mato grosso

Detran-MT dispõe de canal para tirar dúvidas e prestar informações aos cidadãos

Publicado


.

Criado para prestar informações e esclarecer dúvidas sobre os procedimentos e serviços do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT), o Disque Detran já contabilizou 4 mil atendimentos via telefone e e-mail, nos últimos três meses, período em que intensificaram as medidas de prevenção ao novo coronavírus no Estado.

Em razão da suspensão temporária do atendimento ao público de unidades do Detran em 57 municípios do Estado, o canal de atendimento se tornou uma importante ferramenta de suporte à população.

Com a restrição de isolamento social determinada pela presidência da Autarquia, foi vedada a aglomeração na unidade de atendimento telefônico e disponibilizado aos cidadãos, temporariamente, o canal do e-mail: [email protected] 

Entre as perguntas mais frequentes estão: CRLV digital, segunda via e renovação de CNH, dúvidas sobre o aplicativo MT Cidadão, locais para realizar exames de saúde, transferência de propriedade do veículo, troca de placa veicular e o reagendamento das pessoas que estavam com atendimento agendado durante esse período de pandemia.

Confira abaixo as respostas para essas dúvidas mais recorrentes:

1- Documento do veículo: O Detran não emite mais o Licenciamento do veículo em papel moeda. Muitas vezes, mesmo com o usuário pagando todas as taxas e pedindo o licenciamento digital, não consegue obter, pois o sistema não atualiza automaticamente. Nestes casos, o Detran solicita ao cidadão que envie um e-mail para o [email protected] para que o setor responsável realize a atualização rapidamente.

2- Segunda via de CNH ou CNH Definitiva: A segunda via da CNH e/ou a CNH definitiva poderão ser solicitadas pelo aplicativo MT Cidadão ou pelo site oficial do Detran (www.detran.mt.gov.br), logo na página inicial em “SERVIÇOS ON LINE”. Como boa parte das unidades estão fechadas, é possível solicitar a entrega em casa via correios. Para os usuários que já utilizam a CNH Digital essa solicitação está acontecendo de forma automática a partir da solicitação do cidadão através do APP ou do site oficial.

3- Renovação de CNH: Em relação à renovação da Carteira Nacional de Habilitação, o Detran reitera que todas as CNHs vencidas a partir de 19 de fevereiro de 2020 estão válidas em todo o território nacional por tempo indeterminado. Essa situação atípica se deve a determinação nº 185 do Conselho Nacional de Trânsito. Caso o condutor realmente necessite renovar sua CNH, poderá iniciar o processo pelo aplicativo MT Cidadão. Durante o período de pandemia, todos os processos iniciados pelo aplicativo terão as fotos já cadastradas no banco de imagem do Detran-MT aproveitadas. Após o pagamento das taxas, o cidadão poderá realizar os exames de saúde. Também é possível solicitar o recebimento do documento em casa, via correios.

4- Uso do App MT Cidadão: O aplicativo MT Cidadão tem os serviços conectados com a plataforma GOV do Governo Federal. Logo na entrada do aplicativo é necessário incluir CPF e senha. Se esqueceu a senha, clique em ‘ESQUECEU A SENHA?”. O cidadão será orientado, via e-mail cadastrado, a realizar a alteração e criação de nova senha. Assim que entrar no aplicativo, o cidadão terá informações como veículos em seu nome, documentos como a CNH e demais documentos (se estiver padronizado com a plataforma GOV que inclui RG e outros documentos). Na aba “serviços” é possível consultar e pagar, por exemplo multas dos veículos. Está disponibilizado também no ícone “preferências” e em seguida “sobre o desenvolvedor” e-mail de contato para envio de dúvidas e sugestões sobre o aplicativo.

5- Clínicas para fazer exames de saúde: Normalmente quando um usuário solicita exame médico para realizar algum serviço no Detran, é disponibilizado para ele, de forma equitativa, impessoal e imparcial, a distribuição da realização desse exame dentre as clínicas credenciadas junto ao Detran no Estado. O normal seria o cidadão se deslocar a uma unidade do Detran para iniciar o processo e, em alguns casos, como de CNH provisória para CNH definitiva, fazer exames médicos. Porém, com a atual situação de aumento dos casos de contaminação pelo novo coronavírus, medidas mais extremas de fechamento de unidades e clínicas estão impossibilitando as realizações dos exames. Neste caso, o Detran solicita que o usuário envie um e-mail para o [email protected] para as devidas orientações.

6- Transferência veicular e comunicação de venda: Nas unidades do Detran que ainda estão funcionando normalmente é necessária a apresentação de cópia autenticada do recibo de compra e venda assinado e reconhecido firma das duas partes, comprador e vendedor. Nas cidades em que as unidades do Detran encontram-se fechadas temporariamente, a comunicação de venda do veículo pode ser feita em 40 cartórios do Estado. Já o prazo para a transferência de propriedade está suspenso por tempo indeterminado, segundo a Resolução n° 782 de 18 de junho de 2020, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

7- Reagendamento para quem já estava agendado: Quando o usuário realizou um agendamento para ser atendido em alguma das unidades, foi necessário incluir um número de contato. É por esse número, que deverá permanecer ativo, que a equipe do Detran entrará em contato para fazer o reagendamento do atendimento para quando as unidades forem reabertas. Com a divulgação dos boletins da Secretaria Estadual de Saúde, que classificou alguns municípios como “risco muito alto” e “risco alto” de contágio pelo novo coronavírus, unidades do Detran-MT em 57 cidades do Estado estão temporariamente fechadas, como forma de prevenção de contaminação de seus servidores e usuários pelo Covid 19.

8- Veículos recolhidos em pátios:  A liberação de veículos removidos nos pátios do Detran é um dos serviços que está sendo realizado. Assim que receber a notificação, o cidadão deverá se deslocar até o pátio do Detran informado para a retirada do seu veículo.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Taxa de ocupação dos leitos de UTI para Covid-19 está em 78,57%

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 291 internações em UTIs públicas e 309 em enfermarias públicas. A taxa de ocupação está em 78,57% para UTIs adulto e em 34,95% para enfermarias adulto.

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (03.08), 55.156 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 1.927 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 25 mortes nas últimas 24 horas.

Foram registradas 1.716 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 55.156 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 18.709 estão em monitoramento e 34.520 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 291 internações em UTIs públicas e 309 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 78,57% para UTIs adulto e em 34,95% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (12.096), Várzea Grande (4.320), Rondonópolis (3.370), Lucas do Rio Verde (2.953), Tangará da Serra (2.341), Sorriso (2.286), Sinop (2.131), Primavera do Leste (1.847), Nova Mutum (1.493) e Pontes e Lacerda (957).

O documento ainda aponta que um total de 53.156 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 4.618 amostras em análise laboratorial.

Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Nesta segunda-feira (03), o Governo Federal confirmou 2.750.318  casos da Covid-19 no Brasil e 94.665  óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 94.104 óbitos e 2.733.677 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana