mato grosso

Em um mês, 36 motoristas são autuados por embriaguez ao volante em operações integradas

Publicados

em


As operações integradas de fiscalização de trânsito realizadas no mês de fevereiro resultaram na prisão em flagrante de 36 motoristas por embriaguez ao volante. Foram fiscalizados 1.789 veículos, sendo 488 veículos autuados, 303 foram removidos e 76 documentos recolhidos, entre CNH e Licenciamento.

Os números são resultado das 20 blitzes de fiscalização de trânsito realizadas em Cuiabá, no mês de fevereiro, pelo Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) em parceria com o Batalhão de Polícia Militar de Trânsito Urbano, além das quatro operações Lei Seca integrada com as forças de Segurança Pública.

Nas ações, 166 motoristas também foram flagrados conduzindo veículo sem possuir habilitação, uma conduta que constitui infração de trânsito prevista no artigo 162 do Código de Trânsito Brasileiro. A penalidade é de natureza gravíssima no valor de R$ 880,41.

“Nesse caso, o proprietário como responsável pelo veículo também pode ser multado por permitir ou entregar veículo a pessoa nessa condição”, explicou a gerente de Fiscalização de Trânsito do Detran-MT, Kelli Lopes Felix.  

Conforme Kelli, as abordagens a condutores inabilitados têm sido uma das infrações mais recorrentes nas ações de fiscalização de trânsito. “Uma irresponsabilidade muito grande que coloca em risco a vida de terceiros e do próprio condutor”, destacou.  

Nas operações também foram lavrados 761 Autos de Infração de Trânsito e realizados 275 testes de alcoolemia.

As operações integradas de fiscalização de trânsito são realizadas constantemente em locais com maior incidência de infrações e acidentes de trânsito.

Os agentes montam barreiras e bloqueios (blitz) para orientar os motoristas e verificar a documentação dos condutores, as condições de circulação do veículo, estado de conservação, itens obrigatórios e de identificação dos veículos.

“Agimos de forma preventiva e repressiva contra irregularidades administrativas, civis e criminais que possam colocar em risco a segurança no trânsito de toda a população”, completou a gerente. 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Taxa de ocupação das UTIs em Mato Grosso está em 97,73%

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (18.04), 342.896 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 9.084 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 653 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos  342.896 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 11.183 estão em isolamento domiciliar e 320.566 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 516 internações em UTIs públicas e 456 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,73% para UTIs adulto e em 57% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (72.910), Rondonópolis (25.530), Várzea Grande (22.540), Sinop (17.967), Sorriso (12.308), Tangará da Serra (11.451), Lucas do Rio Verde (11.004), Primavera do Leste (9.771), Cáceres (7.351) e Alta Floresta (6.500).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 303.006 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.273  amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (17), o Governo Federal confirmou o total de 13.900.091 casos da Covid-19 no Brasil e 371.678 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 13.832.455 casos da Covid-19 no Brasil e 368.749 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (18).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana