mato grosso

Escola Hermelinda Figueiredo passa por transformação e ganha salas climatizadas, refeitório e quadra poliesportiva

Publicados

em


O governador Mauro Mendes inaugurou, na tarde desta segunda-feira (10.05), a nova estrutura da Escola Estadual Hermelinda Figueiredo, no bairro Coophema, em Cuiabá. A unidade, que chegou a ser destaque nacional e chamada de “escola de lata”, foi totalmente transformada e ganhou salas de aulas climatizadas, refeitório e quadra poliesportiva.

“Se o Governo acabasse hoje, e não vai acabar, já teria uma certa sensação de dever cumprido. Porque muito mais que fazer, é importante quando você percebe que está mudando o rumo com as coisas feitas. Esta é a grande contribuição. E a educação de Mato Grosso é um exemplo disso”, declarou o governador, durante a entrega.

Mauro Mendes lembrou que estudou a vida toda em escola pública, se formou na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e destacou a felicidade ao saber que alguns pais do bairro já estão buscando vagas na escola para tirar os filhos da rede particular.

“Isso mostra a inversão daquilo que nunca deveria ter deixado de ser”, completou o governador, defendendo a qualidade do ensino público.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto, enfatizou que a educação de qualidade é o objetivo do Governo do Estado, com investimentos que se aproximam de R$ 1 bilhão na infraestrutura das escolas, na parte tecnológica e pedagógica. “A educação transforma vidas e o Governo de Mato Grosso já deixou claro que prioriza a educação como nenhum outro fez”.

Alan Porto destacou que muitas outras obras da educação estão sendo entregues em todo o Estado e reafirmou que a educação só vai ter resultados se todos se envolverem. “Precisamos unir forças, governo, escola e sociedade para alcançarmos as transformações que tanto desejamos e precisamos”.

Nova escola

O novo prédio, com todas as salas climatizadas, vai fazer diferença, garante os professores.

Celma Aparecida Costa e Silva era professora na unidade na época que containers foram usados para abrigar salas de aula. Ela lembra que as dificuldades eram muitas. Mas agora, com as mudanças implementadas, Celma, que não atua mais na unidade, resolveu matricular a filha de 14 anos, Maria Eduarda Costa, na unidade.

“É outra escola. Não parece que foi reformada. Para quem conhecia a antiga estrutura, a impressão é que foi demolida e um novo prédio construído”.

A adolescente, que sempre estudou em colégio da rede particular, afirma que a nova escola não deixa nada a desejar e garante que há coisas muito melhores. Ela não vê a hora das aulas presenciais retornarem para poder aproveitar a nova estrutura.  

A ex-diretora da escola, a pedagoga Patrícia Fabiana afirma que “parece uma nova escola e essa estrutura vai incentivar os alunos, vai melhorar e muito a aprendizagem de nossos estudantes”.

O novo diretor, Robson Pereira, enfatizou que o Governo do Estado sinaliza de forma concreta que tem a educação como prioridade. “E o que estiver ao nosso alcance, faremos o nosso melhor, para que o resultado seja uma aprendizagem de qualidade aos nossos estudantes, que é o que todos queremos”.

Transformação

O deputado Allan Kardec participou da inauguração e lembrou que foi aluno e professor da Escola Hermelinda Figueiredo. Acompanhado da mãe, a professora Nilza, que atuou por 12 anos na unidade, o parlamentar fez questão de elogiar a transformação e melhorias.

O suplente de senador Fábio Garcia enfatizou que “o que está acontecendo em Mato Grosso não se faz sozinho, se faz com uma grande equipe”. A vereadora por Cuiabá, Michelly Alencar enfatizou a importância dos investimentos que o atual governo faz em educação e esporte e destacou que espera que as mudanças na rede pública estadual de ensino inspirem a gestão municipal.

Também participaram da cerimônia os deputados Thiago Silva e Elizeu Nascimento.

Obras

Além da reforma geral, um novo bloco foi construído, além do refeitório. Com arquitetura moderna, com total acessibilidade, professores e alunos vão se surpreender quando puderem retornar. 

Foram investidos R$ 2.725.705,50 e a unidade passa a contar com nove salas de aula, além de laboratórios e demais dependências.

Quem foi Hermelinda de Figueiredo

A professora Hermelinda de Figueiredo nasceu em Cuiabá no dia 20/12/1898 e faleceu no dia 31/01/1974.

Fez o curso de Normalista pela Escola Normal Pedro Celestino, diplomando-se 19/11/1923 e indo lecionar em Rosário Oeste por 1 ano e dez meses, retornando a Cuiabá em setembro de 1925.

Foi professora por muitos anos e Diretora da Escola Modelo Barão de Melgaço. Seu aluno Hélio Palma de Arruda no cargo de Secretário de Estado de Educação e Cultura de Mato Grosso homenageou-a dando seu nome à Escola Estadual no Bairro Coophema – Cuiabá/MT.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Hospitais regionais serão construídos em terrenos doados por prefeituras; SES trabalha para lançar editais das obras

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) trabalha para lançar os editais de licitação para construção dos quatro novos hospitais regionais, nas cidades de Alta Floresta, Juína, Confresa e Tangará da Serra. As unidades de saúde serão construídas em terrenos doados pelas prefeituras. 

A Superintendência de Obras da SES-MT explica que para a construção das unidades é feita uma parceria com os municípios, que ficam responsáveis por adquirir o terreno e doa-lo para a gestão estadual, que fará a obra. Além disso, antes da construção, as prefeituras devem fazer a sondagem e a topografia da área.

As cidades onde os hospitais serão construídos foram anunciados pelo governador Mauro Mendes e seguirão um padrão de qualidade e modernização das unidades de saúde.

Os hospitais contarão com 141 leitos de enfermaria e 40 UTIs, entre adultas, pediátricas, neonatal e unidade semi-intensiva neonatal, para atendimento na média e alta complexidade.

As unidades de Saúde também terão 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

A previsão é que após a licitação e a definição da empresa que irá tocar cada obra, os hospitais sejam entregues em até 24 meses.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana