Cuiabá

Em reunião de planejamento, Pinheiro e Carlina definem prioridades do primeiro semestre de 2021

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

Beco do Candeeiro, Dutrinha e Marco Zero. Essas são as prioridades de entrega estabelecidas pelo prefeito Emanuel Pinheiro, executadas pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer para o primeiro semestre de 2021. Em reunião no último dia 30 de abril, os gestores alinharam o que falta ser feito e o que pode ser realizado ainda este ano para fomentar o setor e levar mais qualidade de vida, emprego e renda aos cuiabanos por meio das ações da Pasta.

“O setor cultural e do esporte é muito rico em ideias, é especialista em se reinventar e quero ouvi-las, quero ver os projetos. Nosso foco até fim de junho é entregar o Beco do Candeeiro, o Marco Zero e o Dutrinha. São obras que vão resgatar a autoestima da nossa gente, que vão dar mais qualidade de vida. Essa é a importância da Cultura e do Esporte, é levar alegria, bem-estar, manter viva a esperança de dias melhores”, disse o prefeito de Cuiabá.

A secretária Carlina apresentou ao gestor do Executivo Municipal projetos que a Pasta vem construindo para o segundo semestre de 2021 e também para no próximo ano. “Temos muitas ideias e estamos buscando parcerias, não vamos ficar restritos ao orçamento municipal. Estamos usando todo o poder de articulação que o setor cultural tem para reacender a cultura e o esporte na capital, fomentando as atividades, seguindo as medidas de biossegurança e garantindo a movimentação que gera não só alegria, mas também emprego e renda”, disse a secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Carlina Jacob.

O Beco do Candeeiro encontra-se em fase de finalização do portal de acesso à rua. Ele foi restaurado com objetivo de chegar o mais próximo de sua construção original. A pavimentação da rua foi refeita utilizando os mesmos paralelepípedos de outrora que ainda estão no espaço. A calçada foi rebaixada, as fachadas das casas restauradas com cores originais e os candeeiros antigos foram recolocados com iluminação moderna. A obra é fruto de um Termo de Ajuste de Compromisso (TAC) e faz parte do calendário de entregas em comemoração ao aniversário de 300 anos de Cuiabá, um resgate histórico da arquitetura local. O investimento foi de R$ 164.285,17. Nos próximos dias, o prefeito Emanuel Pinheiro irá anunciar a data de entrega oficial da obra.

Sobre o Marco Zero, a concretagem do monumento dos três batelões, embarcações esguias que percorriam as águas do Rio Cuiabá há 300 anos já foi finalizada. A estrutura de 17 metros foi projetada pelo professor, historiador, escritor, artista plástico e arquiteto Moacyr Freitas

No momento, a Empresa Cuiabana de Zeladoria Urbana trabalha na construção da praça que irá enaltecer o monumento e para isso, equipe atua no aterramento e compactação do solo no local. O projeto da reestruturação do Marco Zero contempla espaço de valorização cultural e de lazer para a população, com bancos, lixeiras, jardinagem e paisagismo, pintura e iluminação do tipo LED.

Já o Estádio Presidente Dutra, o Dutrinha encontra-se em fase de término do calçamento do estacionamento, que terá capacidade para 100 veículos. O projeto é um grande marco da gestão Emanuel Pinheiro para o segmento do Esporte, sendo a maior obra que o estádio recebeu desde sua construção. Sua entrega está prevista para até o fim do mês de maio.

Também estão sendo confeccionadas três estátuas em homenagem a três atletas do futebol local: José da Silva Oliveira (Bife) que jogou no Operário, Fernando Ferreira Leite (Fulepa) do Mixto Esporte Clube e Albino Gonçalves dos Santos (Avião) do Clube Esportivo Dom Bosco.

Somando-se todas as etapas da reforma ao processo de aquisição de bens permanentes e mobiliário, o orçamento total foi de cerca de R$2 milhões. Todo o investimento foi realizado exclusivamente pelo Município via Fonte 100.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Gestão Emanuel Pinheiro: Viaduto Murilo Domingos garante total fluidez do trânsito; veja fotos 

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

A liberação do viaduto Murilo Domingos – na  avenida Beira Rio – trouxe fluidez no trânsito naquela região. Os agentes de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) acompanharam na terça-feira (11)l, a movimentação dos veículos no primeiro dia de funcionamento da grande obra de mobilidade urbana.

De acordo com o diretor de Trânsito, Michel Diniz, em nenhum momento dos horários considerados de grande movimentação (horário de pico), foi constatado engarrafamento ou outro tipo de ocorrência. O viaduto foi entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro na noite de segunda-feira (10). A obra duplicou a  capacidade do cruzamento, atendendo de forma direta cerca de nove mil  veículos que transitam pela região nos horários de pico e, indiretamente, 145 mil habitantes do entorno.

“Os quatro acessos, avenida Beira Rio nos dois sentidos, avenida Dr. Paraná para quem vem da Ponte Sérgio Motta e av. Tancredo Neves para quem vem do Córrego do Barbado, não registrou nenhum tipo de engarrafamento. A obra de mobilidade mudou 100% o trânsito na região”, destacou Diniz.

 O prefeito Emanuel Pinheiro destacou que a grande obra de mobilidade é um sonho da população cuiabana.  “A região era complicada de congestionamento por causa da demanda da Beira Rio, tanto para quem vinha da ponte Sérgio Motta e quem  transitava pelo córrego do Barbado. Se compararmos com o viaduto Juca do Guaraná, após o término da obra não tivemos nenhum problema. E a expectativa é que agora consigamos melhorar ainda mais a mobilidade de trânsito na região e assim, beneficiar os condutores que estão na Fernando Corrêa e Carmindo de Campos. Esse novo viaduto desafogará essas rotas. Sem falar que está ligado a Várzea Grande e vai descarregar o congestionamento na Ponte Velha e Julio Muller. Então vai melhorar esses acessos e a Cuiabá – Várzea Grande e todos os demais entorno. Um sonho da população cuiabana”, disse o prefeito da Capital.  

Viaduto Murilo Domingos

Possui 200 metros de extensão, 18 metros de largura e 150 metros de muro em escama de concreto. A estrutura conta ainda com 64 vigas de uma ponta a outra. A iluminação da estrutura é feita por lâmpadas do tipo LED que, além de mais econômicas, também são responsáveis por dar maior claridade aos locais em que são utilizadas. No total, a parte superior do elevado conta com 34 postes instalados e a outras 32 luminárias na inferior.

Os estudos de viabilidade realizados para a implantação do viaduto apontaram que o fluxo de veículos tem sido cada vez mais crescente na região, o que resulta em quilômetros de congestionamentos com  espera de mais de 30 minutos, durante o horário de pico.

De acordo com a sondagem, a execução da intervenção pontual na Beira Rio deve duplicar a capacidade do cruzamento, atendendo de forma direta 9 mil pessoas por hora/pico e, indiretamente, 145 mil habitantes do entorno.
 
Confira imagens do repórter fotográfico Luiz Alves, no viaduto Murilo Domingos registradas no primeiro dia de liberação, nesta terça-feira (11):  
 
 
 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana