lucas do rio verde

Estado oferta 1.739 vagas de emprego pelo Sine-MT

Somente em Várzea Grande são 417 vagas abertas. Em Cuiabá são 34 para público em geral e 24 para pessoas com deficiência

Publicados

em


Jana Pessôa/Setasc-MT

Vagas de emprego

O município de Lucas do Rio Verde (332 km de Cuiabá) está com 213 oportunidades

As pessoas que estão em busca de uma oportunidade de trabalho podem procurar os postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine-MT). No começo desta semana, estão disponíveis 1.739 vagas de emprego em 28 municípios do Estado. Somente em Várzea Grande são 417 vagas abertas. Em Cuiabá, são 34, para o público em geral e 24, para pessoas com deficiência (PCD). 

 

O município de Lucas do Rio Verde (332 km de Cuiabá) está com 213 oportunidades. Dessas, 35, na área de operador de produção, 10 para eletricista de alta-tensão, seis de montador de equipamentos, cinco de operador de caixa, cinco de repositor de supermercados, cinco para tratorista agrícola, dentre outros.

 

Em Sapezal (468 km de Cuiabá) são 189 vagas de trabalho, sendo 47 para operador, 25 para operador de máquina agrícola e auxiliar de linha de produção, 20 para auxiliar de agricultura, 15 trabalhador agrícola polivalente,10 para trabalhador agropecuário em geral.

 

Para os moradores do município de Sorriso (397 km de Cuiabá), ao todo, são 108 vagas de emprego: 83 são na área de construção, 60 na função de servente de obras e 23 para pedreiro. Além de 10, para eletricista, seis para soldador e as demais para auxiliar administrativo, classificador de grãos, consultor de vendas, controlador de pragas.

 

De acordo com a coordenadora de Apoio ao Trabalhador e de Gestão do Sistema Público de Emprego do Sine, Simone Koeller, as vagas são divulgadas semanalmente por meio da Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), órgão que coordenada os Sine no Estado e no interior.

 

Atendimento

 

Além do trabalho de intermediação de mão-de-obra, o Sine realiza serviços de habilitação do seguro-desemprego, emissão da carteira de trabalho e previdência social. É preciso verificar na unidade do Sine a disponibilidade das vagas, que são ofertadas diariamente.

 

O número de vagas está disponível de acordo com a demanda das empresas cadastradas no Sine. Os interessados em fazer parte do banco de dados devem estar munidos com os documentos pessoais, carteira de trabalho, comprovante de residência, facilitando os trâmites do atendimento.

 

O horário de atendimento do Sine, localizado nos Ganha Tempo do Ipiranga e do CPA I, em Cuiabá, e do bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, é das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Já no Ganha Tempo do Várzea Grande Shopping é das 10h às 18h.

 

O Sine também está presente em outros municípios do Estado. A lista está disponível na página da Setasc – www.setasc.mt.gov.br/sine .

 

* Setasc-MT 

Comentários Facebook
Propaganda

lucas do rio verde

Serviço de Água e Esgoto alerta para ligações clandestinas e violação nos hidrômetros

Publicados

em

Todos os anos, o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Lucas do Rio Verde contabiliza dezenas de ocorrências relacionadas ao furto de água e adulteração de hidrômetro em residências e estabelecimentos comerciais e setor industrial da cidade.

O desvio da água geralmente é feito por meio de ligação clandestina, desviada do hidrômetro diretamente para o interior do local, assim, o Saae não tem como aferir o consumo e cobrar pelo fornecimento.

Outra prática comum é a violação do hidrômetro. O método consiste em colocar uma agulha, palito e até arame dentro do aparelho, bloqueando o ponteiro de marcação do consumo da água, fazendo com que o valor da tarifa fique bem abaixo do normal.

“Essas são as fraudes mais comuns que temos detectado, mas existem outras que, somadas, causam prejuízos significantes, comprometendo de alguma maneira os investimentos em melhoramento do sistema de distribuição de água”, pontua o fiscal de rede do Saae, Valdiano da Silva Sousa.

FISCALIZAÇÃO

O consumidor que fraudar hidrômetro ou desviar água clandestinamente, além de pagar multa, pagará por um novo hidrômetro e responderá criminalmente pela fraude. A punição com multa está prevista no Decreto Municipal nº 1.083/2002, no artigo 108, e conta com revisão do valor dos custos das infrações, descritas no Decreto nº 2.544/2013.

Quando verificada irregularidade, o Saae é obrigado a registrar o Boletim de Ocorrência (BO) na Delegacia, dando início ao inquérito policial.

Veja na tabela anexa as infrações que podem resultar em multa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana