MULHER

Exercício na gestação: como se preparar para o parto e pós-parto

Publicados

em


source
Força apoiado e agachamento
Instituto de Performance Samorai

Força apoiado e agachamento

Durante a gestação, as reações no corpo, na mente e no espírito variam de uma mulher para a outra. São diversos fatores, além da questão hormonal, que trazem um período de grandes mudanças na vida . Por isso, além de uma boa alimentação, os exercícios físicos também são muito importantes nessa fase.

“Quando pensamos em gestantes, pensamos essencialmente em alguém que terá uma jornada longa pela frente. Essa jornada não se resume só ao tempo de gestação, ela vai muito além porque depois tem filho e tudo isso gera bastante implicação na vida da família, da mulher, das rotinas, dos cuidados que ela passa a ter, de stress que ela não tinha, das horas de sono mal dormidas”, explica o personal trainer José Samora Junior, conhecido como Samorai. 

Segundo o profissional, a mobilidade é uma das coisas mais importantes para a gestante. “Se você já tem uma mobilidade bem desenvolvida, isso vai te ajudar muito. Mas mesmo que você não tenha, é possível trabalhar durante a gestação”, diz.

Ele explica que a mobilidade pode ser dividida em dois campos: a mobilidade global, que faz um trabalho de todo o corpo, e a mobilidade local, concentrada em alguma parte, como membros inferiores ou exteriores. “Um exemplo desse tipo de mobilidade é o exercício de mobilidade local de torácica, em que a mulher fica com uma mão para cima e outra para frente”, diz.

O personal destaca que há exercícios de mobilidade mais voltados para o quadril, fundamental para a gestação e o parto. Há ainda os exercícios de força. Um exercício de força, por exemplo, é ficar de cócoras (agachada) e mover o corpo nos três planos, para frente, para trás, para um lado, para outro, rodar. Além de dar sustentação para a gestante durante a gravidez, prepara para o trabalho de parto.

Uma opção para quem não consegue ficar de cócoras é usar um apoio, como um espaldar ou o TRX, assessórios que facilitam a execução desses movimentos um pouco mais fáceis.

Você viu?

Outro exercício que trabalha força é o agachamento. Posição de cócoras e exercícios de grande mobilidade são importantes também porque para a criança tudo é no chão, então a mãe precisa agachar o tempo todo. Aquelas que não tiverem essas mobilidades sentem muito na hora de agachar.

O personal diz que também é preciso fortalecer os membros superiores, já que depois do nascimento a mãe carrega a criança por longos períodos. Para finalizar há também os exercícios de relaxamento para soltar a lombar, o quadril, já que a mulher pode sentir dor durante a gestação, já que a barriga pesa.

Fazer esses exercícios no chão para soltar um pouco a coluna ajuda muito nesse processo. A respiração também será fundamental durante o parto, principalmente para poder acalmar e manter a mãe concentrada e focada na tarefa que ela terá que desenvolver.

Por fim, é muito importante buscar orientação profissional ao se exercitar durante a gestação. Como o corpo está em mudanças, é preciso cuidado para que a busca pela saúde não se transforme em lesão muscular.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

MULHER

Mulher dá à luz bebê de 6,4 quilos no Arizona; bebê vira celebridade na Internet

Publicados

em


source
Cary Patonai
Reprodução/Instagram

Cary Patonai



Cary Patonai deu à luz um bebê de 6,4 quilos após sofrer 19 abortos espontâneos nos últimos 13 anos. A mãe do recém-nascido vive no Arizona (13), tem 36 anos e já é mãe de outras duas crianças de 10 e 2 anos de idadade. Finnley, o bebê gigante, rapidamente viralizou na web, já que pelo seu tamanho incomum saiu do ventre materno usando roupas de tamanho de 6 a 9 meses.  


Finnley nasceu de cesárea no dia 4 de outubro, mas precisou ficar 8 dias internado antes de poder ir pra casa com a família. “Foi muito difícil para mim (visitar a UTI)… Isso reacendeu muitas coisas a respeito dos meus 19 abortos; sair do hospital sem um bebê”, contou Cary ao jornal The Epoch Times.

Durante a internação, Cary contou que o bebê virou uma “pequena celebridade” pelo o seu tamanho acima do normal. Os dois obstetras presentes no nascimento da criança disseram nunca ter visto um recém-nascido tão grande em quase 30 anos de profissão. 

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana