AGRO & NEGÓCIO

Embrapa destaca diferenciais do bioinsumo CMAA 1363 na Agrishow 2022

Publicados

em


Solução é uma alternativa extremamente eficaz para reduzir os efeitos da seca

Imagine um produto capaz de mitigar os efeitos causados pela seca e também de conferir às lavouras propriedades que auxiliam no combate as altas temperaturas. Essa solução já existe e será apresentada em detalhes pela Embrapa Meio Ambiente, durante a Agrishow 2022,  feira realizada em Ribeirão Preto, entre os dias 25 e 29 de abril.

Trata-se do AURAS ®, tecnologia da Embrapa em parceria com a NOOA Ciência e Tecnologia Agrícola, que tem como base uma rizobactéria isolada da raiz do mandacaru. De acordo com o pesquisador da Embrapa Itamar Soares de Melo, o isolado CMAA 1363, que é a única cepa de Bacillus aryabhattai validada pela Embrapa, apresenta propriedades que contribuem para o sólido desenvolvimento dos cultivos em momentos de estresse abióticos. “Os resultados, após 12 anos de pesquisas, comprovaram a eficácia da rizobactéria como base de um bioinsumo para aumentar a resiliência das lavouras e a capacidade de tolerar longos períodos de estiagem e altas temperaturas”, destaca.

Sistema radicular mais ativo

Glauco Bahia, diretor de Desenvolvimento de Produtos da empresa brasileira NOOA, acrescenta que o AURAS ® estimula a produção de um sistema radicular mais ativo, com maior volume de radicelas, e profundo, proporcionando maior absorção de água. “O aumento de temperatura na planta acima de 30 °C já traz efeitos negativos na fotossíntese, o que afeta diretamente a produtividade. Com o AURAS ®, o aproveitamento da água e sua absorção são maximizados, possibilitando a planta um melhor controle da temperatura foliar e, consequentemente, uma redução do estresse térmico, em comparação com as lavouras que não utilizam a solução da NOOA”, pontua Bahia.

O diretor de Desenvolvimento de Produtos da NOOA acrescenta que o AURAS ® propicia a produção de substâncias que reduzem o acúmulo de estresse nas células. “Com o estresse térmico ocorre a produção de compostos tóxicos resultantes do metabolismo oxidativo da planta. Se acumulados, esses compostos interferem em diversos processos, como, por exemplo, na atividade da fotossíntese da planta que, consequentemente, impacta a produtividade da lavoura. Com a aplicação do AURAS ®, temos maior produção de substâncias protetoras”, explica.

Segurança no ambiente de produção

De acordo com Carlos Marcelo Soares, diretor técnico da NOOA, a rizobactéria propicia outros importantes benefícios para os produtores rurais, por meio do produto AURAS ®. “Além de maior segurança no ambiente de produção, a solução da NOOA/Embrapa promove maior estabilidade do ambiente biológico do solo e otimiza o uso de água da planta, possibilitando a expressão do potencial das lavouras”, explica.

Avaliações de campo comprovam o excelente desempenho do AURAS ® após períodos de estiagem. “O uso da tecnologia permitiu que as plantas inoculadas percebessem o efeito da estiagem dias após as plantas da área sem a tecnologia, contribuindo para o sólido desenvolvimento dos cultivos em que o AURAS ® foi aplicado”, acrescenta o diretor da NOOA.

Outros estudos realizados pela NOOA em parceria com a Fundação MS apontam também a alta eficácia do AURAS ® na redução do estresse hídrico do cultivo de milho, devido ao melhor desenvolvimento radicular, à retenção de água na planta e a produção de substâncias que protegem e hidratam o sistema radicular.

Quer saber mais sobre o AURAS ®? Faça download de um ebook gratuito: https://digital.nooabrasil.com.br/auras

Sobre a NOOA

Fundada em 2016 e com sede em Patos de Minas (MG), a NOOA é uma empresa brasileira que nasceu e se desenvolveu a partir de soluções e tecnologias biológicas, com intuito de produzir e comercializar produtos biológicos. Ao longo dos anos, a NOOA estabeleceu parcerias com renomadas instituições de pesquisa, como Embrapa Meio Ambiente, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, Universidade Federal de Uberlândia e Instituto Biológico.

A NOOA possui uma linha completa de produtos biológicos para todos os cultivos. Entre as soluções, destacam-se os Redutores de estresse, Fixadores e Promotores de crescimento, Protetores Biológicos, Aditivo para inoculante, bioativos para o manejo de pragas e doenças.

Para saber mais, acesse: www.nooabrasil.com.br

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Propaganda

AGRO & NEGÓCIO

Operação fiscaliza produção de fertilizantes no estado de São Paulo

Publicados

em

De 08 e 12 de agosto, uma equipe do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou uma operação de fiscalização da produção de fertilizantes no estado de São Paulo. O estado é o maior em número de estabelecimentos produtores de fertilizantes do país.

Na operação foram apreendidos 100 mil litros de produtos fluidos e 412 toneladas de fertilizantes sólidos. Além disso, 34 empresas da região de Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Barretos foram fiscalizadas e 26 coletas de produtos para análises fiscais, as amostras de inoculantes representam o equivalente a 260 mil doses de produto. A ação tinha como objetivo auditar os processos de produção e os procedimentos de controle de qualidade de fertilizantes.

No total, foram emitidos 22 autos de infração e oito empresas foram embargadas cautelarmente para a realização de adequações. A principal irregularidade constatada foi a ausência ou insuficiência de análises de controle de qualidade das matérias-primas e produtos acabados. 

Ainda foram constatados que diversas empresas produtoras de fertilizantes fluidos estão produzindo adjuvantes. 

Participaram da ação 16 auditores fiscais federais agropecuários, com apoio logístico das Unidades Técnicas Regionais e da Superintendência Federal de Agricultura no Estado de São Paulo (SFA-SP).

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana