POLÍCIA

Ex-secretário de estado é preso em Cuiabá em operação da Polícia Federal

Publicados

em

Nilton Borgatto (PSD) ex-secretário de Ciências e Tecnologia e Inovação de Mato Grosso (Seciteci), foi preso na manhã desta terça-feira (19.04) em Cuiabá.  Ele é um dos alvos da “Operação Descobrimento”, deflagrada pela Polícia Federal para apurar o envio de drogas para Portugal.

Buscas foram feitas em um prédio de luxo na rua Presidente Marques, no bairro Quilombo, durante ações da Operação Descobrimento, que tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa especializada no tráfico internacional de cocaína.

Nilton Borgatto foi titular da Seciteci entre 2019 e março deste ano. Deixou a pasta para ser candidato a deputado federal nas eleições de outubro. O ex-secretário foi prefeito de Glória D’Oeste, cidade que está localizada na região Oeste de Mato Grosso, faixa de fronteira com a Bolívia.

O empresário Rowles Magalhães Silva também foi alvo da operação, o avião apreendido em Salvador, com mais de 500 quilogramas de cocaína a bordo era propriedade da empresa Aristopreference, na qual é sócio juntamente com o empresário Ricardo Agostinho.

Leia também:

PF deflagra Operação Descobrimento para combater tráfico internacional de drogas

Polícia cumpre prisão de homem que matou onça-pintada em Poconé

Dia do índio é momento de fazer reflexão sobre a saúde

Ao todo estão sendo cumpridos 43 mandados de busca e apreensão e sete mandados de prisão preventiva nos estados da Bahia, São Paulo, Mato Grosso, Rondônia e Pernambuco.

Em Portugal, com o acompanhamento de policiais federais, a polícia portuguesa cumpre três mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão preventiva nas cidades do Porto e Braga.

As investigações tiveram início em fevereiro de 2021, quando um jato executivo Dassault Falcon 900, pertencente a uma empresa portuguesa de táxi aéreo, pousou no aeroporto internacional de Salvador/BA para abastecimento. Após ser inspecionado, foram encontrados cerca de 595 kg de cocaína escondidos na fuselagem da aeronave.

A partir da apreensão, a Polícia Federal conseguiu identificar a estrutura da organização criminosa atuante nos dois países, composta por fornecedores de cocaína, mecânicos de aviação e auxiliares (responsáveis pela abertura da fuselagem da aeronave para acondicionar o entorpecente), transportadores (responsáveis pelo voo) e doleiros (responsáveis pela movimentação financeira do grupo).

As medidas judiciais foram expedidas pela 2ª Vara Federal de Salvador/BA e pela Justiça portuguesa.

A Justiça brasileira também decretou medidas patrimoniais de apreensão, sequestro de imóveis e bloqueios de valores em contas bancárias usadas pelos investigados.

No curso das investigações, a PF contou com a colaboração da DEA (Drug Enforcement Administration – Agência norte-americana de combate às drogas), da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da Polícia Judiciária Portuguesa e do Ministério Público Federal.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Filho vê mãe ser assassinada com tiro na cabeça; namorado da vítima é suspeito

Publicados

em

Uma mulher de 28 anos, identificada como Fabiula Menentty, foi assassinada com um tiro na cabeça na manhã deste sábado (06.08), em Brasnorte (a 587 km de Cuiabá).

 O filho da vítima, de apenas 9 anos, presenciou a morte da mãe e afirmou à Polícia que o namorado da vítima foi o autor do crime.

 De acordo com o boletim de ocorrência, uma vizinha ouviu o disparo às 5h50 e pouco tempo depois o menor foi até sua residência contando que a mãe havia sido assassinada com um tiro na cabeça.

 A Polícia Militar foi acionada imediatamente e, ao chegar no endereço, encontrou Fabiula sentada em uma cadeira na varanda de casa com uma perfuração na testa.

 O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e constatou a morte da vítima.

 O Conselho Tutelar foi chamado e fez o acompanhamento da criança, que foi levada do local do crime. A Polícia Civil também esteve presente para investigar o caso.

 A PM chegou a fazer buscas pelo namorado da vítima, porém não conseguiram localizá-lo.

*Com informações do MidiaNews

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana