POLÍCIA

Dois homens são presos após investigação de estupro contra criança de 11 anos

Publicado


.

Assessoria | Polícia Civil-MT

Um jovem e um idoso, investigados por crime de estupro de vulnerável em Poxoréo (251 km ao sul de Cuiabá), foram presos pela Polícia Civil na manhã desta quarta-feira (23.09), durante ação para cumprimentos de mandados judiciais.

Os suspeitos, de 19 e 70 anos, tiveram as ordens de prisões preventivas decretadas pelo juízo da Comarca local no início da semana. Eles são investigados pelo estupro cometido contra uma menina de 11 anos. 

As investigações iniciaram logo após um familiar da vítima desconfiar dos abusos contra a criança e procurar a delegacia da Polícia Civil para denunciar o caso.

Imediatamente, a Polícia Civil requisitou a realização de exame na vítima, que confirmou que a conjunção carnal. Diante dos indícios, diligências investigativas foram realizadas para apuração do caso e a vítima foi ouvida, entre outras oitivas necessárias ao esclarecimento do crime. O Conselho Tutelar do município também foi acionado para acompanhar e auxiliar nas providências necessárias.

Conforme o delegado de Poxoréu, Rafael Fossari, durante as investigações foi possível identificar os dois suspeitos como os responsáveis pelos abusos cometidos contra a criança. Ambos não possuem parentesco com a vítima, porém, residem próximos à casa da criança. Diante das provas e evidências coletadas, o delegado de Poxoréo representou pelo pedido de prisão preventiva dos suspeitos.

Os dois foram presos no bairro Vila Santa Maria e conduzidos para a delegacia, onde foram interrogados e negaram as acusações. Após cumprimento da prisão, foram encaminhados a uma unidade prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

“As investigações continuam para conclusão do inquérito policial, bem como para identificar as suspeitas de outras possíveis vítimas menores de idade, as quais também  teriam sofrido o mesmo crime”, destacou o delegado Rafael Fossari.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Suspeito é preso pela PM por agredir e tentar matar a esposa em Sinop

Publicado


Em Sinop, a Polícia Militar prendeu um homem de 22 anos por homicídio doloso tentado, ameaça e lesão corporal, na noite de sexta- feira(30), no bairro Jardim Veneza. O suspeito havia tentado matar a esposa e foi imobilizado por populares que flagraram a vítima fugindo do marido para escapar das agressões. 

 

Por volta das 22 horas, policiais acionaram a PM via 190 para verificar uma ocorrência de violência doméstica na Rua Eliza Bortolozo, no Jardim Veneza. No local, a equipe de militares presenciou o suspeito já imobilizado, por uma testemunha, que contou que o homem estava correndo atrás da mulher e que após alcançá-la  teria derrubado  a vítima no chão; arrastando a esposa pelos cabelos para casa. A testemunha relata que foi ameaçada de morte pelo suspeito. 

 

De acordo com a vítima, o suspeito chegou em casa e lhe acusou de traição. A mulher ao negar os fatos, deu as costas para o marido, que  lhe agrediu; puxando os  cabelos da esposa que estava com o bebê nos braços. A vítima foi derrubada no chão e o suspeito esmurrou seu rosto, querendo  matá-la com uma arma de fogo, mas o revólver estava sem munição.

 

A vítima disse ainda que o marido usou o arma para enforcá-la e que ao tentar pegar uma faca para dar fim a sua vida, ela conta  que conseguiu fugir para rua e pedir ajuda que detiveram o suspeito. Os policiais verificaram que a mulher estava com lesões no pescoço,no rosto, na sobrancelha e na região da cabeça.

 

O homem foi preso em flagrante e conduzido à delegacia. 

A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil. 

 

Serviço

 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana