juina

Estrutura física e efetivo da Politec de Juína são deficitários

Publicados

em

Por Samantha dos Anjos

O deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) que preside a Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), na última quinta-feira (26.11), realizou levantamentos na Gerência Regional da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Juína, pertencente à Coordenadoria de Tangará da Serra, para verificar as principais necessidades da unidade. O parlamentar foi recepcionado pelo gerente regional e perito criminal, Eduardo Santos da Silva, e o perito criminal Mário Waechter.

Uma das reivindicações apontadas pelos servidores é a necessidade urgente de ampliação do efetivo, sendo que a instituição, atualmente, possui cinco peritos criminais, dois médicos legistas ativos e outros dois licenciados, dois técnicos em necropsia e dois papiloscopistas.

“Essa Politec não difere das demais unidades que já visitamos. Realmente, é um problema geral em Mato Grosso. Temos um concurso, em que aprovados aguardam as nomeações para os cargos de papiloscopista e técnico de necropsia. Precisamos realmente resolver essa situação que está crítica!”, aponta Claudinei.

Estrutura – Com prédio próprio, a unidade necessita ser ampliada e reformada. Os espaços são insuficientes para atender os profissionais. Segundo Eduardo Silva, há uma área possível para a construção de um novo imóvel.

“Aqui temos uma dificuldade em compartilhar o mesmo prédio. Na mesma porta que estão entrando pessoas para fazerem identidades, entra arma, entra droga, entra preso para fazer o (exame de) corpo de delito. É complicado. A gente tem espaço para construir”, explica o gerente regional.

Além de Juína, a instituição atende mais sete municípios do noroeste mato-grossense. De acordo com o Eduardo, uma das barreiras enfrentadas pelos profissionais é o deslocamento de uma cidade para outra. Há municípios distantes que levam até três dias para fazer o devido atendimento.

As principais ocorrências atendidas pela instituição são ligadas a crimes contra a vida, patrimônio e ambientais, trânsito de armas, drogas, identificação de veículos, vestígios de sangue, engenharia legal, entre outros.

Instituição – Os municípios atendidos pela gerência regional da unidade são Juína, Aripuanã, Colniza, Cotriguaçu, Juara, Juruena, Porto dos Gaúchos e Castanheira.

 

Comentários Facebook
Propaganda

juina

Trator de esteira é apreendido durante desmatamento ilegal

Publicados

em

Equipes do Batalhão de Proteção Ambiental apreenderam na quinta-feira (04.03), um trator de esteira, na Comunidade de Terra Roxa, em Juína (a 735 km de Cuiabá).

Os policiais seguiam para participar da Operação Arco Norte, promovido pela Força Nacional de Segurança Pública, e perceberam sinais de trator de esteira em uma área de vegetação nativa.

Devido à situação, os policiais prosseguiram no caminho e encontraram o maquinário em pleno funcionamento. Questionado, o conduto alegou que a área pertence a um comerciante da região.

No estabelecimento indicado, a equipe foi recebida pela esposa do denunciado que apresentou o certificado de compra da propriedade e alegou não ter a autorização para desmate. Diante da situação, o maquinário foi apreendido e foram emitidos termos de apreensão, embargo e depósito, além do auto de infração.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana