economia

Envio de declarações do IR fica levemente abaixo da expectativa

Publicado


.

O número de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física enviadas este ano ficou levemente abaixo da expectativa da Receita Federal. Segundo o órgão, 31.980.151 contribuintes entregaram o documento, contra estimativa de 32 milhões neste ano. Mesmo assim, o total representou crescimento de 4,2% em relação a 2019, quando 30.677.080 contribuintes entregaram o documento dentro do prazo.

O prazo de entrega começou em 2 de março e encerrou-se às 23h59min59s de ontem (30). Inicialmente, a entrega acabaria em 30 de abril, mas foi adiada em dois meses para ajudar os contribuintes com dificuldades em juntar documentos e recibos por causa da pandemia do novo coronavírus.

Quem perdeu a data limite pode enviar a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física a partir das 8h de hoje (1º). O contribuinte será multado em 1% do imposto devido por mês de atraso (limitado a 20% do imposto total) ou em R$ 165,74, prevalecendo o maior valor.

O programa de preenchimento da declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2020, ano base 2019, está disponível no site da Receita Federal. Quem já tem o programa instalado no computador não precisa baixar uma nova versão. O próprio sistema fará a atualização dos valores na hora de imprimir a guia.

Também é possível preencher e enviar o documento por meio do aplicativo Meu Imposto de Renda para tablets e celulares. Por meio do aplicativo, é possível ainda fazer retificações depois do envio da declaração.

Restituições

O pagamento das restituições começou em 29 de abril e vai até 30 de setembro, em cinco lotes mensais. Quanto antes o contribuinte tiver entregado a declaração com os dados corretos à Receita, mais cedo será ressarcido. Têm prioridade no recebimento pessoas com mais de 60 anos, contribuintes com deficiência física ou mental e os que têm doença grave.

Extrato

De acordo com o Fisco, o contribuinte pode acompanhar o processamento da declaração no serviço Meu Imposto de Renda, disponível no Centro Virtual de Atendimento (e-CAC) , no site da Receita. Segundo a Receita, pouco mais de 1 milhão de contribuintes caíram na malha fina neste ano. Por meio do extrato, é possível verificar pendências e fazer uma declaração retificadora para evitar ter a declaração retida.

Neste ano, está obrigado a declarar quem recebeu rendimentos tributáveis, em 2019, em valores superiores a R$ 28.559,70. No caso da atividade rural, deve declarar quem teve receita bruta acima R$ 142.798,50.

Também estão obrigadas a declarar as pessoas físicas residentes no Brasil que receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma for superior a R$ 40 mil; que obtiveram, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens e direitos, sujeito à incidência do imposto ou que realizaram operações em bolsas de valores; que pretendem compensar prejuízos com a atividade rural; que tiveram, em 31 de dezembro de 2019, a posse ou a propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300 mil; que passaram à condição de residentes no Brasil em qualquer mês e assim se encontravam em 31 de dezembro ou que optaram pela isenção do IR incidente sobre o ganho de capital com a venda de imóveis residenciais para a compra de outro imóvel no país, no prazo de 180 dias contados do contrato de venda.

Edição: Graça Adjuto

Comentários Facebook
publicidade

economia

Instituto Êxito lança 70 cursos gratuitos para retornar ao mercado de trabalho

Publicado


source
grupo ser e exito
Instituto Êxito e Grupo Ser

Institutos criaram uma série de cursos gratuitos para preparar e reinserir o público no mercado de trabalho, afetado pela crise da pandemia

Dois institutos – o Instituto Êxito de Empreendedorismo e o Grupo Ser Educacional – disponibilizaram 70 cursos gratuitos voltados para as pessoas e segmentos mais  atingidos pela pandemia da Covid-19.

A edição acontecerá entre os dias 15 e 31 de julho, através do Projeto Capacita, que será mensal. As inscrições já estão abertas e devem ser realizadas pelo  site do projeto, onde também é possível ver a lista completa dos cursos. 

“A expectativa é atingir um grande número de pessoas que necessitam de um bom empurrão para vencer a crise. Queremos estar juntos dessas pessoas, levando conhecimento e, principalmente, esperança”, diz o diretor de governança ambiental e social do Grupo Ser Educacional, Sérgio Murilo.

Planejamento de negócios digitais e a importância do networking (rede de contatos) são alguns dos temas dos cursos abertos aos profissionais interessados. O presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo, Janguiê Diniz, afirma que os temas buscam relacionar assuntos do mercado com a realidade diante da pandemia. 

“O projeto Capacita traz a atualização necessária para profissionais em tempos de isolamento social. Essa iniciativa busca auxiliar, de maneira rápida e eficiente, aqueles que precisam aprimorar seus conhecimentos e superar este momento de muitas adversidades”, declarou. 

As instituições de ensino que participam do Projeto Capacita são:

  • UNAMA – Universidade da Amazônia;
  • UNG – Universidade Guarulhos;
  • UNINABUCO – Centro Universitário Joaquim Nabuco;
  • UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau;
  • UNINORTE – Centro Universitário do Norte;
  • UNIVERITAS – Universidade Universus Veritas. 

As inscrições também podem ser realizadas na área de congressos dos sites oficiais de cada uma delas.

O Projeto Capacita também terá uma série especial de lives durante o mês de julho. A programação envolve professores e profissionais de todo o Brasil debatendo temas do mercado de trabalho atual. As transmissões serão feitas nos perfis oficiais das universidades no Instagram.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana