diamantino

Diamantino promoveu audiência pública para elaboração da LOA 2022

Publicados

em


O Governo Municipal de Diamantino, promoveu a audiência pública que apresentou e discutiu a elaboração do Projeto de Lei Orçamentária Anual – PLOA, estipulando o orçamento e execução de programas para o exercício fiscal de 2022. A apresentação da audiência aconteceu de forma remota e foi transmitida ao vivo na tarde de ontem (26) pela fanpage da Prefeitura de Diamantino no Facebook.

Elaborado pelas Secretarias Municipais de Planejamento e Fazenda, com a consultoria do mestre em economia e professor adjunto aposentado da UFMT, Guilherme Frederico de Moura Müller, o PLOA 2022 estima a arrecadação e gastos na ordem de R$ 154.575.924,00 milhões, entre despesas corrente, de capital e reserva de contingência que serão distribuídos entre a Câmara Municipal, as dez secretarias de gestão e gabinete do prefeito.

De acordo com o economista, os relatórios destacam as áreas da saúde, educação e infraestrutura, que, segundo ele, responderão por aproximadamente 70% dos gastos públicos em 2022, enfatizando as prioridades do governo com a saúde, que ultrapassa o orçamento destinado a educação.

“Neste projeto, é possível observar que aproximadamente 70% dos recursos arrecadados, serão prioritariamente gastos com saúde, educação e infraestrutura, sendo a primeira vez que o setor da saúde ultrapassa a educação com relação aos gastos públicos”, ressalta Guilherme Müller.

Entre os projetos e obras prioritárias para 2022, estão sete prioridades elencadas por ordem, sendo a construção do hospital municipal, a reforma do prédio da prefeitura, a construção da feira municipal, a pavimentação de ruas e avenidas dos bairros de Diamantino, Novo Diamantino e Deciolândia, implantação da unidade de triagem e compostagem de resíduos sólidos, a recuperação e urbanização dos rios municipais e por fim a construção da usina de captação de energia fotovoltaica municipal.

As obras de infraestrutura e habitacionais que serão realizadas em parceria com os Governos Estadual e Federal receberam destaque no projeto e contemplam a construção do prédio da POLITEC, construção da escola estadual no bairro de Deciolândia, a implantação da Escola Militar Tiradentes, a reforma e adequação do aeródromo municipal, a construção de unidades habitacionais, a reforma da Escola Estadual Plácido de Castro e a implantação da unidade do SEST/SENAT.

Marineides Araújo Nogueira, que é secretária municipal de Fazenda, destaca a importância da discussão da peça orçamentária anual para o desenvolvimento do município.

“A Lei Orçamentária Anual é um dos planejamentos mais importantes do governo. Afinal, é a LOA que viabiliza todas as ações públicas e determina os detalhes de cada repasse do orçamento. … Por esse motivo, é fundamental acompanhar elaboração da LOA 2022, e saber quais as metas, prioridades e propostas do Poder Público para Diamantino”, pontua.

As receitas e projeções para o exercício fiscal de 2022 foram elencadas conforme tabela abaixo.

Gabinete do prefeito municipal

R$ 1.956.892,37

Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente

R$ 4.572.166,38

Secretaria Municipal de Infraestrutura

R$ 23.749.247,72

Secretaria Municipal de Educação e Cultura

R$ 44.176.756,26

Secretaria Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária

R$ 45.585.078,01

Secretaria Municipal de Assistência Social

R$ 6.714.975,00

Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Turismo

R$ 3.821.964,78

Secretaria Municipal de Administração

R$ 3.727.954,00

Secretaria Municipal de Fazenda

R$ 13.193.556,00

Secretaria Municipal de Planejamento e Controle

R$ 1.216.755,00

Comentários Facebook
Propaganda

diamantino

Playground do Jd Alvorada amanhece vandalizado e tijolos são arremessados contra Centro de Reabilitação

Publicados

em


A falta de conscientização de uma pequena parcela da população com o bem público deu mais uma mostra, desta vez no Jardim Alvorada, onde na manhã desta segunda-feira (06.12) servidores constataram a depredação do playground e a tentativa de vandalismo do Centro de Reabilitação.

O espaço que deveria servir à população como alternativa de lazer, principalmente paras as crianças teve suas paredes pichadas e muito lixo espalhado, há também relatos de que tijolos foram arremessados contra o Centro de Reabilitação.

Esta não é a primeira vez em que ambientes destinados às crianças sofreram ações de vandalismo, há pouco a Secretaria de Esportes, Lazer e Turismo deu início à reformas nos espaços destinados a atividades infantis e academias ao ar-livre devido a deterioração por exposição ao tempo e principalmente pelo mal uso nos bairros Conceição e na Praça Delbray Crhistoffoli.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana