Cuiabá

Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil é lembrado com extensa programação pela Assistência Social

Publicados

em


A Secretaria Municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência realizou nesta quinta-feira (10) um encontro virtual com os beneficiários do Programa Criança Feliz, em Cuiabá.

Foram apresentados vídeos e orientações sobre a importância da erradicação do trabalho infantil, informações sobre os motivos de sua proibição, as raras permissões através das exceções do trabalho do jovem aprendiz e como as crianças e adolescentes podem ajudar em casa sem prejudicar o desenvolvimento infantil e escolar. Essa ação faz parte da programação em comemoração à data de 12 de junho, Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil.

“O trabalho infantil contribui para a reprodução do ciclo da desigualdade, na medida em que o trabalhador infantil de hoje será o trabalhador desqualificado e desprovido de um emprego digno amanhã, pois suas chances de frequentar a escola e outras formas de qualificação foram simplesmente ceifadas”, disse a coordenadora do Programa Criança Feliz em Cuiabá, Michelle Machado.

Além das ações pontuais, a Secretaria assume um papel importante no enfrentamento a esse tipo de trabalho. O programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) por meio de sua rede de serviços, elabora projetos e programas voltados a essa finalidade. “O trabalho infantil é uma realidade de milhões de crianças em todo o mundo. No Brasil a realidade não poderia ser diferente, em um país onde a pobreza e a desigualdade estão presentes no cotidiano da maioria da população, nos deparamos com nossas crianças e adolescentes lidando com as dificuldades da vida cedo demais”, complementou a coordenadora Técnica de Gestão da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e da Pessoa com Deficiência, Patrícia Aparecida de Arruda Cavalcante.

“Agradecemos à gestão humanizada que desde 2017 por meio da gestão humanizada do prefeito Emanuel Pinheiro e do cuidado dispensado pela primeira-dama Márcia Pinheiro colocou a nossa capital como referência entre os municípios participantes do Programa Criança Feliz”, finalizou Michelle.

 

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá faz concessão de terreno para construção da nova sede da AACC

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro assinou, na tarde desta segunda-feira (21), a concessão de um terreno para a construção da nova sede da Associação de Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso (AACC). As melhores condições no atendimento das crianças com câncer é uma causa defendida pela primeira-dama, Márcia Pinheiro. A área concedida é de 4.475 m² e fica no bairro Centro América. O prazo de validade da concessão é de 20 anos, prorrogáveis por igual período. Atualmente, a AACC atende cerca de 450 crianças por mês vindas de várias cidades do estado e de outros países.

“Este é o documento que assino com a maior convicção que estamos fazendo o bem e cuidando de quem não tem condições. É um ato marcante para a solidariedade com as pessoas que estão passando por um momento tão difícil com seus filhos”, enfatizou o prefeito. A primeira-dama,  Márcia Pinheiro, ressaltou a preocupação da gestão no cuidar das pessoas. “Trabalhamos pautados pela humanização. É uma administração que trabalha para salvar e proteger vidas, que tem como marcas o carinho e o respeito aos cidadãos”, definiu.

O presidente da AACC, Claudemir Ferreira da Silva, disse que com a nova sede, a capacidade de atendimento vai duplicar, além de construir espaços que hoje não é possível ter na unidade, por falta de espaço.

“Esse terreno é um novo marco para a instituição. É uma luta de 15 nos. Serão novos desafios, mas são desafios que trarão muitos benefícios para nossas crianças. Poderemos ampliar o atendimento e os serviços que são oferecidos à comunidade. É uma área ampla onde a gente vai poder contemplar outros departamentos que hoje não temos a oferecer dentro da instituição”, destacou o presidente.

Ainda segundo Claudemir, além dos pacientes vindos de vários municípios do estado, a unidade recebe também pessoas vindas de outros países, a exemplo da Bolívia e Paraguai.

“Hoje temos 10 apartamentos e comportamos 20 famílias, o paciente com seu acompanhante. O nosso objetivo é dobrar a capacidade, ou seja, serão 20 famílias, no total de 40 pessoas. Hoje não temos ala de isolamento, área verde, auditório, espaço lúdico, dentre outros, que são ambientes importantes para as famílias afim de tirar o foco da doença. Mas com esta nova sede, vamos contemplar estes espaços”, frisou.

A assinatura do termo de concessão foi realizada na sede do Palácio Alencastro e contou com a presença do deputado federal, Carlos Bezerra, o secretário-adjunto de Governo, Wilton Coelho e dos vereadores, Mário Nadaf e Marcrean dos Santos.

A lei que concedeu a área para a AACC é a de Nº 6.684, de 10 junho de 2021. Após a publicação, que deve ser feita nesta terça-feira (22), no Diário Oficial dos Municípios, a direção da instituição dará início ao projeto de edificação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana