artigos

Em outro patamar

Publicado

Por Francisney Liberato

“Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença”. Mas Jonas fugiu da presença do Senhor, dirigindo-se para Társis. Jonas 1:1-3

Após a partida de futebol entre o Flamengo e o Vasco pelo Campeonato Brasileiro de 2019, o jogador rubro-negro Bruno Henrique declarou: “Estamos em outro patamar”. A declaração polêmica gerou muitos “memes” e críticas pelos esportistas e comentaristas de futebol.

Depois, o jogador se explicou sobre o fato informando que ele entende que o Flamengo estava sim em outro patamar e acima da média em relação aos concorrentes. De certo modo, ele estava correto, pois o time, ao final do ano, conquistou o Campeonato Carioca, Campeonato Brasileiro e a Taça Libertadores da América, além de quebrar muitos recordes.

A missão dada por Deus a Jonas era para que ele fosse a Nínive, mas ele desobedeceu e foi para a cidade de Társis.

Grosso modo, Nínive era uma cidade maior do que Társis. Nínive tinha fama de ser perversa e pecadora.

O foco da história, além da desobediência do ser humano, era também a localização geográfica da cidade. Nínive estava ao Norte (acima), e Társis, ao Sul (abaixo).

A missão de Deus para os seus filhos é: quero elevar vocês a outro patamar! Deus pretende que tenhamos essa consciência. A princípio, até podemos entender que a Sua missão seja difícil e árdua. Como muitos indivíduos pecadores, optamos por ir a outros lugares e fugir de Deus.

Como é simples estarmos em outro patamar com Deus, basta apenas obedecer a Ele. Isso é maravilhoso, e contempla todos os seres humanos, independente do seu nível intelectual, racional, emocional e financeiro; saiba que, com Deus, você estará em outro patamar.

Só Deus conhece o futuro. Se utilizássemos toda a nossa inteligência, ainda assim, seria impossível conhecer o futuro. Nós conseguimos enxergar apenas o presente, e mesmo assim, de forma atrapalhada.

Desobedecer a Deus é provocar a Sua ira. Se Deus determinou uma missão para nós, Ele sabe dos nossos pensamentos e atitudes, sabe o que é melhor para nós. Deus nunca nos dá um fardo que não podemos carregar. Ao agir por conta própria, você permite que Ele fique desgostoso em relação a sua vida. Ainda bem que Deus é misericordioso e perdoa as nossas falhas, assim como aconteceu com Jonas.

Ninguém foge de Deus. Mesmo que Jonas tenha optado por fugir, indo para outra cidade, para baixo, Deus não desistiu dele e o encontrou. Às vezes, aprendemos por amor, já outras vezes, pela dor. E Jonas aprendeu pela dor, infelizmente. Como seres humanos, temos a tendência de agir como Jonas. Muitas vezes queremos contrariar a vontade de Deus e fugir do que Ele tem preparado para nós.

Deus pretende nos elevar a outro patamar, para cima. Ele quer que sejamos indivíduos acima da média. Ele não nos criou para sermos pessoas infelizes e medíocres. Ele quer o melhor para a nossa vida, por isso, é necessário que obedeçamos às Suas leis e os Seus princípios de vida, pois Ele sabe o que é melhor para nós.

O jogador tinha razão, precisamos estar acima da média, mesmo que possa parecer um insulto para outros. Devemos sempre buscar o nosso melhor todos os dias.

Deus quer elevar o nosso patamar, assim como fez com Jonas, basta apenas confiar.

Francisney Liberato Batista Siqueira é Auditor Público Externo do Tribunal de Contas de Mato Grosso e Chefe de gabinete de Conselheiro do TCE-MT. Escritor, Palestrante, Professor, Coach e Mentor. Mestre em Educação pela University of Florida. Doutor em Filosofia Universal Ph.I. Honoris Causa. Bacharel em Administração, Bacharel em Ciências Contábeis (CRC-MT) e Bacharel em Direito (OAB-MT). Autor dos Livros: “Mude sua vida em 50 dias”, “Como falar em público com eficiência”, “A arte de ser feliz”, “Singularidade”, “Autocontrole” e “Fenomenal”.

 

Comentários Facebook
publicidade

artigos

A ansiedade baixa a imunidade

Publicado

Por Eluise Dorileo

Nesses tempos de Covid-19 muitas pessoas têm ficado isoladas e isso gera ansiedade. Com isso o  cortisol que é o hormônio do estresse é liberado baixando a imunidade.

Imunidade baixa é um campo fértil para várias doenças de ordem física, mental e emocional.  E vem a pergunta: Como lidar com as emoções que o coronavírus pode trazer?

 Esse momento que estamos passando é muito sério, onde cada um deve se perceber neste processo para poder mudar seu destino e ressignificá-lo.

 A Lei da Atração é algo inevitável em nossas vidas, e que quanto mais focamos nosso pensamento em alguma coisa a possibilidade de materialização da mesma é enorme.

 Devo acrescentar também que se o pensamento vier acompanhado de sentimento, aí a potência de concretização é ainda maior. Entenda que o que muda positivamente ou faz o milagre em nossa vida é você sentir que está completamente imunizado. Desta forma, acionamos a possibilidade de não adoecer.

 A frase que deve vir com o sentimento de paz e confiança é: “Dou graças por ter a saúde perfeita, total e definitiva”.

 Eu sei que é difícil não pensarmos no perigo de se contaminar pelo coronavírus. Mas tente esquecer a ideia do perigo do vírus enquanto ora.

 Olhando para essas informações, imagino que seja adequado acionar a autorresponsabilidade e apesar desta eminente situação, devemos reconhecer nossos medos para não agir e atrair a partir deles.

 Se nossas emoções, ações e pensamentos se tornam o nosso campo vibracional, temos responsabilidade grande sobre o que vamos colher neste momento tão desafiador para a humanidade.

 Busque pegar para você a sua força interior e o seu poder de cura e de se imunizar contra o coronavírus. Seu organismo pode focar em não adoecer ao simples comando do cérebro.

 Diga não à ansiedade e ao medo de ser contaminado pelo coronavírus e bora para a vida.

 Eluise Dorileo é psicóloga, terapeuta familiar e maestria nas novas constelações quânticas – Email [email protected]

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana