TECNOLOGIA

Disney+ vem com tudo: empresa se reorganiza para dar mais destaque ao streaming

Publicado

 

 

source

Olhar Digital

disney
Unsplash/ Mika Baumeister

Disney reestrutura empresa para dar destaque ao streaming

O Disney+ ainda não chegou ao Brasil, mas o sucesso do serviço de streaming da empresa já está alterando a estrutura da gigante do cinema. Nesta segunda-feira (12), a Disney anunciou uma reestruturação interna para colocar a todas as divisões de mídia e entretenimento como uma única organização, responsável também pela plataforma de streaming.

Com a mudança, a Disney terá uma área interna responsável por toda a distribuição de conteúdo, venda de anúncios, e também pelo Disney+ . Isso pode acelerar o lançamento de novas produções para o consumidor final, em um momento em que o streaming se torna cada vez mais importante para as estratégias de negócios da Disney.

Faz sentido especular que a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) tenha influenciado a decisão – as vendas de ingressos para cinema evaporaram durante a crise sanitária, e consumidores se voltaram para as opções de streaming.

A queda nas vendas de ingressos de cinema , e a impossibilidade do público assistir aos filmes com segurança nesses estabelecimentos durante a pandemia, fez a Disney alterar a estratégia de lançamento e passar a disponibilizar estreias no streaming antes das salas de cinema. Pareceria natural, portanto, que o sucesso dessa empreitada motivasse as alterações estruturais da corporação.

No entanto, a Disney diz que as coisas estão menos relacionadas do que parece. “Eu não caracterizaria como uma resposta à Covid-19”, explicou o CEO Bob Chapek em uma entrevista. “Eu diria que a Covid-19 acelerou a transição, mas isso aconteceria de qualquer forma”.

Em seu projeto de ganhar ainda mais espaço dentro do mercado de streaming, a Disney também está expandindo a oferta do Disney+ para diversas regiões do planeta. Um desses lugares é o Brasil – o lançamento do serviço por aqui está marcado para novembro.

Comentários Facebook
publicidade

TECNOLOGIA

Xiaomi lança Poco M3 com bateria de 6.000 mAh

Publicado


source

Tecnoblog

xiaomi poco m3
Divulgação/Xiaomi

Poco M3, novo celular da Xiaomi

A Xiaomi estreou o mais novo celular da Poco nesta terça-feira (24), o Poco M3 . Com bateria de 6.000 mAh, o smartphone chinês possui ficha técnica intermediária com processador Qualcomm Snapdragon 662 , armazenamento de até 128 GB e câmera tripla de 48 megapixels. Os preços do telefone começam em US$ 149.

A bateria é um dos grandes destaques do lançamento. O componente conta com capacidade de 6.000 mAh e recarga rápida de 18 watts. O smartphone ainda possui carregamento reverso para repor a energia de outros dispositivos através de um cabo compatível com a funcionalidade, que não vem na caixa.

O conjunto fotográfico triplo está alocado em uma base retangular na parte de trás, em lado oposto à marca “Poco”. A câmera principal tem 48 megapixels e é acompanhada por outras duas, de 2 megapixels, sendo uma para capturar a profundidade de campo e outra dedicada a macro. Para selfies , o sensor frontal tem 8 megapixels.

A tela LCD mede 6,53 polegadas e tem resolução Full HD+ (2340 x 1080 pixels), certificações L1 Widevine e TÜV Rheinland, Gorilla Glass 3 , um notch em forma de gota d’água para abrigar a câmera frontal e bordas reduzidas. Segundo a fabricante, o painel ocupa mais de 90% da porção frontal.

A ficha técnica é intermediária, com o processador Qualcomm Snapdragon 662 , memória RAM de 4 GB e opções com armazenamento de 64 GB e 128 GB. O smartphone ainda conta com entrada dedicada para fones de ouvido, leitor de digitais, emissor de infravermelho e Android 10 de fábrica, com a interface MIUI 12 .

O celular chegará às lojas nesta sexta-feira, 27 de novembro de 2020, pelo preço sugerido de US$ 149 (64 GB) e US$ 169 (128 GB), o equivalente a cerca de R$ 810 e R$ 920, respectivamente, em conversão direta. Durante a Black Friday , ambos os smartphones terão desconto de US$ 20 (por volta de R$ 110).

Não há previsão de data e preço de lançamento do Xiaomi Poco M3 no Brasil .

Xiaomi Poco M3 – ficha técnica

  • Tela:IPS LCD de 6,53 polegadas com resolução Full HD+ (2340 x 1080 pixels), ocupa 90,34% da frontal, Gorilla Glass 3 e certificações L1 Widevine e TÜV Rheinland
  • Processador:Qualcomm Snapdragon 662, octa-core de até 2 GHz e chip gráfico Adreno 610
  • RAM:4 GB (LPDDR4X)
  • Armazenamento:64 GB e 128 GB (UFS 2.2), expansível via cartão de memória microSD de até 512 GB
  • Câmera traseira tripla:
    • principal:48 megapixels, f/1,79
    • macro:2 megapixels, f/2,4
    • profundidade de campo:2 megapixels, f/2,4
  • Câmera frontal:8 megapixels
  • Bateria:6.000 mAh, recarga rápida de 18 watts e carregamento reverso
  • Sistema operacional:Android 10 (MIUI 12)
  • Conectividade:entrada dedicada para fones de ouvido (3,5 mm), USB-C, Bluetooth 5.0, Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac e GPS
  • Mais:leitor de impressões digitais na lateral, emissor de infravermelho (controle remoto) e som estéreo
  • Dimensões:162,3 x 77,3 x 9,6 mm
  • Peso:198 gramas
  • Cores:amarelo, azul e preto

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana