POLÍCIA

Em menos de 24 horas PRF realizou três apreensões de droga em Rondonópolis

Publicados

em


As ocorrências aconteceram na Unidade Operacional da Polícia Rodoviária Federal em Rondonópolis entre terça e quarta-feira.

Na primeira situação, a equipe da PRF notou contradições nas respostas apresentadas por uma das passageiras fiscalizadas. Diante da suspeita, foi feita uma busca nos pertences dela, sendo encontrado dentro da forração da bolsa, uma embalagem de café, a qual apenas escondia a droga. Indagada sobre o ilícito, afirmou saber que era droga e que pegou em Cuiabá/MT e levaria até Ponta Porã.

Na segunda ocorrência, o ônibus o qual foi parado fazia o trajeto Aripuanã/MT – Brasília, uma passageira levantou suspeita da equipe da PRF que fazia a fiscalização. Ao ser perguntada sobre os motivos da viagem, ela afirmou que teria ido visitar a mãe a qual tinha se casado no Acre, porém não sabia indicar o local e também não tinha fotos do casamento. Diante disso, foi questionada a respeito das bagagens, afirmou que apenas trazia uma bolsa de mão e um travesseiro, ao solicitar que ela pegasse sua bolsa foi retirado o travesseiro de cima do banco para que coubesse a bolsa, para surpresa o travesseiro estava pesado e com um objeto dentro, um invólucro com droga que aparentava estar preparado para ser transportado junto ao corpo.

Na última situação, o ônibus realizava o trajeto Cuiabá/MT – Rio de Janeiro e durante a fiscalização aos passageiros, uma mulher chamou a atenção devido ao volume sobressalente em seu abdômen, destacando-se mesmo com o casaco por cima. Ao abrir o zíper do casaco foi revelado um pacote retangular com droga. Indagada sobre o conteúdo, afirmou que pegou o entorpecente em Cuiabá e levaria até o Rio de Janeiro, e disse ainda que sabia ser droga, porém não sabia qual.

Ao total foram apreendidos cerca de 4 kg de cocaína. Todas as três mulheres foram detidas e encaminhadas à Polícia Civil de Rondonópolis para os procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Força-Tarefa cumpre 61 mandados de prisão e busca e apreensão contra integrantes de facções criminosas em MT

Publicados

em

Força-Tarefa composta pela Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Militar, deflagrou a Operação Dissidência para cumprimento de 22 mandados de prisão preventiva, 03 prisão temporária e 36 busca e apreensão nos estados de Mato Grosso e Rio de Janeiro contra envolvidos em crimes como homicídios, tortura e tráfico de drogas.

Durante as investigações da Força-Tarefa foi identificado que na região centro-norte do estado de Mato Grosso estaria ocorrendo uma guerra entre uma facção criminosa e sua dissidência pelo controle na venda de drogas, principalmente, no município de Sorriso, o que provocou um aumento exponencial em homicídios no município.

A Força-Tarefa de Segurança Pública instaurou um inquérito policial para apurar os fatos e, com um complexo trabalho de investigação e de inteligência, as equipes identificaram os líderes das facções na região, inclusive, de dentro do sistema penitenciário, bem como outros integrantes responsáveis por promover homicídios, torturas, tráfico de drogas, entre outros crimes graves. Também foi possível identificar uma mulher de 30 anos como uma das líderes do grupo criminoso, que residiria no estado do Rio de Janeiro e transitava com frequência entre os municípios do Rio de Janeiro e Macaé, locais onde possuía residência.

Foram cumpridos mandados expedidos pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Sorriso/MT nos municípios de Cuiabá/MT, Várzea Grande/MT, Sinop/MT, Sorriso/MT, Marcelândia/MT, Peixoto de Azevedo/MT, Terra Nova do Norte/MT, Tangará da Serra/MT, Guarantã do Norte/MT, Rio de Janeiro/RJ e Macaé/RJ. Também foram cumpridos mandados de prisão na Penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Leite Ferreira, em Sinop; na Penitenciária Central do Estado e na Penitenciária Feminina Ana Maria do Couto May, ambas em Cuiabá e na Cadeia Pública de Peixoto de Azevedo, em desfavor de criminosos que já se encontravam presos.

Além das equipes da Polícia Civil, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar, que incluíram cães farejadores com o intuito de busca por entorpecentes, também foram utilizados helicópteros do Centro Integrado de Operações Aéreas (Cioaper) e da Polícia Rodoviária Federal. A FTSP/MT tem por objetivo a atuação conjunta e integrada no combate ao crime organizado no estado do Mato Grosso.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana