GERAL

Fatos históricos, datas comemorativas e feriados de fevereiro de 2021

Publicados

em


Em 2021, fevereiro seria um mês de folia no Brasil se o país não estivesse em meio à pandemia de covid-19. A maioria das cidades cancelou as festividades e vários estados e prefeituras anularam o ponto facultativo.  Mas não só de carnaval vivem as datas do mês.

Acesse a tabela com as datas de fevereiro de 2021 (fonte: acervo da EBC)

Fevereiro é recheado de datas que lembram fatos históricos. Uma dessas é o dia 24, Dia da Conquista do Voto Feminino no Brasil. Foi nesse dia, em 1932, que o Código Eleitoral passou a reconhecer o direito ao voto das mulheres. No dia 11, a renúncia de Hosni Mubarak como presidente do Egito, após protestos conhecidos como Primavera Árabe, completa 10 anos. Já no dia 28, o fim da Guerra do Golfo completa 30 anos.

As datas são alguns dos 109 fatos históricos, datas comemorativas e feriados selecionados pelo Projeto Efemérides, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). O Projeto Efemérides traz temas relacionados à história, personalidades, cultura, ciência, sempre ressaltando as datas nacionais e regionais.

Ele foi criado com o objetivo de oferecer mais um serviço para as áreas produtoras de conteúdo por meio de sugestões de pautas para matérias jornalísticas. A equipe da Gerência de Acervo atende aos pedidos de pesquisa: basta enviar um e-mail para [email protected].

Lista de fatos históricos, datas comemorativas e feriados de fevereiro de 2021

Fevereiro de 2021
1

Nascimento do ator estadunidense Clark Gable (120 anos)

Nascimento do treinador e ex-futebolista paulista Carlos Alberto Dario de Oliveira, o Alfinete (60 anos)

Nascimento do compositor paulista Pedro Caetano (110 anos) – figura de destaque da chamada Época de Ouro da MPB

Morte da escritora britânica Mary Wollstonecraft Godwin, a Mary Shelley (170 anos)

Nascimento do político russo Boris Nicoláievitch Iéltsin (90 anos) – primeiro presidente da Rússia após o colapso econômico da União Soviética

Estreia da Opera La Bohème, de Giacomo Puccini, no Teatro Regio de Turim (125 anos)

Dia do Publicitário

Inauguração do Sambódromo do Anhembi (30 anos)

2

Nascimento do ativista franco-brasileiro Bertrand de Orléans e Bragança (80 anos) – descendente da família imperial brasileira, atua como um dos líderes do monarquismo no Brasil

Morte do dançarino, ator de cinema, teatro e televisão, cantor, diretor, produtor, roteirista e coreógrafo estadunidense-irlandês Eugene Curran Kelly, o Gene Kelly (25 anos)

El Salvador constitui-se em república unitária e independente das outras repúblicas da América Central (180 anos)

Dia de Iemanjá – também conhecida pelo sincretismo afro-brasileiro como Nossa Senhora dos Navegantes

Dia Mundial das Zonas Úmidas – as zonas úmidas são consideradas um dos ecossistemas mais produtivos do mundo e os mais ameaçados, conforme alerta da ONU

3

Nascimento do cartunista paulista Fernando Gonsales (60 anos)

Ocorre um blecaute de energia elétrica que atingiu quase todos os estados do nordeste brasileiro, em oito dos nove estados da região (10 anos)

A primeira sonda espacial da União Soviética a fazer um pouso suave na Lua e a a tirar fotos da superfície, Luna 9 (55 anos)

Dia da Navegação do Rio São Francisco

4

Nascimento da feminista e escritora estadunidense Betty Naomi Goldstein, a Betty Friedan (100 anos)

Dia Mundial de Combate ao Câncer

5

Morte do artista plástico cearense Aldemir Martins (15 anos)

Dia Nacional da Mamografia

6

Nascimento do político estadunidense Ronald Wilson Reagan (110 anos)

Voo Birgenair 301 cai na costa da República Dominicana matando todas as 189 pessoas a bordo, é o pior acidente envolvendo um Boeing 757 (25 anos)

Inauguração da Ponte Costa e Silva (45 anos)

7

Nascimento da cantora fluminense de samba Clementina de Jesus (120 anos)

Nascimento do pianista e compositor fluminense Romualdo Peixoto, o Nonô (120 anos)

Nascimento do pintor, gravador, desenhista, ilustrador, ceramista, escultor, muralista, pesquisador, historiador e jornalista argentino, naturalizado brasileiro Hector Julio Páride Bernabó, o Carybé (110 anos)

Nascimento do cineasta argentino naturalizado brasileiro Héctor Babenco (75 anos)

Nascimento do compositor e regente paulista José Maria de Abreu (110 anos)

Dia Nacional de Luta dos Povos Indígenas – instituído pela Lei Nº 11.696 de 12 de junho de 2008

Dia Nacional do Trabalhador Gráfico – data criada em 1923, em razão de uma greve praticada por profissionais gráficos, que reivindicavam melhores condições de trabalho e salários mais justos

8

Nascimento do ator estadunidense James Dean (90 anos)

Nascimento da atriz e militante paulista Lélia Abramo (110 anos)

Nascimento do filósofo alemão Hans Albert (100 anos)

Nascimento da atriz paulista Jussara Freire (70 anos)

9

Nascimento do naturalista alemão Johann Baptist von Spix (240 anos) – em 1817, Spix e o seu colega Carl von Martius foram convidados para realizar uma expedição ao Brasil, com o objetivo de descrever sua fauna e flora. Compunham a Missão Artística Austro-Alemã, que acompanhou a princesa Maria Leopoldina de Áustria, futura imperatriz do Brasil

Morte do escritor, filósofo e jornalista russo Fiódor Mikhailovitch Dostoiévski (140 anos)

Morte do advogado, professor, jornalista e político mineiro Carlos Luz (60 anos) – presidente da República de 8 a 11 de novembro de 1955, tendo, deste modo, se tornado o presidente do Brasil que ocupou a cadeira presidencial por menos tempo: apenas três dias

Morte do músico de rock estadunidense Bill Haley (40 anos)

Apollo 14 retorna à Terra depois do terceiro pouso humano na Lua (50 anos)

Cometa Halley aparece pela última vez no Sistema Solar interno, visível na Terra a cada 75-76 anos (35 anos)

Criação do elemento químico Copernício (25 anos)

10

Nascimento do cantor fluminense Cauby Peixoto (90 anos)

O supercomputador da IBM, Deep Blue, derrota Garry Kasparov no xadrez pela primeira vez (25 anos)

Aniversário da cidade-satélite de Santa Maria, no Distrito Federal (31 anos)

11

Nascimento do músico e compositor fluminense Sérgio Mendes (80 anos)

Nascimento do escritor, dramaturgo, cronista e jornalista mineiro Mário Prata (75 anos)

Morte do escritor estadunidense Frank Herbert (35 anos) – mais conhecido pela obra Duna

Morte do etnólogo e fotógrafo francês Pierre Verger, nome religioso Fatumbi (25 anos)

Morte do futebolista paraense Waldir Cardoso Lebrêgo, o Quarentinha (25 anos) – até hoje, é o maior artilheiro da história do Botafogo, com 313 gols em 442 jogos

Durante a Guerra Fria, 87 países, incluindo os Estados Unidos, Reino Unido e União Soviética, assinam o Tratado de Controle de Armas do Leito do Mar, que proíbe as armas nucleares no fundo dos oceanos em águas internacionais (50 anos)

Durante a Primavera Árabe, a primeira onda da Revolução Egípcia culmina com a renúncia de Hosni Mubarak e a transferência de poder para o Supremo Conselho Militar após 18 dias de protestos (10 anos)

Projeto Ligo anuncia a primeira observação direta de ondas gravitacionais (05 anos)

Dia internacional das Mulheres e Meninas na Ciência – data aprovada pela Assembleia das Nações Unidas em 22 de dezembro de 2015, por meio da Resolução A/RES/70/212, para promover o acesso integral e igualitário da participação de mulheres e meninas na ciência

12

Nascimento do ator, diretor, roteirista e produtor paulista Luiz Sérgio Person (85 anos) – é conhecido sobretudo por ter dirigido dois importantes filmes do cinema brasileiro dos anos 1960, São Paulo S.A. e O Caso dos Irmãos Naves

NEAR Shoemaker aterra em 433 Eros, tornando-se a primeira nave espacial a pousar em um asteroide (20 anos)

Lançamento do filme Drácula, de Tod Browning, em Nova York (EUA) (90 anos)

Papa Francisco e Patriarca Cirilo assinam uma declaração ecumênica no primeiro encontro entre líderes das igrejas Católica e Ortodoxa Russa desde a sua separação em 1054 (5 anos)

13

Nascimento do ator, dublador e poeta fluminense Isaac Bardavid (90 anos) – foi radioator da Rádio Nacional do Rio de Janeiro, atuando na série Teatro de Mistério

Morte do compositor e pianista fluminense José Francisco de Freitas (65 anos) – um dos responsáveis pela fixação da marchinha

Dia Mundial do Rádio – é uma comemoração internacional, que foi proclamada em 3 de novembro de 2011, na 26ª sessão da Unesco e que tem o aval da Assembleia Geral da ONU

14

Nascimento do economista britânico Thomas Robert Malthus (255 anos) – considerado o pai da demografia por sua teoria para o controle do aumento populacional, conhecida como malthusianismo

Nascimento do poeta e tradutor paulista Augusto de Campos (90 anos)

Nascimento do treinador e futebolista paulista Nílton De Sordi (90 anos) – convocado para a seleção brasileira pela primeira vez no ano de 1954, foi integrante da equipe que conquistou a Copa do Mundo de 1958, da qual só não foi titular na partida final

Nascimento do apresentador de televisão e locutor esportivo fluminense Maurício Torres (50 anos)

Alexander Graham Bell solicita uma patente para o telefone, assim como Elisha Gray (145 anos)

15

Morte do cantor lírico paulista Antonio Lotti (15 anos)

Descoberta por William Herschel a nebulosa Olho de Gato, a primeira nebulosa planetária cujo espectro foi pela primeira vez pesquisado (235 anos)

ENIAC, o primeiro computador eletrônico de uso geral, é formalmente entregue à Universidade da Pensilvânia, na Filadélfia (75 anos)

Publicado o primeiro esboço completo do genoma humano na revista científica Nature (20 anos)

16

Dia do Repórter

17

Nascimento do militar, diplomata e historiador paulista Francisco Adolfo de Varnhagen, o Visconde de Porto Seguro (205 anos) – um renovador da metodologia de pesquisa histórica e autor de vários estudos, onde se destaca a primeira grande obra de síntese sobre a história do Brasil: História Geral do Brasil, publicada em dois volumes entre 1854 e 1857, que apesar de ultrapassada em muitos aspectos permanece até hoje como um marco referencial incontornável. Sua contribuição seminal e monumental lhe valeu o apelido de Heródoto brasileiro

Nascimento do jornalista, escritor e político mineiro Fernando Gabeira (80 anos)

Nascimento do cantor, compositor, empresário e produtor musical goiano Amado Batista (70 anos)

Morte do filósofo, escritor, orador e educador indiano Jiddu Krishnamurti (35 anos)

Primavera Árabe: começam os protestos na Líbia contra o regime de Muammar al-Gaddafi (10 anos)

18

Morte do compositor e instrumentista fluminense Nelson Antônio da Silva, o Nelson Cavaquinho (35 anos)

Morte do cantor e compositor fluminense Jorge Gomes Pessanha, o Jorginho Pessanha (40 anos)

Dia Nacional de Combate ao Alcoolismo e início da Semana Nacional de Combate ao Alcoolismo

Tombamento estadual da Estação Ferroviária Leopoldina (30 anos)

Show de Rolling Stones, em Copacabana (15 anos)

19

Nascimento da futebolista alagoana Marta Vieira da Silva, a Marta (35 anos) – foi escolhida como melhor futebolista do mundo por seis vezes, sendo cinco de forma consecutiva. Um recorde não apenas entre mulheres mas também entre homens. Foi considerada pela revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes do ano de 2009

Morte do jornalista, escritor e jurista mineiro Afonso Arinos de Melo Franco (105 anos)

Morte do escritor paraense Osvaldo Orico (40 anos)

Morte do escritor, filósofo, semiólogo, linguista e bibliófilo italiano Umberto Eco (05 anos)

Nascimento do instrumentista e violonista fluminense Rafael Lemos Júnior, o Fafá Lemos (100 anos) – considerado por muitos como um dos precursores da bossa nova

Morte do pianista, regente e compositor erudito paulista Francisco Mignone (35 anos) – em 1961 foi o regente do primeiro concerto da recém-fundada Orquestra da Rádio MEC, atual Orquestra Sinfônica Nacional (OSN-UFF)

20

Nascimento do maestro, compositor, arranjador e instrumentista fluminense Eduardo Souto Neto (70 anos)

Estreia da ópera O Barbeiro de Sevilha, do compositor italiano Gioachino Rossini, no Teatro Argentina, em Roma (205 anos)

União Soviética lança sua estação espacial Mir, ocupada por um total de 12 anos além de sua vida útil original de 15 anos (35 anos)

Dia Mundial da Justiça Social – comemoração internacional, que foi instituída pela 62ª sessão da Assembleia Geral da ONU

Tombamento estadual da Igreja de Bom Jesus da Lapa, em Chapada do Norte (MG) (40 anos)

21

Portugal reconhece oficialmente a República Popular de Angola (45 anos)

Dia Internacional da Língua Materna – data da Unesco que visa à preservação das línguas locais como patrimônio imaterial das nações

Dia Nacional do Imigrante Italiano – a escolha da data é uma homenagem à expedição de Pietro Tabacchi ao Espírito Santo, em 1874. Este evento ficou marcado como o inicio do processo de migração em massa dos italianos para o Brasil

22

Nascimento do cantor e compositor fluminense Sérgio Murilo Vieiros, o Sérgio Coelho (60 anos)

24

Nascimento do cantor e produtor paulista Sérgio Beneli Campelo, o Tony Campelo (85 anos)

Nascimento do ator português Ernestino Augusto Costa, o Costinha (130 anos)

Promulgação da Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil (130 anos) – a segunda Constituição do Brasil e primeira no sistema republicano de governo, marcando a transição da Monarquia para a República. Também estipulava em seu texto a mudança da capital para o Planalto Central

Dia da Conquista do Voto Feminino no Brasil

25

Morte do jornalista, dramaturgo e escritor gaúcho Caio Fernando Abreu (25 anos)

26

Galileu Galilei é formalmente banido pela Igreja Católica por ensinar ou defender a visão de que a Terra orbita o Sol (405 anos)

27

Nascimento da cantora paulista Mônica Salmaso (50 anos)

Morte do escritor gaúcho Moacyr Scliar (10 anos)

Nascimento do compositor, instrumentista e jornalista fluminense Ari Kerner Veiga de Castro (115 anos)

Dia Nacional do Livro Didático

28

Fim da Guerra do Golfo (30 anos)

Criada a província de São Paulo (200 anos)

Edição: Nathália Mendes

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Propaganda

GERAL

CineOP debate uso pedagógico do cinema em tempo de aulas remotas

Publicados

em


Crianças falam sobre o pé de manga que fica no pátio de sua escola, estudantes retratam o cotidiano em casa, salas de aulas vazias, um professor fala sobre solidão e a falta de acesso aos alunos, um pai mostra à filha filmagens que fez da nova instituição de ensino onde ela irá estudar quando forem retomadas as atividades presenciais. Esse conjunto de cenas faz parte do que será apresentado na 16ª edição da Mostra de Cinema de Ouro Preto (CineOP). O festival, que começa hoje (23) e vai até a próxima segunda-feira (28), oferecerá um espaço para reflexão sobre o papel educacional que o audiovisual vem exercendo em meio à pandemia de covid-19.

Paralelamente à exibição de filmes, haverá momentos para o compartilhamento de projetos e experiências de metodologias que tenham a imagem e o som como ferramentas. Algumas delas foram desenvolvidas durante a realização de aulas remotas durante a pandemia, explica a cineasta e pedagoga Clarisse Alvarenga. professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ela é responsável pela curadoria do eixo de educação da CineOP ao lado de Adriana Fresquet, pesquisadora e docente da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

“A educação é um lugar de encontro físico, de sociabilidade presencial. O contato face a face é fundamental, sobretudo na educação básica. Mas, neste momento em especial, entendemos que as escolas devem se manter fechadas até que as condições sanitárias sejam seguras. Apesar disso, é importante que o vínculo entre professor e aluno aconteça de algum modo. O festival reuniu trabalhos que são amostras dessa tentativa de estabelecer vínculos neste momento tão desafiador”, afirma Clarisse.

Há desde iniciativas onde os alunos são instigados a desenvolver trabalhos audiovisuais até as cine-conversas, isto é, o debate sobre os filmes e seus conteúdos. Há também experiências focadas no desenvolvimento de subjetividades, usando o cinema não dentro do modelo informativo, mas sim para fomentar experiências sensoriais em crianças e jovens.

“O fechamento das escolas criou uma grande interrogação para o professor: o que eu faço e como eu faço? Cineastas também passaram por esse questionamento. Tanto na educação quanto no cinema, às vezes parece que tudo que se sabia precisou ser reinventado. E o que temos notado é uma presença transversal da imagem e do som em todo o currículo, não apenas nas disciplinas artísticas. Neste momento, não há como trabalhar nenhum conteúdo sem lançar mão do audiovisual”, observa Clarisse.

Referência no calendário cinematográfico nacional, a CineOP é organizada pela Universo Produções, que também responde pela tradicional Mostra de Cinema de Tiradentes. O evento, apoiado pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo e pela Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais, surgiu em 2006 e tem como diferencial a estruturação em três eixos: patrimônio, educação e história. Para cada um deles, há uma vasta programação que mobiliza cineastas, pesquisadores, restauradores, professores, críticos, estudantes e cinéfilos em geral.

Todo os filmes poderão ser assistidos gratuitamente por meio do site da CineOP, onde também é possível conferir as datas de exibição e as sinopses. Em decorrência da pandemia de covid-19, esta edição será realizada de forma online, assim como já havia ocorrido no ano passado. Não é uma experiência isolada. O setor apostou nos festivais virtuais como forma de estimular a circulação da produção cinematográfica e de discutir os desafios decorrentes da crise sanitária global.

Serão exibidos 118 filmes entre curtas, médias e longas-metragem provenientes de 14 estados brasileiros e outros três países. Outras atividades estão previstas como debates, oficinas, exposições, lançamentos de publicações, performances e shows. Na abertura, que ocorre hoje às 20h, o ator Chico Diaz será homenageado e receberá o Troféu Vila Rica, premiando uma carreira de mais de quatro décadas.

Dos 118 filmes, 27 correspondem ao eixo educação. A escolha da maioria deles coube a uma equipe indicada pela Rede Kino, que foi criada em 2009. Seu objetivo é congregar pessoas e instituições interessadas em viabilizar ações que envolvam cinema e educação. Parceira da CineOP, a Rede Kino também realiza durante o evento seu fórum anual, que chega à 13ª edição e discute as iniciativas e perspectivas para o próximo período.

Há também oito filmes vinculados aos projetos Cero en Conducta e Escuela al Cine. São iniciativas desenvolvidas no Chile, país que tem se tornado uma referência em processos envolvendo cinema e educação. Isso tem ocorrido, entre outras razões, devido à ampla digitalização do patrimônio cinematográfico pela sua Cineteca Nacional, à reforma curricular da educação báscia, que abriu espaço para novas possibilidades de uso do audiovisual, e ao sucesso de projetos que foram criados por iniciativa da própria sociedade.

A programação também dará destaque ao trabalho da chilena Alicia Vega Durán, de 89 anos. Professora e pesquisaora de cinema, ela é responsável por diversos projetos de inclusão educacional. Um deles, no final da década de 80, consistiu em oficinas de cinema infantil para crianças que nunca foram ao cinema. A iniciativa foi registrada no documentário Cien niños esperando un tren, de Ignacio Agüero. O filme, premiado na época em festivais de quatro países, integra a programação da CineOP, e seu diretor participará de uma mesa de debate.

Disparidade

Clarisse observa que as experiências que serão apresentadas envolvem majoritariamente a educação pública. Para ela, a pandemia deixa ainda mais exposta e perceptível a disparidade existente no Brasil entre o ensino público e privado, o que abre também uma chance para se pensar em políticas públicas que busquem equilibrar as diferenças. A pedagoga também defende que o potencial educativo do cinema deve ser visto de forma mais ampla, considerando espaços de formação além da escola. Outra preocupação que ela levanta envolve a relação que as novas gerações que crescem com acesso a diversas novas tecnologias vêm estabelecendo com a imagem e o som.

“O audiovisual deve entrar como experiência sensível e criativa. Não pode ser apenas mais um período do dia em que o jovem vai estar submetido a horas de tela. É importante fazer essa distinção. É uma linguagem que faz parte das práticas culturais das crianças e dos jovens, mas é preciso ter sempre em mente que ela deve ser levada para outro lugar: o lugar da produção subjetiva, da crítica, do estímulo à argumentação. Essa é a diferença de você colocar a imagem dentro da escola. Essa relação deve ser mediada pelo ensino”.

A temática geral desta edição da CineOP é “memórias entre diferentes tempos”. O festival dará maior evidência à década de 90, período que abrange a extinção da Embrafilme, a crise do cinema nacional, os esforços da chamada “retomada” após 1995 e a criação da Agência Nacional do Cinema (Ancine) já em 2001. Os organizadores entendem que olhar para esse passado permite compreender melhor o presente. “Há muitas camadas do país e do cinema, hoje reposicionadas, que foram semeadas como espécie de gênese desde 1990”, registra carta assinada por Cleber Eduardo e Francis Vogner dos Reis, curadores do eixo histórico.

Para Clarisse, o recuo até os anos 90 também contribui para o debate educacional, pois foi nessa década que a interação entre cinema e escola começou a ganhar fôlego. A disseminação de videocassetes e a chegada ao mercado de filmadoras relativamente acessíveis, possibilitaram o desenvolvimento de propostas formativas envolvendo o cinema.

Acervo

Dentro do eixo patrimônio, a programação da CineOP inclui o Encontro Nacional de Arquivos e Acervos Audiovisuais Brasileiros. Trata-se de um espaço que discute a importância da preservação dos filmes nacionais. Atualmente, ele está consolidado como um dos principais fóruns para discussão de políticas públicas voltadas à salvaguarda desse patrimônio cinematográfico. A pauta envolve temas como prioridades para a restauração, processos de digitalização, acesso da população aos filmes e organização de bancos de dados que reúnam informações variadas das obras como localização, detentor dos direitos autorais, estado da cópia, entre outras.

Um marco desse debate ocorreu na CineOP de 2016, quando um Plano Nacional de Preservação Audiovisual foi elaborado e entregue ao extinto Ministério da Cultura (MinC). Ele propôs parâmetros para que instituições públicas e privadas construam suas política de acervo, incluindo gestão, aquisição, conservação, restauração, digitalização, descarte, difusão e acesso.

A discussão proposta pelo evento diz respeito não apenas a obras de cineastas com carreiras consolidadas, mas também a filmes que foram produzidos para galerias de arte, que estão restritos a acervos pessoais, ou ainda de diretores que já morreram e deixaram materiais relevantes com os herdeiros que desconhecem o valor dos trabalhos. Pesquisadores acreditam que produções cuja existência ainda não é publicamente conhecida podem abrir novos campos para estudo.

Edição: Graça Adjuto

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana