cultura

Exposição no Várzea Grande Shopping mostra a história da Capoeira em Mato Grosso

Publicados

em

Os admiradores e praticantes da capoeira terão a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre este esporte visitando a exposição “Capoeira, uma viagem pela história em Mato Grosso”, que foi aberta na noite de ontem, 14, no segundo piso do Várzea Grande Shopping.

A exposição é o resultado de uma parceria entre a Prefeitura Municipal, por meio da Superintendência de Cultura da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer com o Instituto Semente Brasil e o VG Shopping. A exposição, que é gratuita, pode ser visitada até o dia 14 de agosto.

De acordo com o superintendente Joilson Marcos da Silva, a exposição conta com mais de 250 itens, entre cartazes, quadros, fotografias, pinturas, ilustrações, documentos antigos, revistas especializadas, vídeos, livros, vestuário e muitos outros objetos que contam um pouco da trajetória do esporte, criado pelos ancestrais africanos escravizados no tempo do Brasil colonial e que hoje é uma arte marcial muito conhecida, praticada e difundida pelo mundo afora.

“Essa exposição é um reconhecimento público pela característica cultural que o esporte representa e aqui neste espaço da Superintendência, podemos mostrar ao público a história da capoeira em Várzea Grande, assim como valorizar seus praticantes e homenagear nossos mestres locais” afirmou Joilson.

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado Gilberto Cattani (PSL) disse na abertura do evento, que tramita no Poder Legislativo um projeto para tornar Patrimônio Cultural do Estado de Mato Grosso todas as artes marciais praticadas no estado, inclusive a capoeira, que poderá favorecer a captação de recursos públicos por parte de instituições que trabalham com o esporte, beneficiando assim as comunidades carentes. “A Assembleia Legislativa cumpre seu papel social e reconhece a necessidade da prática esportiva como ferramenta de inclusão social e da melhoria da qualidade de vida saudável”, declarou.

O presidente da Federação Mato-grossense de Capoeira, Everton Moreira Salgado, disse que serão 30 dias de exposição, onde o público vai assistir apresentações de capoeira de diversas vertentes, dança folclórica baiana, como o Maculelê, participar de rodas de conversas e apresentações de vídeos sobre a capoeira e seus principais mestres como Vicente Joaquim Ferreira (Mestre Pastinha), criador da Capoeira Angola e Manoel dos Reis Machado (Mestre Bimba) criador da Capoeira regional.

Para a subsecretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Maria Alice Barros, a exposição faz parte de uma importante parceria com o Instituto Semente Brasil que já desenvolve várias ações culturais no município. “O Instituto Semente Brasil é um dos pontos culturais de Várzea Grande onde realiza um belíssimo trabalho, levando o esporte, o lazer e a alegria para nossas crianças. Essa exposição conta a história da capoeira em Mato Grosso e vai contribuir ainda mais para o fomento dessa arte tão importante que deve ser, cada vez mais, valorizada por fazer parte da nossa cultura nacional”, finalizou.

 

Comentários Facebook
Propaganda

cultura

Projeto convida população a participar de lives sobre cultura popular cuiabana

Publicados

em

Com a conclusão da primeira etapa, o projeto “Quintais da Cultura Popular Cuiabana” entra na segunda fase de trabalho, que será a realização de lives com equipe de pesquisadores, comunidades e lideranças comunitárias. As transmissões ocorrem nos dias 3 e 17 de agosto, e 21 de setembro, às 19h30, via página do Facebook do Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação.

As lives serão abertas ao público em geral, que poderá participar enviando perguntas durante a transmissão. O projeto propõe a participação pública, afim de que a população conheça e reconheça a importância de salvaguardar esses locais, os quintais da cultura cuiabana, para que eles consigam ser sustentáveis.

A ação antecipa as discussões que serão levadas ao Fórum de Políticas Públicas, a ser realizado no dia 16 de outubro. O fórum reunirá entidades governamentais e organizações sociais, com palestras sobre Patrimônio Cultural e Economia Criativa, com a finalidade de propor políticas públicas para o setor.

Quintais da Cultura

O projeto “Quintais da Cultura Popular Cuiabana” tem como objetivo realizar um mapeamento diagnóstico e inventário de 10 quintais que preservam a cultura popular da cidade de Cuiabá, incluindo a região urbana e rural. Além de registrar a variedade de saberes, ofícios e celebrações que existem nos quintais cuiabanos.

“A proposta é divulgar e reconhecê-los como território criativo, além de reativar quintais sem atividade e estimular a participação da comunidade, sobretudo os mais jovens, realizando ações de formação e engajamento”, diz a presidente do Instituto INCA, Cybele Bussiki.

O projeto é realizado pelo Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação, patrocinado pelo Governo do Estado de Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), via emenda parlamentar do deputado estadual Dilmar Dal Bosco, e conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e parceria do grupo Caleidoscópio da UFMT.

Serviço

Quintais da Cultura Popular Cuiabana – Lives

Data: 03 e 17 de agosto, e 21 de setembro

Horário: 19h30

Local: transmissão via página do Facebook do Instituto INCA

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana