MULHER

Dicas da Benzedeira: ritual de amor e prosperidade para sexta-feira 13

Publicados

em


source
Dicas da Benzedeira: ritual de amor e prosperidade para sexta-feira 13
Cris Meinberg

Dicas da Benzedeira: ritual de amor e prosperidade para sexta-feira 13

Estamos no mês de agosto, e loguinho chega a sexta-feira 13. Ai que medão! Será?

Agora me diga, como podemos aproveitar o mês de agosto, o mês do cachorro louco e da sexta-feira 13, com prosperidade?

Você pode transformar o azar ou as angústias em situações positivas! Você pode transformar situações de agonia ou incertezas, permitindo que um novo ciclo comece na sua vida.

Sexta-feira 13, para começar, é uma data mágica, dia de Vênus, deusa grega da beleza, do amor e da sensualidade. 

A carta 13 do tarô é a carta da morte, mas no sentido de fim de um ciclo, portanto significa mudança, e não coisas ruins. É justamente o momento em que as coisas ruins podem terminar, abrindo espaço para entrar algo bom, que traga muita felicidade. 

O treze corresponde à letra hebraica Mem, que representa o Renascimento e a Liberdade.

Então, aqui vai uma boa dica de ritual, para que toda energia do bem entre na sua vida e na sua casa e faça de você uma pessoa próspera!

Feitiço do amor-próprio e da prosperidade

  • Mel
  • Maçã
  • Sal
  • Pano limpinho branco
  • Papel e caneta
  • Três velas laranja (vela palito)

Corte a maçã horizontalmente, retire a semente e toda a parte durinha, formando um buraco.  Escreva seu pedido (lembre-se de que amarração entre casal não vai funcionar, tampouco pedidos que prejudiquem alguém). Coloque o pedido dentro da maçã, cubra com mel, coloque uma pitadinha de sal.

Feche a maçã, envolva no pano branco e dê um pequeno nó. Em cada ponta do pano (ou lenço), de mais três nós.

Acenda a primeira vela laranja para prosperidade ao lado da trouxinha que você acabou de fazer.

Sobraram mais duas velas, correto? Acenderá uma no segundo dia e a outra no terceiro dia do ritual, sempre fazendo a reza (reza que está abaixo). Após o terceiro dia, dispense a trouxinha no lixo da sua casa.

Reze com fé durante mais 18 dias seguidos, a reza que está abaixo, de preferência no mesmo horário. No total serão 21 dias seguidos de ritual.

Reza

“Derrame sobre mim o dom da riqueza para que eu veja a glória e a riqueza por onde eu passar. 

Que o anjo da prosperidade me visite e coloque em minhas mãos o espírito da sorte para que tudo que eu tocar venha a prosperar.

Traga-nos Abundia toda a tua abundância

Traga-nos o fluxo de tuas riquezas

Serenidade para tê-las e amor divino para obtê-las

Você viu?

Traga-nos a fé de tua riqueza

Tu, grande Abundia, dá-nos riqueza de pensamento,

De sentimento.

Traga-nos Senhora tuas frutas frescas,

Traga-nos verduras,

Traga-nos doçura.

Traga-nos também ouro bendito,

Traga-nos tuas pedras, rubis, safiras.

Traga-nos – tu – prosperidade.

Abre as arcas, mostra o teu chifre da abundância

E abre a chave do manancial

Dá-nos jorros de fluxo

E banhe-nos, acima de tudo,

Com o amor supremo de Deus.

Com o fervor da oração,

Com toda a fé, segurança, prosperidade,

Das mãos de Deus.

Abundia, Abundia, Abundia,

Grande Ser Angelical da abundância

Pedimos a ti com tanto amor,

Que escute com grande fervor este pedido, esta oração.

Agradecemos a ti senhora Abundia,

Que traga abundância de novos planos e coisas novas.

Todas abençoadas por Deus nosso amoroso Senhor.”

Texto: Cris Meinberg, benzedeira e terapeuta vibracional sensitiva

Instagram: @cris_meinberg @benzerbemser @terradobugio

Site: crismeinberg.com.br

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Propaganda

MULHER

Pomba-gira, Preto-velho, Malandro: você conhece os principais guias da Umbanda?

Publicados

em


source
Pomba-gira, Preto-velho, Malandro: você conhece os principais guias da Umbanda?
Redação João Bidu

Pomba-gira, Preto-velho, Malandro: você conhece os principais guias da Umbanda?

As entidades espirituais que fazem parte da teologia da Umbanda são orixás e guias espirituais . As divindades são fontes de um magnetismo, elemento específico que transporta qualidades de Deus. Por exemplo, Oxum é a divindade feminina regente do elemento mineral, do magnetismo agregador que rege as emoções e controla o sentido da vida que é o amor. Sua materialização se encontra nas cachoeiras e rios enquanto santuário natural. Já os guias são espíritos humanos desencarnados em vários níveis evolutivos e vibratórios, como explica Rodrigo Queiroz, diretor da plataforma de estudos Umbanda EAD. Saiba quais são os guias da Umbanda e suas principais características.

JÁ CONFERIU O HORÓSCOPO DE HOJE NO SITE DO JOÃO BIDU? VEJA AS TENDÊNCIAS ASTRAIS PARA O SEU SIGNO!

primavera

Caboclo e Preto-Velho

São os pilares da estrutura espiritual religiosa. Simbolicamente, o Caboclo traz o arquétipo do índio, o homem da floresta, o nativo da natureza original, o símbolo do jovem determinado, forte e corajoso, integrado à natureza, o sagrado e a realidade urbana. Já o Preto-Velho é a personificação do ancião e do próprio culto ao orixá já reinterpretado ao olhar umbandista, inspirado da sabedoria, resiliência, humildade e paciência.

Pomba-Gira

É a força feminina que se manifesta à esquerda, juntamente com Exú . Traz a potência feminina e a relação prática com o sagrado feminino. São entidades amigas e guardiãs do plano espiritual, que caminham ao nosso lado buscando a evolução para seus espíritos e nos ajudam a alcançar o crescimento em vida. Na Umbanda, elas se dividem em linhas dos orixás, e suas manifestações se darão de acordo com o poder que manifesta cada orixá e o que as Pombas- Giras têm para ensinar aos seus filhos.

Malandro

É uma linhagem mais recente e tem como ícone o Zé Pelintra . Reflete aquele que vive à margem da sociedade e que se mantém forte, com jogo de cintura nas dificuldades da vida. É disso que se trata a malandragem, que não deve ser confundida com marginalidade.

Boiadeiro

É a figura do sertanejo, trazendo a religiosidade mista do homem agreste. Atuam potencialmente em limpeza pesada de energia e quebra de magia negativa.

Ciganos

É uma linhagem de espíritos que aportaram nos terreiros mais na década de 80, trazendo a representação do nômade, o indivíduo livre e autônomo em sua espiritualidade. Não se conecta com uma religiosidade específica e traz a mística oracular típica.

LEIA TAMBÉM

Fonte: IG Mulher

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana