POLÍCIA

Em abordagem, policiais entraram armas de fogo e munições em Guiratinga

Publicados

em


Dois homens de 36 e 45 anos foram encaminhados à delegacia nesta sexta-feira (17.04), por porte ilegal de arma de fogo, em uma comunidade rural de Guiratinga (a 328 km de Cuiabá).

Os policiais do 2º Pelotão realiza patrulhamento rural e solicitaram ordem de parada ao motorista que conduzia uma caminhonete Hilux prata, na companhia de outro homem. Na vistoria, foi notado um embrulho aparentando serem armas de fogo.

Questionado, o motorista confirmou se tratar de três armas longas.  Duas espingardas de calibre 28 e 40 e um rifle calibre 22, além de 150 espoletas, 43 munições de calibre 22, 15 cartuchos de calibre 28, pólvora, chumbos e dois rádios comunicadores.

As duas espingardas tinham registro e foram apresentados, mas sem a guia de transporte. O rifle que seria do passageiro que não tinha registro, porte e a guia.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Duas pessoas envolvidas em esquema de desvio de cargas de soja são presas em flagrante

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Brasnorte prenderam nesta quarta-feira (05.05) duas pessoas envolvidas em um esquema de desvio de cargas de soja de uma propriedade rural do município. Com apoio da equipe da Polícia Civil e Polícia Militar de Campo Novo dos Parecis, o caminhão que transportava a carga foi abordado no município e recuperada 49 toneladas de soja retiradas do armazém da vítima sem nota fisal emitida pela proprietária dos grãos. 

O proprietário da fazenda desconfiou de que estivesse sendo vítima de um esquema de desvio de cargas de soja e procurou a Delegacia de Brasnorte para registrar a ocorrência. Ele relatou que desde os primeiros meses deste ano deu falta de toneladas de soja do setor de armazenamento da fazenda e suspeitava que carretas retiravam carga de soja com notas frias. 

A partir das informações repassadas pela vítima, o delegado Heberth Hugo Montenegro instaurou investigação para apurar os fatos. 

Nesta quarta-feira (05), o proprietário da fazenda informou a Polícia Civil que uma carga saiu da fazenda e seguiu em direção ao município de Campo Novo dos Parecis, sem documentação fiscal dos grãos transportados. 

Após solicitação de apoio à Delegacia de Campo Novo dos Parecis, o caminhão foi abordado e com o motorista, de 35 anos, foram encontradas notas fiscais falsas. Ele foi preso em flagrante e conduzido à delegacia de Brasnorte. 

Depois da apreensão da carga, os policiais de Brasnorte foram até o escritório da fazenda da vítima onde indagaram uma funcionária sobre o esquema de desvio das cargas de soja. Ela confessou a participação na ação criminosa, detalhando sobre a facilitação e o despacho das notas frias de soja emitidas por ela para que as carretas pudessem sair da fazenda com as cargas. 

A funcionária da fazenda, de 37 anos, relatou aos policiais que recebia R$ 10 mil por carreta que saía com nota fria da propriedade rural. A suspeita passou mais informações e participação de outras pessoas no esquema, que serão apuradas pela equipe da Polícia Civil de Brasnorte. Na casa dela, os policiais apreenderam um notebook e um celular que será analisado. 

De acordo com o delegado, as cargas desviadas da propriedade causaram um prejuízo estimado pela vítima em R$ 1 milhão. A carga aprendida nesta quarta-feira está avaliada em 135 mil reais.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana