POLÍCIA

Em Sorriso, PM apreende três adolescentes e recupera caminhonete roubada horas antes

Publicado


Em uma ação rápida, policiais da Força Tática e do 12º Batalhão da Polícia Militar de Sorriso apreenderam na noite de sexta-feira (16.10), por voltas das 21h, três adolescente (um de 14 e dois de 17 anos) e descobriram onde estava a caminhonete Nissan Frontier SL 4X4, de cor branca, que eles haviam roubado horas antes.

O veículo, roubada por volta das 19hs em uma via da área central, estava escondido em um galão no Bairro Industrial. De acordo com o registro policial, os adolescentes usaram um veículo modelo Corsa, de cor vermelha, no apoio ao roubo. Chegam nesse carro, dois desceram e renderam os dois ocupantes da caminhonete, dois homens de 53 e 27 anos.

Equipes da PM saíram em buscas assim que foram informadas do roubo pelo sistema de rádio. Avistaram no bairro Vila Bela o Corsa vermelho, que havia sido apontado como carro de apoio ao roubo. Ocupado por dois adolescentes, era dirigido pelo de 14 anos. Ambos confessaram participação no assalto, apontaram o terceiro suspeito e o esconderijo da caminhonete.

Também foram apreendidos dois rádios comunicados, além de munições, porções de droga, celulares, pequena quantia em dinheiro, entre outros objetos. Os três suspeitos, a caminhonete e demais produtos foram entregue nos plantão da Delegacia de Polícia.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Polícia Civil cumpre mandados em investigação para esclarecer desaparecimento de mulher em Cuiabá

Publicado


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Pessoas Desaparecidas, da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), cumpriu dois mandados de busca e apreensão domiciliar na manhã desta quarta-feira (28.10). 

A ação de cumprimento das ordens judiciais fazem parte do inquérito instaurado pela Polícia Civil para investigar o desaparecimento de Lucimar Fernandes Aragão de 40 anos, ocorrido em maio deste ano. 

Os dois mandados de busca e apreensão domiciliar tinham como alvos duas residências de propriedade do principal suspeito (namorado) do desaparecimento da vítima. Uma casa está localizada no bairro Parque Geórgia, na Capital, e a outra situada na Cohab Cristo Rei, em Várzea Grande.

Conforme o delegado da DHPP, Anderson Veiga, que conduz as investigações, a ação na manhã desta quarta-feira é apenas umas das diligências que estão sendo realizadas pelos policiais civis para esclarecer o desaparecimento.

“Nos imóveis foram apreendidos objetos que serão analisados e submetidos á perícia. O trabalho investigativo prossegue de forma interrupta no sentido de localizar a desaparecida, a qual acredita-se que esteja morta e o cadáver ocultado”, informa o delegado Anderson Veiga.

Desaparecimento

Lucimar Fernandes Aragão, 40 anos, desapareceu no mês de maio e somente no dia 10 de agosto, a mãe da vítima procurou a polícia em razão da filha estar um pouco afastada da família.

A comunicante informou que desde maio não falava com a filha, que estava com o celular desligado. A mãe foi até a residência de Lucimar e encontrou a casa e o carro dela com aspecto de abandono.

Na ocasião, ela conseguiu informação da casa onde sua filha estava morando com o namorado. No endereço do namorado, ele foi perguntado sobre o paradeiro de Lucimar, informando que teve uma briga com a namorada e ela teria sumido.

Ainda de acordo com algumas testemunhas, por diversas vezes o casal foi avistado brigando.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana