AGRICULTURA DE PRECISÃO

Empresas líderes em tecnologia firmam parceria voltada para o campo

Parceria entre a israelense AgriTask e a brasileira Liberali sincronizam dados entre suas plataformas, visando permitir que o produtor rural obtenha rapidez de informações para melhorar sua tomada de decisão

Publicado


Da Assessoria

Parceria Liberali e AgriTask

Parceria Liberali e AgriTask

A startup israelense de agricultura de precisão AgriTask e a empresa brasileira especialista em soluções de gestão para o agronegócio Liberali firmaram importante parceria no qual integram seus sistemas, possibilitando ao produtor rural diminuir o retrabalho de digitação das informações agronômicas para dentro da plataforma Agrícola do SAP Business One. A integração dos sistemas surgiu de uma demanda de um cliente em comum localizado em Primavera do Leste (MT).

Nesse cliente, que planta mais de 40.000 ha de soja, a parceria entre a Liberali e a AgriTask iniciou com o intuito de otimizar os processos de relançamento das informações. Segundo as empresas, hoje o cliente possui a sincronia de dados entre as duas plataformas, possibilitando um melhor controle de sua operação. Além disso, tal sincronia dos sistemas eliminou etapas do processo, tornando a operação mais eficiente e reduzindo a chance de erros operacionais.

“A parceria com a Liberali surgiu por demanda de um cliente em comum e veio de encontro à nossa linha de trabalho em relação às integrações. O processo iniciou-se com a sincronia de alguns dados entre as duas plataformas, como por exemplo os índices pluviométricos, e irá evoluir para que todas as operações agronômicas conduzidas no AgriTask tenham seus dados integrados ao módulo agrícola da Liberali de forma automatizada. Além da redução de retrabalho, isso irá permitir que o cliente tenha acesso aos seus indicadores, tanto agronômicos como financeiros, de forma muito mais simples, completa e confiável”, explica Pedro Selegato, diretor de operações da AgriTask.

A plataforma AgriTask e a parceria com a Liberali é voltada para a agricultura, porém sem restrições em termos de culturas. Pedro Selegato explica que a arquitetura flexível permite que qualquer operação de produção vegetal utilize a plataforma. “Um dos nossos grandes diferenciais são a flexibilidade e capacidade de se integrar à sensores de campo e outras plataformas como a Liberali.  Além da integração com a Liberali, nós também estamos integrados à diversos sensores de campo, como estações meteorológicas, sensores de umidade de solo, controladoras de irrigação, provedores de imagens, sistemas de monitoramento de máquinas entre outros”.

De acordo com o diretor de Inovações da Liberali, Toni Edgar, estas parcerias sempre são bem-vindas, “pois há muita agregação de tecnologias e principalmente, trazendo resultados práticos ao nosso cliente, tornando-o mais ágil e preparado para tomadas de decisões, com este projeto estamos entregando na prática um grande case mundial de IOT”.

Sobre a AgriTask

A AgriTask surgiu em 2010 em Israel e iniciou suas operações no Brasil em 2014. Ela é uma plataforma digital para a gestão agronômica da produção agrícola com o propósito de melhorar a visibilidade sobre as operações de campo, inspeções técnicas, ambiente de produção, variabilidade espacial, disponibilizando informações para que as tomadas de decisão sejam tecnicamente bem embasadas. Hoje atende clientes em mais de 20 países distribuídos na Ásia, Europa, América Latina e África.

Sobre a Liberali

A Liberali é uma companhia provedora de soluções tecnológicas para o agronegócio mundial, atendendo clientes que buscam conformidade, controle de custos, gestão estratégica e tomadas de decisão assertivas. A empresa com mais de 18 anos de experiência desenvolve mais de 24 soluções verticais de gestão para a SAP e em 3 idiomas. Genuinamente mato-grossense, a Liberali conta com clientes espalhados em mais de 20 países. www.lbrit.com.br

 

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Veja os dados do painel Covid-19 desta terça-feira (4)

Publicado


.

Nesta terça-feira (4), Cuiabá tem 12.637 casos confirmados de Covid-19 de residentes no município e 2.499 de não residentes, mas que estão sendo atendidos na capital. Dos confirmados, 2.873 já estão recuperados da doença e houve 579 óbitos de residentes e 269 de não residentes.

Na rede hospitalar há 293 pacientes confirmados com Covid-19 internados, sendo 196 na UTI e 97 em enfermaria. Também estão internados 153 pacientes com suspeita da doença, sendo 72 na UTI e 81 em enfermaria. Do total de pessoas internadas em UTI, 169 são de residentes em Cuiabá e 99 de residentes de outros municípios. Do total de internados em enfermaria/isolamento, 133 pessoas são de Cuiabá e 45 de outros municípios.

Hoje Cuiabá registrou mais 6 óbitos, chegando a um total de 579 mortes. O prefeito Emanuel Pinheiro e o secretário municipal de Saúde, Luiz Antonio Pôssas de Carvalho lamentam profundamente estes óbitos.

Segue abaixo a relação dos óbitos de residentes em Cuiabá:

-Homem, 68 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão e problema cardiovascular. Foi a óbito em 04/08.

-Homem, 67 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão, diabetes, obesidade e problema cardiovascular. Foi a óbito em 04/08.

-Homem, 63 anos, internado em hospital público. Tinha hipertensão, problema pulmonar e diabetes. Foi a óbito em 03/08.

-Mulher, 56 anos, internada em hospital privado. Tinha hipertensão, problema pulmonar e problema cardiovascular. Foi a óbito em 04/08.

-Homem, 51 anos, internado em hospital privado. Tinha hipertensão e problema renal. Foi a óbito em 04/08.

-Mulher, 72 anos, internada em hospital público. Tinha hipertensão. Foi a óbito em 04/08.

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana