Cuiabá

Emanuel destaca entrega de 144 ônibus com ar-condicionado como feito inédito: “Ficará marcado na história”

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou que a entrega dos 144 novos ônibus realizada na terça-feira (03) entrará para a história de Cuiabá. Conforme enfatizado pelo chefe do Executivo, nunca houve na Prefeitura de Cuiabá uma gestão que entregasse tamanha quantidade de veículos climatizados, com wi-fi, câmera de segurança e elevador para atendimento de pessoas com deficiência.

“Esse dia ficará marcado na história da capital. Desde as primeiras horas desta quarta-feira (04), a frota nova já está na rua, fazendo as linhas de grande movimentação e alcançando o maior número de pessoas que dependem do transporte coletivo”, disse Emanuel.

Com essa nova entrega, a frota terá  60% dos ônibus com ar-condicionado. Segundo o prefeito, a revolução no transporte público é um caminho sem volta em Cuiabá. “Meu compromisso firmado com a população é de que, no ano que vem, esse número seja de 75% e até o fim da nossa gestão chegue a 100%. Nada vai tirar a minha alegria, o prazer e a realização de estar à frente do comando da minha terra natal, que tanto amo para fazer uma entrega histórica igual a essa”, agradeceu o gestor municipal.

Sendo orientado tecnicamente, em respeito ao dinheiro público, a economicidade, a MTU colocou portas dos dois lados, prontas para atender o novo modal, seja o BRT ou VLT, o sistema está preparado. “Se der o VLT, a entrada será pela porta do lado direito. Se der BRT será a porta pelo lado esquerdo. Que seja escolhido o melhor modal para a população usuária do transporte coletivo”, acrescentou Pinheiro.

Emanuel Pinheiro lembrou a trajetória já conquistada durante esse período diferenciado de transformação da mobilidade urbana. Começou com a implantação do sistema de integração do transporte coletivo, a fim de diminuir o tempo dos trabalhadores dentro dos ônibus. Além disso, ressaltou as estações na área central, a criação da Linha Expressa, para reduzir o tempo de viagem entre os bairros mais distantes ao centro da cidade, os abrigos de ônibus que estão sendo trocados com o novo padrão estruturante da cidade, com proteção e energia solar.

“Hoje a gestão Emanuel Pinheiro e o vice José Roberto Stopa, superamos todas as expectativas, Entregamos para Cuiabá, volto a repetir, 144 ônibus com wi-fi, ar-condicionado espaço para PcD, sistema de monitoramento e portas dos dois lados para atender melhor os usuários”, disse.

“Esse é o padrão da gestão Emanuel Pinheiro, priorizar os mais carentes, os mais humildes, com respeito e sem arrogância, transformando Cuiabá numa cidade mais inclusiva e muito melhor pra se viver. Com a certeza do dever cumprido e com essa alegria incontida, concluímos mais um compromisso. Quero ver essa frota inteira nas ruas para oferecer um serviço com mais qualidade ainda. É para o povão que administramos com prioridade, na busca incessante da transformação na vida das pessoas”, finalizou. 

 

 

 

 

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Secretaria de Relações Comunitárias apoia lideranças em repúdio a troca do nome de ferrovia

Publicados

em


Jose Ferreira

Clique para ampliar

A Secretaria Adjunta de Relações Comunitárias (SARC),  da Prefeitura de Cuiabá, acompanhou a mobilização comandada por lideranças comunitárias, durante  sessão plenária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso realizada na quarta-feira (22), em favor da manutenção do nome Senador Vicente Emílio Vuolo para a primeira ferrovia estadual de Mato Grosso, com extensão de 730 km. 

A ação aconteceu em repúdio quanto a substituição do nome da via que presta homenagem a Vicente Vuolo, já definido por Lei nº 7.027, de 02 de julho de 1998, de autoria do deputado estadual Wilson Santos (PSDB), sancionada pelo ex-governador Dante de Oliveira, para Olacyr de Moraes,  pioneiro do agronegócio.

Na última segunda-feira (20), foi realizado um ato solene da assinatura do contrato de concessão entre a empresa Rumo/SA e o Governo do Estado, em Cuiabá, Nova Mutum e Lucas do Rio Verde, autorizando a construção da primeira ferrovia estadual de Mato Grosso, porém com outro nome, de Ferrovia Autorizada de Transporte Olacyr de Moraes (Fato). “Nós estivemos na manhã desta quarta-feira na Assembleia, em virtude da grande repercussão negativa. Nós estivemos com diversas lideranças fazendo agenda nas Secretarias. As lideranças mostraram-se indignadas e convidaram a  equipe da SARC, para que acompanhasse a sessão plenária, onde eles iriam demonstrar essa insatisfação, porque essa troca de nome pegou toda a sociedade de surpresa.  O movimento comunitário deve ser ouvido. O ato  demonstra a  sensibilidade do movimento,  já que a história e a luta do senador Vicente Vuolo deve ser respeitada. Ele viveu praticamente uma vida política inteira brigando para que ela se tornasse realidade”, destaca o secretário da SARC, Ricardo Lobo. 

As lideranças representadas pelo presidente da Federação Mato-Grossense de Associações de Moradores de Bairros (Femab), Walter Arruda, pela presidente da União dos Clubes de Mães, Maria Orli, entre outros de diversas regiões de Cuiabá, que estiveram na manifestação, comemoraram o apoio dos deputados estaduais, que estão em favor de manter o nome de Vuolo na ferrovia estadual.

“Eu classifico como um sucesso essa mobilização, pois o clamor da cuiabania foi muito grande. O Vuolo representa o sonho, é o pai da ferrovia. E nós cuiabanos nos sentimos ofendidos pela apresentação do nome Olacyr de Moraes para a substituição, porque o Vuolo tem uma luta inteira em defesa da ferrovia. Chegou a ser ‘classificado’ como louco, na época, quando começou a sonhar com ela. Ele não está mais entre nós, mas o sonho dele continua”, pontua Walter Arruda.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana