversível.

Homenagens

Uma cerimônia na sede da prefeitura de São Paulo, reunindo familiares e amigos próximos, por volta das 13h. Depois, o  corpo seguiu em cortejo em um carro de bombeiros por ruas da do centro da cidade até a Praça Oswaldo Cruz. Diversos apoiadores acompanharam o cortejo pelas ruas da cidade, em sinal de homenagem ao prefeito.

Em seguida, o cortejo com familiares e amigos próximos seguiu para Santos, onde chegou por volta das 17h40. Equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) de Santos montaram um cerco no entorno do cemitério, para evitar aglomerações.

O governador  João Doria falou sobre a morte do amigo na saída do sepultamento em Santos. “Bruno deixa uma história escrita, ainda que na sua juventude, e essa história será sempre um grande exemplo para todos nós, na nossa vida pessoal, na nossa vida familiar e na nossa vida política, também”, disse Doria.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana