BRASIL E MUNDO

Em despedida, Merkel diz a premiê que “amor pela Itália continuará”

Publicados

em


source
 Angela Merkel
Reprodução

Angela Merkel

Perto de deixar o poder após 16 anos como chanceler da Alemanha, Angela Merkel se reuniu nesta quinta-feira (7) com o primeiro-ministro da Itália, Mario Draghi, e declarou seu amor pelo país.

Em tom de despedida, a reunião foi marcada pelo clima amistoso e pelas trocas de elogios entre Merkel e Draghi, que conviveram de forma próxima durante os oito anos (2011-2019) em que o italiano foi presidente do Banco Central Europeu (BCE), no período mais difícil da crise do euro.

Na época, Draghi tranquilizou mercados ao prometer que faria o que fosse preciso para preservar a moeda europeia e conseguiu conter a crise com um bilionário programa de compra de ativos nos Estados-membros, apesar da forte oposição da Alemanha.

“Talvez esse seja nosso último encontro bilateral, e me sinto muito feliz em estar aqui. Em poucos meses [Draghi é premiê desde fevereiro], criamos uma colaboração muito estreita. Também cooperamos quando ele estava no Banco Central, e Draghi foi um protetor do euro”, admitiu Merkel em coletiva de imprensa no Palácio Chigi, sede do governo italiano, em Roma.

Leia Também

Em seguida, a chanceler se declarou à Itália, país onde sempre passa férias, seja nas montanhas do extremo-norte, seja nas ensolaradas ilhas do sul. “Meu amor pela Itália vai continuar. Vou ficar um tempo em Roma, voltarei à Itália em outras vestes”, disse.

Draghi, por sua vez, devolveu os elogios e agradeceu a Merkel por seu “papel determinante ao desenhar o futuro da Europa nos últimos anos”. “A chanceler foi uma campeã do multilateralismo quando outros países se colocaram com o protecionismo. Foi um exemplo para tantas garotas e mulheres interessadas na política”, declarou.

Além disso, destacou que Merkel sempre “apoiou com grande convicção a independência do Banco Central Europeu”, mesmo quando a instituição era “atacada por causa das políticas expansivas necessárias para proteger a integridade da moeda única”.

“Sou pessoalmente grato pelas conversas daqueles anos difíceis”, acrescentou o premiê. Chanceler desde 2005, Merkel aguarda apenas a conclusão das negociações entre sociais-democratas, verdes e liberais para deixar o poder definitivamente.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Canadá e Reino Unido se unem a boicote aos Jogos de Inverno da China

Publicados

em


A Inglaterra comunicou nesta quarta-feira (8) que se juntará aos Estados unidos, Canadá e Austrália em um boicote diplomático aos Jogos de Inverno da China, que acontecerão em 2022.

A Casa Branca anunciou na última segunda que oficiais americanos não vão comparecer ao evento, apesar de não proibir que atletas da delegação participem. A motivação são as inúmeras violações a tratados internacionais de direitos humanos causadas pelo governo de Pequim, as quais o governo classificou como “atrocidades”.

“Haverá efetivamente um boicote aos Jogos de Pequim. Nenhum ministro ou oficial deverá comparecer”, afirmou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson.

“Não acho que boicotes esportivos sejam sensatos, e essa continua sendo a política do governo”, complementou o primeiro-ministro.

A agência de notícias Reuters informou que a China não havia emitido nenhum convite a ministros britânicos.

“As Olimpíadas de Inverno de Pequim são uma reunião de atletas olímpicos e amantes de esportes de inverno de todo o mundo, não uma ferramenta de manipulação política para qualquer país”, relatou um representante diplomático chinês.

O anúncio de que o Canadá também se juntaria ao boicote foi feito também hoje pelo primeiro-ministro Justin Trudeau.

“Muitos parceiros ao redor do mundo estão extremamente preocupados pelas violação repetidas aos direitos humanos cometidas pelo governo chinês. Por essa razão, anunciamos hoje que não enviaremos qualquer representação diplomática para as Olimpíadas de Pequim”, disse o primeiro ministro canadense em uma coletiva de imprensa.

com informações da Reuters

matéria atualizada 19h04 para acréscimo de informações

Edição: Bruna Saniele

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana