ultimas

Divulgado edital para seleção ao Mestrado em Ciências Ambientais

Publicados

em


Divulgado edital para processo seletivo de ingresso no Curso de Mestrado em Ciências Ambientais da Unemat. O curso é desenvolvido no Centro de Pesquisa de Limnologia e Biodiversidade do Pantanal, área localizada às margens do rio Paraguai, em Cáceres, caracterizada como um dos principais fragmentos vegetacionais do espaço urbano, com uma grande diversidade ambiental.
São oferecidas 15 vagas, abertas a pessoas com diploma de curso superior em qualquer área do conhecimento. O programa possui área de concentração em Meio Ambiente e Sustentabilidade, e está dividido em duas linhas de pesquisa: Gestão Ambiental e Educação Ambiental. Com duração de 24 meses, o curso tem estrutura multidisciplinar, com atuação de docentes das áreas de Ciências Biológicas, Agronomia, Zootecnia, Engenharia Florestal, Ciências Sociais, Geografia, História e Legislação Ambiental, Ciências Contábeis, entre outras.
O período de inscrições será de 01 a 15 de fevereiro de 2009, somente pela internet, através do endereço eletrônico www.unemat.br/ppgca, no valor de R$ 100.
Para efetivar a inscrição, é necessário apresentar: cópia autenticada do diploma de graduação ou comprovante de conclusão de curso, cópia dos documentos: RG, CPF; currículo padronizado e comprovado; pré-projeto de pesquisa, declaração de ciência do candidato de que o curso requer dedicação integral, termo de aceite de orientador no processo seletivo. Os modelos de anexos podem ser encontrados em: www.unemat.br/ppgca.
Para ingresso no curso serão utilizados como instrumentos de avaliação: pré-projeto de pesquisa (eliminatório); prova de conhecimento específico (eliminatória); prova de proficiência em inglês para brasileiros e estrangeiros (classificatória); prova de proficiência em português para estrangeiros (eliminatória); análise de currículo (classificatório); entrevista (classificatória). A seleção será realizada no dia 11 de março de 2009, em Cáceres.
O mestrado de Ciências Ambientais foi aprovado pela Capes em 2005. Na última Avaliação Trienal da Capes o Programa manteve o conceito três, com 18 meses de início da primeira turma. Isso representa o início da implantação do curso, com a meta de aumentar para quatro na próxima avaliação. Para tanto, um esforço foi a aprovação do PROCAD em cooperação com a Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

DANIELLE TAVARES
Assessoria/Unemat

Comentários Facebook
Propaganda

ultimas

Paulinha Abelha, do Calcinha Preta, morre em consequência da encefalite

Publicados

em

A cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta, morreu nesta quarta-feira (23.02), aos 43 anos, em Aracaju. Ela foi internada no dia 11 de fevereiro, com problemas renais e o problema evoluiu para uma encefalite. A artista morreu às 19h26 em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico, segundo nota divulgada pela assessoria de comunicação do Hospital Primavera. om encefalite. Inicialmente a cantora apresentou um quadro de infecção renal e foi internada para fazer diálise, mas o problema se agravou, ela entrou em coma e os médicos ainda tentam descobrir o que provocou a encefalite.

“O Hospital Primavera comunica, com pesar, que a cantora, Paula de Menezes Nascimento Leca Viana, Paulinha Abelha, faleceu hoje às 19h26 em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico. Nas últimas 24 horas apresentou importante agravamento de lesões neurológicas, constatadas em ressonância magnética, e associada a coma profundo. Foi então iniciado protocolo diagnóstico de morte encefálica, que confirmou hipótese após exames clínicos e complementar específicos. Ela estava internada no Hospital Primavera desde o dia 17 de fevereiro, sob os cuidados das equipes médicas de terapia intensiva, neurologia e infectologia”, diz a nota de falecimento.

O SUA SAÚDE AQUI falou sobre a doença da cantora dia 17. Saiba mais  aqui

QUEM FOI PAULINHA

Carreira e volta ao Calcinha Preta Nascida em 16 de agosto de 1978, Paula de Menezes Nascimento é natural do interior de Sergipe. Ela iniciou a carreira musical aos 12 anos, cantando em bandas locais e trios elétricos em pequenas cidades sergipanas. Antes do Calcinha Preta, ela chegou a tentar a carreira com outros grupos, criados por ela.

Por 3 anos, cantou na banda Flor de Mel, um investimento próprio que precisou interromper pela falta de recursos financeiros, tanto dela quanto de seus pais. Apesar da tristeza, Paulinha não desistiu, e pouco tempo depois foi selecionada para integrar a banda Panela de Barro. Ela ficou no grupo por mais três anos, período em que ganhou experiência e habilidade com o público. O destaque a nível nacional, no entanto, veio a partir de 1998, quando ela entrou para o Calcinha Preta após ser descoberta pelo empresário Gilton Andrade. O grupo, que é um dos maiores nomes do forró eletrônico, foi formado em 8 de dezembro de 1995 e, desde então, já passou por diversas formações.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana