BRASIL E MUNDO

EUA acelera vacinação e número de imunizados ultrapassa casos de Covid-19

Publicados

em


source
O presidente dos EUA, Joe Biden, já recebeu as duas doses da vacina da Pfizer
Reprodução/CNN

O presidente dos EUA, Joe Biden, já recebeu as duas doses da vacina da Pfizer

O número de pessoas imunizadas contra a Covid-19 nos Estados Unidos ultrapassou o número de pessoas infectadas no último sábado (6). Na data, 29.776.110 pessoas haviam recebido as duas doses da vacina, enquanto o número de pessoas que contraíram a doença era de 28.952.970.

Isso foi possível devido à aceleração na campanha de vacinação que os Estados Unidos conseguiram alcançar. Além de conter amplo estoque de imunizantes, o país abriu centros de imunização em massa, em estádios e arenas esportivas e em 18 galpões da Agência Federal de Gestão de Emergências, segundo informações da Folha de S. Paulo.

Em alguns estados, pessoas podem se vacinar também em farmácias e supermercados, além de hospitais e clínicas médicas.

Houve, também, um aumento da aceitação da vacina por parte da população norte-americana. Em novembro de 2020, pesquisa da Pew Research mostrou que 60% da população pretendia tomar alguma vacina. Outra pesquisa divulgada nesta sexta-feira (5) revela um aumento de confiança da população: 69% disseram que planejam receber, ou já receberam alguma vacina.

A previsão de Joe Biden é que os EUA vacinem toda a população adulta até o final de maio. O país tem observado queda no número de mortos e infectados desde o início da vacinação em massa.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga será ouvido pela CPI nesta quinta (06)

Publicados

em


source
Atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga será ouvido pela CPI nesta quinta (06)
Divulgação/Ministério da Saúde

Atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga será ouvido pela CPI nesta quinta (06)

Em seu terceiro dia de depoimentos, a  CPI da Covid irá ouvir nesta quinta-feira (06) o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga. Após a fala do mandatário da pasta, a comissão irá ouvir o diretor-presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária ( Anvisa ), Antonio Barra Torres.

Ambos irão falar para comissão parlamentar de inquérito sob a condição de testemunhas. Isso significa que o depoente se compromete a dizer a verdade, sob o risco de incorrer no crime de falso testemunho.

Marcelo Queiroga chega pressionado ao depoimento. Isso porque na manhã da última quarta-feira, o ministério da Saúde confirmou em coletiva de imprensa que contratou apenas a metade do total de vacinas contra a covid-19 anunciadas. Das 560 milhões de doses anunciadas, apenas 280 milhões estão sob contrato.

A quantia não seria o suficiente para imunizar completamente toda a população brasileira. Por isso, Queiroga anunciou que negocia mais 100 milhões de doses com a farmacêutica Pfizer. A expectativa do ministério é fechar o contrato antes do depoimento à CPI da Covid.


Nos últimos depoimentos, Mandetta e Teich revelaram divergências com o presidente Jair Bolsonaro sobre a condução do combate à pandemia por parte do governo federal.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana