Saúde

Em dia de aprovação de vacinas, Brasil registra 551 mortes nas últimas 24 horas

Publicados

em


source
virus
Luis Barrucho – @luisbarrucho – Da BBC News Brasil em Londres

Em dia de aprovação de vacinas, Brasil registra 551 mortes nas últinas 24 horas

No dia em que a  Anvisa aprovou o uso emergencial de dois imunizantes, a vacina do Butantan e a de Oxford, o Brasil  registrou, neste domingo (17), 551 vidas perdidas pela Covid-19 apenas nas últimas 24 horas.

Ao todo, desde o início da pandemia, a doença já fez 209.847 vítimas em território nacional. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde  (Conass).

Além disso, o país notificou mais 33.040 casos da doença no último período, o que eleva a média móvel de casos para 54.616 casos por dia durante a semana. O país também aponta 964 mortes por dia durante esta semana, número bastante próximo do pico registrado em julho de 2020.

Você viu?

O estado mais atingido pela  Covid-19,  em números de mortes e casos, é São Paulo, com 1.652.339 diagnósticos de infecção. Minas Gerais está em segundo lugar, com 643.609 casos positivos desde o início da pandemia. Ao todo, o Brasil já notificou 8.488.099 casos da doença.

Amazonas 

O estado do  Amazonas,  que vive uma crise por conta do aumento no número de internações e pela falta de oxigênio, registrou, apenas nas últimas 24 horas, 1.277 casos da doença, com 68 mortes.

No total, o estado já acumula 6.191 óbitos pela doença e 230.644 casos. A taxa de letalidade no estado é maior que a média geral também. Por lá, o número é de 2,7%, enquanto a média nacional é de 2,5%.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Rio de Janeiro atinge 93% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19

Publicados

em


source
Rio de Janeiro tem 93% dos leitos de UTI ocupados e 73% de leitos na enfermaria
Reprodução: ACidade ON

Rio de Janeiro tem 93% dos leitos de UTI ocupados e 73% de leitos na enfermaria

Um balanço divulgado pela Secretaria estadual de Saúde no início da noite deste sábado mostra que 93% dos 616 leitos de UTI do Sistema Único de Saúde (SUS) disponíveis para atender pacientes com Covid-19 na capital estão ocupados. Parte dessas vagas estão sendo preenchidas, inclusive, por pacientes vindos da região Norte do país. No caso de vagas de enfermarias, os pacientes com diagnóstico de Covid-19 ou de síndrome respiratória aguda grave, a taxa de ocupação chega a 73% dos 640 leitos.

Entre as unidades que praticamente não têm mais vaga de UTI para Covid-19 está o Hospital Ronaldo Gazolla, em Acari, referência no tratamento da doença. No fim da tarde, 141 das 143 vagas estavam preenchidas e havia a expectativa da chegada de mais um paciente. No caso das enfermarias, a unidade tinha 169 de suas 237 vagas preenhidas.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, prevê que a ocupação de leitos na capital deva diminuir no início da semana.

“Essa é uma estatística de momento. Mas se for preciso, parte das vagas de enfermaria do Gazolla podem ser convertidos em UTI rapidamente”, disse o secretário.

Você viu?

Ao todo, 975 pessoas estão internadas na cidade com sintomas de Covid-19. Treze pessoas aguardam vagas ou transferência.

Em 24 horas, foram diagnosticados 107 novos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave. Ao todo, desde o início da pandemia, 209.527 pessoas contraíram a doença e 19.115 morreram na cidade, segundo dados da Secretaria municipal de Saúde.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana