POLÍCIA

Empresário do ramo de informática é preso por receptação de notebooks furtados

Publicados

em

Um empresário do ramo de informática flagrado em posse de notebooks furtados de uma clínica foi preso em flagrante pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (04.03), em mais uma ação de combate a crimes de receptação, deflagrada pela Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf-VG).

O suspeito, de 41 anos, é proprietário de uma loja de produtos informáticos no bairro Dom Aquino, em Cuiabá e foi autuado em flagrante pelo crime de receptação qualificada.

Na loja do empresário, os policiais da Derf-VG apreenderam dois notebooks da marca HP, que foram furtados pela funcionária de uma clínica instalada no Várzea Grande Shopping. Interrogado, o empresário disse que adquiriu os notebooks de uma mulher e pagou por cada um deles o valor de R$ 400. Na delegacia, através de fotografia, o suspeito reconheceu a funcionária da clínica como sendo a pessoa que lhe vendeu os notebooks.

Segundo a delegada titular da Derf-VG, Elaine Fernandes da Silva, o empresário estava anunciando os notebooks para a venda em uma página na rede social Facebook. “Apesar de ter comprado os aparelhos por $ 400, o receptador estava anunciado um dos notebooks R$ 849 e o outro por R$ 999, ou seja, buscando obter lucro com os bens receptados”, disse a delegada.

Entenda o caso

Na semana passada, a Derf-VG apreendeu outro notebook furtado da mesma clínica, que estava em poder de outro empresário no bairro Parque Geórgia.

Na ocasião, quatro notebooks foram furtados da empresa. Interrogada a funcionária confessou que furtou os aparelhos para conseguir dinheiro para pagar um agiota.

Ela revelou que levava os equipamentos um a cada dia, para não ser flagrada e escondia os notebooks em uma sacola preta. A suspeita será indiciada em inquérito policial por furto qualificado pelo abuso de confiança.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Rapaz que desapareceu no interior de MT é localizado no interior paulista

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A equipe do Núcleo de Pessoas Desaparecidas (NPD)da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá localizou nesta quinta-feira (15) Leandro Gouveia Prates, 37 anos. Ele está na cidade de Avaré, interior de São Paulo, e foi levado até à delegacia da cidade para prestar informações, após a Polícia Civil de Mato Grosso comunicar a unidade paulista.

Conforme informações repassadas pela família, ele saiu de Nova Olímpia, no interior de Mato Grosso e disse que viria até Cuiabá realizar uma entrevista de trabalho em uma empresa de telecomunicações. Familiares não tiveram mais contato com Leandro desde que ele pegou um ônibus na rodoviária de Nova Olímpia, no dia 06 de abril.  A família então procurou a Polícia Civil e registrou um boletim pelo desaparecimento do rapaz, que não fez mais contato e estava com o celular desligado. 

Com informações passadas pela família, a equipe do NPD rastreou dados que indicavam que o rapaz teria ido para o estado de São Paulo. Uma irmã de Leandro acessou uma rede social dele e conseguiu o histórico de localização, que foi informado à Polícia Civil.

De acordo com o investigador Rafael Mello, a equipe do núcleo checou os itinerários de ônibus que Leandro poderia ter feito e dificuldade foi maior para localizá-lo porque o rapaz tomou diversas conexões de linhas de ônibus até chegar ao destino final, onde estaria uma namorada que ele conheceu pela internet.

Conforme a apuração do NPD, Leandro recebeu uma proposta de trabalho em uma fazenda de cultivo de tomates, no município de Avaré, e não avisou os familiares para que não ficassem preocupados.

Com os dados do desaparecimento e fotos dele divulgadas nas redes sociais e pela imprensa, funcionários da fazenda onde ele já estava trabalhando tomaram conhecimento da busca por Leandro e o levaram até a delegacia de Avaré. Os policiais civis da cidade paulista então comunicaram a equipe do Núcleo de Pessoas Desaparecidas.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana