AGRO & NEGÓCIO

Empresas que cumprem recomendações contra proliferação da Covid-19 terão selo em Mato Grosso

Publicado

Por Luciane Mildenberger

Na luta contra a proliferação do novo coronavírus (Covid-19), o Governo de Mato Grosso sancionou a lei nº 11.174, que institui o selo “Estabelecimento Seguro e Saudável”, com o objetivo de reconhecer empresas que cumpram as recomendações da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT) para evitar a contaminação dos espaços pelo coronavírus. A lei é de autoria do deputado Eduardo Botelho e foi sancionada nesta quarta-feira (15.07).

De acordo com a norma, as empresas que pretendam obter o selo deverão cumprir alguns requisitos, que exigem a implementação de um protocolo interno, em conformidade com as recomendações da Secretaria, bem como assegurem a higienização necessária para evitar risco de contágio e garantam procedimentos seguros para o funcionamento das atividades.

O reconhecimento estará sempre associado ao CNPJ da empresa, que poderá usar o selo fisicamente em suas instalações e nas plataformas digitais.

Para o presidente da Associação de Supermercados de Mato Grosso (Asmat), Alessandro Morbeck, a medida servirá para reconhecer as empresas que cumprem com as recomendações que já são esperadas e realizadas pela grande maioria, além de promover a valorização da imagem desses estabelecimentos perante as fiscalizações de rotina e também frente à sociedade.

“Essa lei é uma excelente ideia que vamos repassar aos associados, porque as empresas que obtiverem o selo ficarão com uma imagem bem melhor perante qualquer tipo de fiscalização, além de servir como parâmetro para os estabelecimentos”, declarou Morbeck.

Dentre os requisitos obrigatórios que as empresas devem ter para buscar o selo, estão possuir equipamentos de proteção individual em número suficiente para todos os trabalhadores, ter estoque de materiais de limpeza de uso individual proporcional às suas dimensões, luvas descartáveis, máscaras descartáveis e álcool em gel a 70º, lixeiras de resíduos com abertura não manual e saco plástico. Caso obtenham o selo, as empresas devem cumprir com essas e outras exigências pelo período de um ano.

Comentários Facebook
publicidade

AGRO & NEGÓCIO

ETANOL/CEPEA: Hidratado segue em valorização no spot paulista

Publicado


Cepea, 20/10/2020 – Os valores dos etanóis hidratado e anidro subiram no mercado spot paulista por mais uma semana. De acordo com pesquisadores do Cepea, o impulso veio da maior demanda, devido à flexibilização das medidas impostas para conter a disseminação do coronavírus e ao consequente aquecimento gradativo da economia. Além disso, muitas distribuidoras tiveram necessidade de reabastecimento após o feriado prolongado da última semana, quando a movimentação nas estradas é maior. Agentes de usinas, por sua vez, ofertaram etanol a valores mais altos. Assim, de 13 a 16 de outubro, o Indicador CEPEA/ESALQ do etanol hidratado fechou a R$ 2,0149/litro (sem ICMS e sem PIS/Cofins), forte alta de 6,36% em relação à semana anterior. Para o Indicador CEPEA/ESALQ do anidro, a média foi de R$ 2,3149/litro (sem PIS/Cofins), elevação de 4,15% na mesma comparação. Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Fonte: CEPEA

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana