esportes

Em Recife, Cuiabá enfrenta o Náutico pela Série B do Brasileiro

Publicados

em


Foto: Asscon dourado
Faltando oito rodadas para o final da Série B do Brasileiro, o Cuiabá tem mais um compromisso importante pela frente nesta terça-feira (22), quando enfrenta o Náutico-PE, às 20h30 (de Cuiabá), no estádio dos Aflitos, em Recife, pela 31ª rodada.
O Dourado, do técnico Allan Aal, está na terceira posição, com 50 pontos, mas sabe que terá um jogo difícil pela frente. O Náutico-PE tem 38 pontos, na 18ª posição, e vem batalhando para deixar a zona de rebaixamento da Série B. O time pernambucano venceu dois e empatou dois dos últimos quatros jogos e é forte jogando em casa. Em 14 jogos, são cinco vitórias, sete empates e apenas duas derrotas.
Para a partida desta terça, o Cuiabá não pode contar com o zagueiro Eduardo Kunde, suspenso com três amarelos, além de jogadores que seguem em recuperação de lesões, como Luiz Gustavo, Lucas Hernández, Matheus Barbosa, Elvis e Lenon.
– É mais um jogo decisivo e estamos batendo nesta tecla já há um bom tempo. Trabalhando em cima disso, dentro e fora de campo, e sabemos da dificuldade, mas também da importância para nós, e a dedicação e empenho não será nada a menos do que nos últimos jogos – explicou Allan Aal.
O Cuiabá realizou seu último treinamento ante de enfrentar o Náutico na tarde desta segunda-feira (21), no CT Ninho das Cobras, do Santa Cruz, mas Allan Aal não divulgou o time titular que pretende mandar à campo.
NO APITO:
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO)
Assistente 1: Leone Carvalho Rocha (GO)
Assistente 2: Edson Antônio de Sousa (GO)
Quarto Árbitro: José Woshington da Silva (PE)
TRANSMISSÃO:
SporTV e Premiere
ARTILHEIROS NA SÉRIE B:
8 Elton; 6 Maxwell; 5 Rafael Gava; 4 Felipe Marques e Jenison; 2 Marcinho e Anderson Conceição; 1 Matheus Barbosa, Yago, Elvis, Everton Sena e Felipe Ferreira
CARTÕES AMARELOS:
2 Auremir, Romário, Maxwell, Ednei, Elton, Pierini e Felipe Ferreira; 1 Nenê Bonilha, Rafael Gava, Lucas Ramon, Anderson Conceição, Elvis, Jean Patrick, João Carlos, Yago, Lenon, Luiz Gustavo e Willians Santana
SUSPENSOS:
Kunde
NÚMEROS DO CONFRONTO:
3 – Jogos
1 – Vitória do Cuiabá
0 – Empate
2 – Vitórias Náutico-PE
2 – Gols Cuiabá
3 – Gols Náutico-PE
CURTINHAS:
• O meia Elvis jogou em 38 jogos do Cuiabá no ano. 36 como titular e dois entrando no intervalo. São nove pelo Estadual, 24 pela Série B e mais quatro pela Copa do Brasil.
• O defensor Ednei é o jogador do atual elenco com mais jogos pelo Cuiabá, com 92 partidas. Ele foi campeão do Mato-grossense 2018, da Copa Verde 2019 e conquistou o acesso à Série B do Brasileiro.
• Com oito gols, o atacante Elton é o artilheiro do Cuiabá na Série B.
• O artilheiro do Cuiabá na temporada 2020 é o atacante Maxwell, que anotou 15 gols em 41 jogos. Foram nove gols no Estadual e mais seis na Série B.
• O atacante Jenison tem 69 jogos oficiais com a camisa do Dourado, com 19 gols marcados. Ele também fez parte do acesso à Série B.
• O zagueiro Anderson Conceição soma com o Dourado 63 jogos oficiais e cinco gols anotados.
• Na Série B, o Cuiabá soma 30 jogos, com 14 vitórias, oito empates e oito derrotas. São 36 gols marcados e 29 sofridos.
• Com 10 vitórias, cinco empates e uma derrota, o Cuiabá é o melhor mandante da Série B.
• O Cuiabá é o único representante do estado de Mato Grosso no Brasileiro da Série B deste ano.
• O goleiro Matheus Nogueira já realizou 33 jogos oficiais como titular, com apenas quatro derrotas: para o Bragantino (Série C 2018), Sport (Série B 2019), Chapecoense (Série B 2020) e Luverdense (Estadual 2020).

Comentários Facebook
Propaganda

esportes

Alonso e Arana são premiados na Bola de Prata 2020

Publicados

em


O zagueiro Junior Alonso e o lateral-esquerdo Guilherme Arana venceram a Bola de Prata 2020. A premiação é concedida pela ESPN Brasil, para os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro.

O Atlético tem muita tradição no evento, é o quarto clube com mais atletas ganhadores do troféu (54), atrás, apenas, de Palmeiras, Flamengo e São Paulo.

Júnior Alonso fez 31 jogos no Brasileirão, marcou um gol, deu duas assistências e foi um dos grandes destaques defensivos na competição. O paraguaio se tornou o 8º zagueiro do Galo a faturar a Bola de Prata, antes dele, alguns grandes nomes da nossa história também receberam o troféu: Vantuir, Osmar Guarnelli, Luisinho, Paulo Sérgio, Cláudio Caçapa, Réver e Leonardo Silva.

Já Guilherme Arana atuou em 39 partidas no Campeonato Brasileiro, fez quatro gols, deu sete assistências e, com grandes atuações, chegou à Seleção Brasileira. Arana é o 4º lateral-esquerdo atleticano a conquistar o prêmio. Antes dele, venceram a disputa apenas Dedê, Douglas Santos e Fábio Santos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana