POLÍCIA

Em Paranaita, PM prende mais dois suspeitos por furto a agência bancária

Publicado


.

Após impedir um furto a uma agência bancária e prender um dos suspeitos em flagrante, na manhã de domingo (28.06) em Paranaíta, a Polícia Militar continuou as diligências e em poucas horas, prendeu mais dois homens (21 e 24 anos) envolvidos no crime. Dois revólveres, coletes balísticos, HDs do banco, coldres, 20 munições e diversas ferramentas foram aprendidos na ação policial.

A região foi cercada pela polícia com o apoio de policiais militares de Alto Araguaia, Força Tática, Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e outras equipes da PM para localizar outros membros da quadrilha.

A PM descobriu que dois homens que participaram da tentativa de furto ao banco trabalhavam em um supermercado em Paranaita. A dupla prestava apoio ao primeiro suspeito de 29 anos preso em flagrante incendiando um carro para fugir, que confessou aos policiais que o plano inicial da quadrilha era roubar o estabelecimento comercial.

Durante diligências, os policiais localizaram o suspeito de 21 anos conduzindo um carro Fiat Uno no bairro Setor Piscina, ele foi abordado e preso. O homem confessou à polícia que seus comparsas sabiam do plano para o roubar o supermercado, mas que desconhecia do furto a agência bancária. O suspeito foi detido e entregue à delegacia.

O outro homem denunciado pelos dois comparsas presos procurou a delegacia e se entregou. Na ação da PM, foram apreendidos um carro Fiat Uno, dois revólveres calibre 38, 20 munições, dois coletes balísticos, coldres policiais e recuperados dois HDs retirados da Central de Monitoramento da agência bancária.

A tentativa de furto foi registrada na madrugada de domingo (28), a PM foi acionada após populares ouvirem barulhos dentro da agência bancária. De imediato, os policiais foram até o local e flagraram os suspeitos que reagiaram atirando contra os policiais que revidaram, inciando um confronto. 

Nas diligências, a PM flagrou um dos suspeitos ateando fogo no carro utilizado no crime, o homem atirou contra a equipe policial e foi imobilizado com um disparo de arma de fogo na perna. Preso em flagrante, o suspeito foi encaminhado ao hospital sem gravidade e em seguida entregue na delegacia. 

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Operação Policial acaba com festas clandestinas e aglomerações na capital e interior

Publicado

A Polícia Militar faz operação de repressão a festas clandestinas, reuniões, encontros e outros eventos e atividades proibidas durante a pandemia do coronavírus (Covid -19). A operação, denominada ‘Dispersão II’, está sendo realiza   desde a noite de sexta-feira(03.07) nos 141 municípios.

As equipes atuam no policiamento e fiscalização independente sobre o uso obrigatório de máscaras, proibição de aglomerações, entre outras medidas, conforme estabelece os decretos estaduais 532 e 465/2020, os quais definem as atribuições da Polícia Militar durante o estado de calamidade pública em função da pandemia. Em todas as regiões do Estado os policiais também atuaram em apoio aos municípios.

Em Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá, a PM fez 38 conduções à delegacia e acabou com uma festa clandestina regada a bebida, droga, presença de menores e até com apreensão de arma de fogo. Em Barra do Garças(509 km de Cuiabá), a denúncia de uma festa de aniversário em uma chácara levou à prisão de um homem e apreensão de uma espingarda e 56 munições.

Em outros municípios também ocorreram conduções para delegacias, dispersões de pessoas aglomeradas e outras situações. Em Acorizal (62 km de Cuiabá), policiais militares deram apoio a agentes municipais na fiscalização de bares, distribuidoras de bebidas e outros. Na noite de sexta-feira, bares de três comunidades rurais foram notificados.

Na mesma noite, em Cuiabá, nos bairros CPA, policiais militares encontraram muitas pessoas aglomeradas em bares consumindo bebidas alcóolicas. Com o apoio da PM, fiscais da prefeitura notificaram os estabelecimentos e orientaram os consumidores a retornarem para suas casas. Os mesmo ocorreu em dois bares do bairro Altos da Serra e diversas regiões da cidade.

Em Chapada dos Guimarães (67 km de Cuiabá), junto com a Prefeitura a PM montou barreiras, uma delas na chegada da cidade, próximo a comunidade Água Fria, fazendo abordagens de pessoas, orientação sobre medidas de restrição e prevenção ao coronavírus e vistoria e checagem de veículos.

Essa operação que está em curso é a segunda, ‘Dispersão II’, com reforço nas atribuições próprias da PM no que se refere à pandemia, previstas em decretos estaduais, e principalmente em apoio aos municípios.

A PM reforça que o objetivo e principal e orientar, conscientizar sobre a gravidade do momento que o Estado está passando com o aumento do número de pessoas internadas e de mortes provocadas pela Covid-19.

DADOS

Entre os registros das ações da PM estão: 3.100 dispersões (acabou com festas, acampamentos e outros eventos),  1.600   notificações em comércios por haver pessoas sem máscaras.

Também já fez cerca de 950 conduções de pessoas a delegacias por insistência, resistência e reincidência no descumprimento de medidas de saúde pública(por fazer aglomerações, festas, não usar máscaras entre outras).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana