POLÍTICA NACIONAL

Eleição na Câmara: líder ruralista critica Bolsonaro por cobrar apoio a Lira

Publicados

em


source
alceu moreira
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

Deputado Alceu Moreira.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) tem pressionado  a bancada ruralista para que os deputados votem em  Arthur Lira (Progressistas-AL) para assumir a presidência da Câmara. Em resposta, o líder da Frente Parlamentar Agropecuária (FPA), Alceu Moreira (MDB-RS), criticou a estratégia de Bolsonaro de utilizar políticas de governo para cobrar apoio numa eleição interna do Congresso. As informações foram dadas pelo jornal O Estado de S.Paulo .

“É um erro ingênuo do governo. A FPA não é partido, isso é um erro político”, disse Moreira.

O líder da bancada ruralista foi um dos deputados que declarou apoio a Baleia Rossi (MDB-SP), candidato apoiado pelo atual presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) . A FPA conta com 241 membros, incluindo os candidatos Arthur Lira e Baleia Rossi .

Jair Bolsonaro cobrou publicamente os ruralistas para que votem em Lira pelo menos em duas ocasiões.

Na última segunda-feira (11), o presidente afirmou que o agronegócio está “bombando” e, por isso, os deputados deveriam apoiar o candidato do governo. Ontem (12), Bolsonaro argumentou que Lira irá permitir o avanço da reforma agrária e da regularização fundiária.

Para Alceu Moreira , “o sucesso do agro tem a participação do governo, com o brilhantismo da ministra [da Agricultura] Tereza Cristina e também com a atuação da Frente, mas quem merece os aplausos é sua excelência, o produtor rural”.

Ele também afirmou que a eleição na Câmara não pode se transformar em uma disputa entre Bolsonaro e Maia .

O deputado Kim Kataguiri (DEM-SP), que faz parte da bancada ruralista, diz que a atitude de Bolsonaro é “chantagem”.

“A bancada é suprapartidária e independente. Qualquer tentativa de torná-la submissa a qualquer liderança política gerará sentimento de corpo contra essa liderança”, afirmou.

Um dos vice-presidentes da FPA, Evair de Melo (Progressistas-ES) disse não haver apoio formal da frente a um candidato e que não há qualquer atrito com o governo. “Isso não é um assunto para a bancada tratar, por isso, não tem crise instalada”, declarou.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Ciro Nogueira é investigado pela PF por suspeita de beneficiar empreiteiras

Publicados

em


source
O senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido)
Isac Nóbrega/Presidência/20-05-2021

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

Escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir a Casa Civil, o senador Ciro Nogueira (PP-PI), líder do Centrão, é alvo de cinco investigações originadas na operação Lava-Jato, sendo duas delas sigilosas. A Polícia Federal apura a suspeita de Nogueira beneficiar empreiteiras.

Em um dos casos investigado sob sigilo na PF, Nogueira teria recebido pagamentos da OAS em troca do apoio a uma medida provisória em tramitação no Senado. Em outro, ele pode ter exercido influência na liberação de um financiamento para a Engevix na Caixa Econômica Federal. Ciro Nogueira nega as acusações e diz que não tem nenhum envolvimento em irregularidades.

Além delas, nas outras três investigações, a Procuradoria-Geral da República (PGR) apresentou duas denúncias contra o parlamentar: acusando-o de receber propina de R$ 7,3 milhões da Odebrecht em troca de apoio no Congresso; e por obstruir investigações ao atuar para mudar o depoimento de um ex-assessor do PP que estava colaborando com a Justiça. Esses dois casos ainda não foram julgados pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Ele também é investigado pela PF por suposto envolvimento em esquema de propina do grupo J&F para compra de apoio do PP à reeleição de Dilma Rousseff.

– Com informações de O Globo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana