municipios

Entre as ofertas no interior, Sapezal disponibiliza o maior número de vagas

O trabalhador deve manter seu cadastro atualizado para ter acesso as oportunidades

Publicados

em


Jana Pessôa – Setasc-MT

Oportunidades de emprego são em 29 cidades de Mato Grosso

Oportunidades de emprego são em 29 cidades de Mato Grosso

O Sistema Nacional de Emprego (Sine), por meio da Secretaria de Estado e Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), divulga nesta semana um total de 1.307 oportunidades de emprego em  29 municípios de Mato Grosso.

 

Em Cuiabá são sete vagas disponibilizadas, sendo para auxiliar de almoxarifado, auxiliar de dentista, churrasqueiro, cortador de roupas, costureira de máquina reta. Para os deficientes físicos (PCD) são duas vagas para auxiliar de linha de produção.

 

O município de Várzea Grande conta com um total de 55 oportunidades de emprego. As vagas são para motorista de ônibus rodoviário, auxiliar administrativo, conferente de carga e descarga, ajudante de carga e descarga de mercadoria.

 

Entre as ofertas no interior, Sapezal disponibiliza um total de 302 vagas. As vagas ofertadas são para operador de máquina agrícola, auxiliar de linha de produção, operador de máquinas fixas em geral, trabalhador, agrícola polivalente e trabalhador agropecuário em geral.

 

Lucas do Rio Verde conta com um total de 251 vagas, sendo ofertadas para apanhador na cultura, motorista carreteiro, operador de processo de produção, pedreiro e vendedor interno.

 

Já na cidade de Rondonópolis são 106 vagas para instalador-reparador de linhas telefônicas aéreas e subterrâneas, vendedor de serviços, costureira em geral, auxiliar técnico, instalador-reparador de linhas de comunicação de dados.

 

Clique no link abaixo para saber as vagas

 

Sine disponibiliza 1307 vagas de emprego em Mato Grosso 

 

Serviços

 

Além do trabalho de intermediação de mão-de-obra, o Sine realiza serviços de habilitação do seguro-desemprego, emissão da carteira de trabalho e previdência social.  É preciso verificar na unidade do Sine a disponibilidade das vagas, que são ofertadas diariamente.

 

O número de vagas está disponível de acordo com a demanda das empresas cadastradas no Sine. Os interessados em fazer parte do banco de dados devem estar munidos com os documentos pessoais, carteira de trabalho, comprovante de residência, facilitando os trâmites do atendimento.

 

Em Cuiabá o horário de atendimento do Sine localizado no Ganha Tempo do Ipiranga, do CPA I e do bairro Cristo Rei em Várzea Grande é das 8h às 18h de segunda a sexta-feira. Já no Ganha Tempo do Várzea Grande Shopping é das 10h às 18h.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Rondonópolis

Prefeitura entrega escrituras para moradores de cinco bairros de Rondonópolis

Publicados

em

Mais 35 famílias de cinco bairros de Rondonópolis realizaram, nesta sexta-feira (24), o sonho de ter um documento que comprove a posse definitiva da própria moradia.  Elas receberam de forma gratuita o título  definitivo de propriedade de seus imóveis que aguardavam  há cerca de 30 anos,  em uma reunião realizada com o prefeito José Carlos do Pátio,  no Palácio da Cidadania.

Durante o ato de entrega, ele destacou que com a escritura pública entregue gratuitamente pelo município traz muitos benefícios ao morador, que pode comprovar sua posse e garante segurança social e jurídica. 

“Ao viabilizar a escritura,  estas famílias vão poder conseguir, por exemplo, na Caixa Econômica Federal (CEF) um financiamento para ampliar e reformar a casa. Agora, terão esse direito, antes eles eram excluídos. Podem, agora, enfim, dizer que são donas dos seu imóveis. Isto é inclusão, dar dignidade, é promover cidadania”, frisou o prefeito.

Ressaltou ainda que  desde 2017 já foram realizadas a entrega de 18 mil escrituras em Rondonópolis, por meio do programa de regularização fundiária realizado pela Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo.

“Sabemos a importância deste documento e o quanto ele significa para as famílias. Já estamos na Secretaria de Habitação  com  cinco mil escrituras públicas praticamente prontas para serem entregues e outras 3.500 encaminhadas para  o registro em cartório”, disse José Carlos do Pátio, reclamando da morosidade dos atuais gestores do Cartório do 1º Ofício. “O pessoal que está lá agora estão muito morosos. Antes,  as coisas aconteciam com mais agilidade”, criticou.

A secretária municipal de Habitação e Urbanismo, Huani Rodrigues, observa que a  escritura para uma residência popular custa  de  R$ 8 a R$10 mil e muitos não têm condições financeiras de legalizar o imóvel. “Através do programa de regularização da Prefeitura,  o documento sai sem nenhum custo”.

Ela lembrou que as 35 famílias contempladas com o título definitivo de propriedade de seus imóveis nesta sexta aguardavam por este documento há cerca de 30 anos. “Hoje, realizamos o sonho da garantia da propriedade. É uma luta de todos os moradores e é gratificante para a gestão municipal entregar este documento tão esperado por essas famílias”, falou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana