Várzea Grande

Educação realiza Avaliação Nutricional e reforça alimentação saudável para alunos

Publicados

em


A Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, por meio da Superintendência do Sistema Escolar está promovendo nas escolas da Rede Municipal o processo de Avaliação Nutricional e o Teste de Aceitabilidade em alunos da faixa etária 10 e 11 anos.

De acordo com a superintendente, Benedita Ponce, o objetivo da ação é realizar a Avaliação Nutricional dos alunos favorecidos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), aplicar as atividades de Educação Alimentar e Nutricional (EAN) e determinar o percentual de aceitabilidade satisfatória das refeições servidas na alimentação escolar nas escolas da rede municipal, bem como determinar o estado nutricional dos alunos da Rede Municipal.

A ação está sendo desenvolvida em parceria com alunas do curso de Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), com a coordenadora de Alimentação Escolar Mônica Gonçalves e a nutricionista Heraine Aparecida Herani. A avaliação antropométrica é feita através da aferição de peso e altura, com auxílio de balança digital e fita métrica. A determinação do estado nutricional é realizada por meio do software Who Anthro.

A Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) ‘José Estejo de Campos’, do bairro Vitória Régia, recebeu a equipe da superintendência na semana passada para a realização da avaliação em 30 alunos selecionados. Em virtude da retomada das aulas em modo híbrido, por causa da Pandemia, a ação seguiu todos os protocolos de biossegurança, com o uso de máscara, álcool gel e distanciamento social.

A equipe de acadêmicas em Nutrição da UFMT, formada pelas estudantes: Ana Carolina Gatto, Ghessy D. Silva Rodrigues e Mariana Neves de Oliveira ministraram palestra para os alunos, com informações sobre os valores nutricionais dos alimentos, destacando as diferenças entre os alimentos naturais e os industrializados e a relação entre eles para uma alimentação saudável.

Na oportunidade, realizaram pesagem e a medição dos alunos cadastrados para a avaliação. O diretor da escola, professor Gilmar de Moraes comentou a preocupação da direção em relação ao ganho de peso de alguns estudantes da unidade durante o período em que tiveram que permanecer em casa, em virtude das restrições impostas pela pandemia do novo Coronavírus.

“Vários de nossos alunos, no retorno às atividades presenciais, apresentaram ganho de peso bem acima do normal e esse trabalho de avaliação nutricional está sendo muito importante para nos orientar na alimentação e nas atividades que possam prevenir e evitar a obesidade infantil em nossa escola”, declarou.

Ainda segundo Benedita Ponce, a partir da avaliação nutricional será possível verificar os alunos que apresentam quadro de baixo peso, eutrofia, sobrepeso e obesidade na escola. “O excesso de peso e a obesidade infantil é considerada uma doença nutricional preocupante, que pode provocar o surgimento de vários problemas de saúde como diabetes, hipertensão, problemas cardíacos, má formação óssea, dentre outras”,  informou.

O foco principal do projeto é verificar os alunos que estão acima do peso, com isso, elaborar e aplicar atividades de orientação nutricional de forma lúdica, dinâmica e divertida, a fim de ampliar os conhecimentos acerca da importância dos hábitos alimentares saudáveis para a qualidade de vida, crescimento, desenvolvimento e aprendizado das crianças e adolescentes.

Este trabalho será realizado em conjunto com a psicóloga Victória Uemura, que orientará em particular o (a) responsável pelo aluno, dando-lhe uma orientação psicológica a fim de compreender e identificar estímulos que levam à ingestão excessiva de alimentos. Após a identificação dos fatores que levam a esse comportamento alimentar será abordada uma forma de atuação sobre a base desse distúrbio alimentar, para que possa ocorrer um tratamento adequado e sem comprometimento dos resultados. No âmbito da nutrição, as orientações serão traçadas a partir do diagnóstico do comportamento alimentar e nutricional com objetivo estabelecer medidas de acordo com a individualidade de cada aluno. 

Comentários Facebook
Propaganda

Várzea Grande

Várzea Grande será sede da XVIII Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI) dará início nesta terça-feira (19.10) a XVIII Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT). A abertura será realizada às 8h, no Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG), e segue até o próximo dia 21 de outubro, podendo ser acompanhada de forma presencial ou também pelo endereço – www.tecmt.com.br.

O evento é realizado em parceria com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Com o tema “A transversalidade da Ciência, Tecnologia e Inovações para o Planeta”, a Semana tem como foco principal a popularização das áreas junto à sociedade.

A abertura contará com a presença do secretário da SECITECI, Nilton Borgato, da coordenadora-geral de Popularização do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCTI), Silvana Copceski, como também a presença de reitores, professores, alunos, empresas, gestores municipais, secretários, pesquisadores, entre outros participantes.

Na parceria, cada estado assume a coordenação local do evento, articulando estratégias eficientes para a aproximação do público alvo, instituições de ensino, alunos, gestores públicos e outros setores com potencial para agregar e difundir a ciência. O espaço também é utilizado para a divulgação cientifica de novos projetos, com linguagem acessível e o estimulo necessário para que toda a sociedade desperte o interesse pela ciência, reconhecendo inclusive, no cotidiano, a aplicação prática de soluções geradas para atender a população.

Outro ponto estratégico é a divulgação da contribuição dada pela ciência e tecnologia na redução das desigualdades sociais, no combate à pandemia da COVID-19, e sobre o impacto das novas tecnologias na promoção da qualidade de vida da população.

O evento também contará com atividades simultâneas, como o “Circuito Itinerante da Ciência de Mato Grosso – MT Ciências” (Carreta da Ciência), Maratona Teen, Hackathon SECITECI, Show de Ciência, Palestras, Jogos, Desafios, Oficinas, Vídeos Científicos, Exposição de Projetos selecionados da XIII Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, além de vitrines tecnológicas promovidas pelas instituições parceiras.

A XVIII Semana Nacional é uma realização do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI), e a participação de parceiros como a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Escolas Técnicas Estaduais, Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), Secretaria de Estado de Esporte, Cultura e Lazer (SECEL), Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Secretarias Municipais de Educação, Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (FAPEMAT) e Instituto FARMUN.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana