BRASIL E MUNDO

Espião dos “nudes”: homem trocava segredos militares por fotos de mulheres nuas

Publicados

em


source
Celular
Reprodução

“Espião” recebia fotos de mulheres nuas para repassar segredos do Exército

Um homem foi preso nesta quarta-feira (13), na região indiana do Rajastão, que fica perto da fronteira com o Paquistão, após ser acusado de vender informações sigilosas sobre o Exército da Índia para a nação vizinha. Como pagamento, ele recebia fotos de mulheres nuas.

Segundo informações do jornal India Today, Satyanarayan Paliwal, de 42 anos, era morador da cidade de Jaisalmer e acabou sendo descoberto por conta de sua ganância: apesar das imagens que já recebia de funcionárias da Agência de Inteligência do Paquistão como recompensa por seu trabalho, ele sempre queria mais. Para que o fluxo de conteúdo aumentasse, ele começou a enviar segredos mais “sensíveis” sobre os militares indiano.

Ainda de acordo com a publicação, as autoridades que realizaram a prisão do acusado encontraram diversos documentos sobre movimentações das tropas da Índia nas área de fronteira e em um terreno de treinamentos utilizado pelos militares em Pokhran.

Após a prisão, um porta-voz da polícia informou que Paliwal confessou o crime e revelou que mantinha contato com um agente paquistanês, para quem repassava as informações confidenciais. Foi este contato, inclusive, que o repassou para as mulheres que ficavam responsáveis por “comprá-lo” com as imagens sensuais e “mantê-lo” interessado com conversas.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Flordelis diz que não cometeu crime nenhum e não tem “medo de ser presa”

Publicados

em


source
Flordelis diz que não cometeu crime nenhum e não tem
Reprodução: iG Minas Gerais

Flordelis diz que não cometeu crime nenhum e não tem “medo de ser presa”

Mesmo com a acusação do Ministério Público de coordenar a morte de seu marido, a deputada federal  Flordelis dos Santos de Souza (PSD-RJ) diz que está sendo injustiçada e atribui a sua filha biológica, Simone dos Santos, as mensagens em que ataca seu conjuge Anderson do Carmo. As informações são do jornal Extra .

“É uma acusação sem nenhum fundamento, sem nenhuma prova. É revoltante. Eu estou muito indignada por estar sendo acusada de algo que não fiz, por um crime que não cometi. Por isso pedi ajuda a investigadores de fora do país, porque vi coisas no processo que não deveriam estar ali”, argumenta Flordelis.

De acordo com a deputada, existem mentiras no processo como “minha ida à uma casa de swing há quase 20 anos atrás. Que eu sou uma seita ; que eu uso perucas “.

A deputada ainda contestou a principal linha de investigação do Ministério Público – como sendo a mandante do crime – mesmo com a sua filha tendo assumido a autoria do crime.

Quando questionada sobre as mensagens enviadas ao filho, em que critica seu marido, Flordelis pede para que provem que foi ela a autora das mensagens. “Na medida em que eu não escrevi essas mensagens, não é prova, não me incrimina. Foram digitadas por outra pessoa. Várias pessoas têm acesso ao meu celular, ele fica nas mãos de terceiros .”


Por fim, a deputada diz que foi colocada no parlamento por vontade de Deus e que não tem medo de ser presa. Segundo ela, “não cometi crime nenhum”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana