MULHER

Entenda como funcionam os anabolizantes usados por Michele Umezu

Publicados

em

source
Michele Umezu conta como a rotina saudável e novo corpo melhorou a sua autoestima.
Reprodução/Instagram

Michele Umezu conta como a rotina saudável e novo corpo melhorou a sua autoestima.

A musa fitness Michele Umezu, de 40 anos, mãe de um dos filhos do ex-jogador Ronaldo o Fenômeno, contou recentemente que teve o auxílio de anabolizantes durante o treinamento como fisiculturista, para atingir os desejados 6% de gordura corporal. 

A atleta afirma que teve acompanhamento médico desde o início do tratamento e destaca que antes disso possuía preconceito com os anabolizantes, em parte pelas pessoas que usam os hormônios sem assistência médica. 

“Desde o momento que eu procurei um médico especialista em hormônios para mudar meu corpo, fiz vários exames de sangue para autorização. Mas sempre tive preconceito sobre o assunto. Na verdade, muitas pessoas usam de forma errada, sem um médico para acompanhar. Fazem tudo errado e colocam culpa nos hormônios”, diz Michele. 

Umezu  também questiona o receio de muitas pessoas de se falar sobre o uso dos anabolizantes, afirmando que não ha nada para se ter vergonha. 

“Hoje inclusive existe muito preconceito sobre isso, muita gente falando besteiras. Mas é mais bonito falar o ‘coloquei o chip da beleza’ ou ‘eu só uso GH (hormônio do crescimento)’. Qual o problema de falar?”, questiona Michele. 

Entretanto, quando o assunto são anabolizantes, muitas dúvidas surgem, como: “eles são seguros para a saúde?” ou  “quais são os efeitos colaterais?”. O médico Carlos Machado, autor do livro “Você é o que você Come: como melhorar sua pele, seu corpo, sua saúde”,  explica. 

Segundo o profissional, os anabolizantes funcionam acelerando a fabricação muscular e modificando o metabolismo. No entanto, apenas os anabolizantes não são capazes de fazerem as pessoas emagrecerem ou ter os seus músculos aumentados sem exercícios.

“Muita gente acha que os anabolizantes são uma solução muito rápida para ficar mais forte e sarado. Mas  não é bem assim, eles apenas intensificam a queima de gordura para quem já faz exercícios. Também é importante ficarmos muito atento para sérias consequências, talvez até irreversíveis para a saúde”, fala Machado. 

O médico pontua a importância de um acompanhamento médico rigoroso, já que sem esse cuidado profissional, os anabolizantes podem oferecer efeitos colaterais interversíveis, ou até mesmo colocar a vida do paciente em risco.

“Não só os efeitos menos graves, como acne e queda do cabelo. Os anabolizantes alteram a função do fígado, podendo facilitar inclusive o aparecimento de tumores no organismo, em especial no fígado e no sistema sanguíneo. Além de facilitar a formação de trombos e tromboses sanguíneas e complicações circulatórias graves. Muitos inclusive provocam a sobrecarga renal com doença renal evolutiva e progressiva”, diz o médico. 

Ele também afirma ser de extrema importância procurar profissionais de confiança qualificados e a nunca comprar anabolizantes na Internet. E que além das consequências colaterais citadas acima, em casos graves esses efeitos podem evoluir para doenças como câncer e cirrose.   

“Aumentou muito o número de jovens com insuficiência renal progressiva por uso de anabolizantes.  Nós vemos muito médico que não tem qualificação, mas que entra na área para ganhar o dinheiro, porque comercialmente é muito rentável. E a grande maioria que comercializa esse tipo de produto não tem formação nenhuma, não tem nem noção dos riscos. Às vezes até mesmo médicos falam bobagens sobre o assunto, imagina o pessoal que nem é da área médica. Como eles vão conseguir passar uma orientação correta?”, alerta o especialista.

Agora você pode acompanhar todos os conteúdos do iG Delas pelo nosso canal no Telegram.  Clique no link para entrar no grupo. Siga também o perfil geral do Portal iG.

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

MULHER

5 dicas para economizar na hora de decorar apartamentos pequenos

Publicados

em

source
5 dicas para economizar na hora de decorar apartamentos pequenos
Redação EdiCase

5 dicas para economizar na hora de decorar apartamentos pequenos

Arquiteta explica como planejar um ambiente prático e confortável

Por Milena Job

Os apartamentos de pequena metragem têm se tornado uma tendência nos últimos anos, principalmente entre a população mais jovem. No entanto, decorar esses locais de maneira bonita, otimizada e com um bom custo-benefício não é uma tarefa fácil.

“O estilo de vida de quem busca um imóvel menor é mais sobre o ser do que o ter. Vemos uma mudança de comportamento nos mais jovens, que hoje buscam facilidades, como o retorno do uso de lavanderias coletivas e o uso de aplicativos de transporte. São pessoas com menos tempo nas mãos”, afirma Gabriela Accorsi, arquiteta e cofundadora da startup La Decora.

5 dicas para escolher um modelo de mesa para sala de estar

Decoração automatizada

A La Decora, por exemplo, considerando esse contexto criou um software com o objetivo de democratizar o acesso à decoração de interiores. Ao mesmo tempo que automatiza a produção de projetos, ele otimiza o trabalho do profissional.

“A única maneira de democratizar a decoração é com a automatização das suas fases que não precisam de intervenção humana direta, ao mesmo tempo que a sensibilidade do especialista esteja presente nos momentos necessários e de forma personalizada. Essa estrutura é muito importante em projetos de apartamentos pequenos”, diz a Gabriela Accorsi.

A seguir, confira dicas essenciais da arquiteta para decorar imóveis menores.

1. Construa um projeto

Quando uma pessoa procura imóveis menores e mais baratos, ela não pode se dar ao luxo de errar nas suas escolhas. Por isso, construir um projeto ao lado de um profissional garante uma tomada de decisão correta. “O projeto certifica o cliente que essa compra vai ser a certa e o arquiteto ou decorador resolverá todos os desafios propostos para aquele ambiente, seja em termos de combinação ou espaço”, reforça a arquiteta.

5 dicas para montar uma biblioteca em casa

2. Foque no que é essencial

Mais do que evitar uma poluição visual, a disposição prática de objetos gera conforto em um apartamento pequeno, além de evitar gastos desnecessários. “Entender quais são os itens essenciais para compor o cenário ajudam a formar o local como um lar completo. Por exemplo, uma luminária no centro já resolve a iluminação”, explica Gabriela. “Além disso, é melhor evitar colocar itens supérfluos e não usar papel de parede e painéis para não causar poluição visual”.

3. Otimize espaço

Assim como a escolha do imóvel, é necessária também a escolha dos itens essenciais de qualquer apartamento , otimizando assim o local. “Algumas maneiras de otimizar o espaço do apartamento são: a compra de móveis do tamanho correto, o uso de armários aéreos para maior armazenamento, soluções de baú, espelho para sensação de amplitude, cores claras, cuidado com profundidades excessivas em sofás e móveis de uso duplo (como sofá-cama), mesas de centro que viram banquetas, uma TV que atenda o quarto e a sala por um sistema de giro, por exemplo”, aconselha Gabriela Accorsi.

4. Utilize paredes simples

Em pequenas metragens, as paredes acabam por chamar ainda mais a atenção do que de costume, o que torna esse ponto um dos mais importantes no processo de decoração. “Quanto menor o trabalho de paredes melhor. Ou seja, o uso de papéis de parede e painéis não são aconselháveis para imóveis pequenos”, destaca a especialista.

5 dicas para escolher o pendente para a sala de estar

5. Faça uma pesquisa de mercado

Um apartamento menor mostra, muitas vezes, a escolha do cliente por uma decoração de baixo custo, principalmente para quem tem o orçamento apertado. Nesses casos a priorização pede o investimento em decoração mais assertiva. 

“O consumidor estará muito mais certo da sua compra – no caso de um budget menor – se ele checar diversas opções de lugares e preços a fim de comparação. Nesse sentido, as plataformas digitais são aliadas na etapa seguinte, em que o imóvel já está comprado e precisa ser decorado”, finaliza Gabriela.

Confira mais conteúdos e dicas de decoração na revista ‘Projeto & Decoração’

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana