POLÍTICA MT

Deputado Claudinei verifica situação da Santa Casa de Rondonópolis com a Covid-19

Publicado


.

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS FARIAS

Para acompanhar a atuação da Santa Casa de Misericórdia, em Rondonópolis (MT), no período da pandemia de Covid-19, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) realizou visita à entidade filantrópica, na última quinta-feira (21) para obter informações sobre a condução administrativa por parte dos dirigentes e identificar possíveis necessidades da unidade de saúde.  

“Essa visita foi para conhecer as dificuldades que o hospital enfrenta com a pandemia, principalmente no que diz respeito ao atendimento de excelência à população. Tivemos a oportunidade de verificar os leitos e ver que as UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) estão com os atendimentos de pacientes com Covid-19 separados de outros com enfermidades diferentes. Assim, evita o contágio, já que é um vírus que é transmitido facilmente de uma pessoa por outra”, ressalta deputado Claudinei.

 O interesse de acompanhar a unidade hospitalar por parte de Claudinei se deu desde o início dos primeiros casos confirmados de Covid-19, em Rondonópolis. “No final de março, apresentei um memorando ao presidente da Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da Assembleia Legislativa para somarmos esforços em prol da população mato-grossense para a devida estruturação da Santa Casa, como, também, a intervenção em relação aos repasses financeiros para que sejam regularizados com êxito para o atendimento dos infectados pelo novo coronavírus”, explica o parlamentar.

 Reunião

Claudinei conta que a reunião apontou a necessidade de aumento no efetivo de pessoal. Outro aspecto preocupante avaliado por ele foi a falta de alinhamento entre a prefeitura de Rondonópolis e o governo do Estado. “Infelizmente, isso tem sido um grande entrave para a Santa Casa. Isso porque, o hospital pode contribuir bastante com a saúde pública por conta da sua quantidade de leitos disponíveis de UTI. Este desentendimento do poder público reflete em prejuízos para a população em um momento tão delicado com o cenário que vivemos em Mato Grosso, país e o mundo por conta do novo coronavírus”, comenta o deputado.

Leia mais:  Governo de MT mantém cronograma após indicação de João Batista

Para Tânia Balbinotti que representa o Grupo de Entidades em Prol da Santa Casa, a visita na unidade de saúde partiu do parlamentar junto com os deputados estaduais Elizeu Nascimento (DC) e Ulysses Moraes (PSL). “Segundo eles, estão vendo os hospitais com essa situação do Covid-19, como está a ocupação das UTIs e o que o hospital precisa. Nós achamos muito interessante isso, porque eles são funcionários públicos, não estão fugindo da raia, estão enfrentando as coisas. A área da saúde é importante para a população, os hospitais públicos precisam estar a postos. Também, é importante dar apoio para a equipe de saúde, pois é um momento de estabilidade, insegurança, risco de pegar a doença. Nós, sociedade, reconhecemos a importância do que eles fazem”, pontua.

Também, marcaram presença da diretora financeira do hospital, Bianca Franco, do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Rondonópolis, Ernandes Cabral, Odílio Balbinotti da Agro de Rondonópolis, representantes da Santa Casa e empresários do município.

Portaria de n.º 1.239/2020

O Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde, publicou a Portaria de n.º 1.239 de 18 de maio de 2020 (http://www.in.gov.br/web/dou/-/portaria-n-1.239-de-18-de-maio-de-2020-257392796) , que estabelece recursos a fim de habilitar leitos de UTI adulto e pediátrico nos municípios de Mato Grosso para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

Leia mais:  Deputado Claudinei destina recursos para Apae de Campo Verde

De acordo com o Claudinei, será disponibilizado o valor de R$ 36 milhões para o estado que serão pagos em parcela única. “Para Rondonópolis será repassado o valor de R$ 4,32 milhões, divididos em partes iguais, para os três hospitais do município que Hospital Regional de Rondonópolis, Santa Casa e Hospital Referência Saúde da Família”, conta satisfeito o deputado.

“Em nome do presidente Jair Messias Bolsonaro, agradeço o governo federal por este importante auxílio aos municípios de Mato Grosso no combate à Covid-19. Pode ter certeza que fiscalizaremos com rigor a aplicação correta desses recursos”, expos Delegado Claudinei.

Entidade – A Santa Casa de Rondonópolis é referência por atender 19 municípios da região sul de Mato Grosso, com 246 leitos – sendo 62 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). A entidade filantrópica foi fundada em 1971 e, atualmente, oferece serviços de atendimento adulto e infantil, realiza diversos tipos de cirurgias e serviços de diagnóstico (raio-x, tomografia e ultrassonografia).

Pandemia – Na última atualização do Boletim Epidemiológico do Governo do Estado de Mato Grosso, no dia 21 de maio, já são 1.187 casos confirmados de Covid-19, com 34 óbitos. Em relação ao município de Rondonópolis, já há 132 casos confirmados e três óbitos.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

Uso de prédio desocupado em Dom Aquino gera economia de R$ 24 mil

Publicado


.

Foto: SAMANTHA DOS ANJOS / Assessoria de Gabinete

Com o fechamento da cadeia pública de Dom Aquino (MT), pela Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT), na última sexta-feira (29), o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) realizou visita ao local, nesta segunda-feira (1), juntamente com o delegado Claudemir Ribeiro de Souza, e o vereador Adelson Martins (PP), conhecido por Gato.

Claudemir, que é delegado titular do município de Juscimeira (MT) e atende Dom Aquino, conta que a polícia civil atualmente realiza o atendimento em uma pequena casa, com condições precárias, sendo que o valor da locação é de R$ 2 mil reais por mês. Ele considera que com a desocupação da cadeia pública poderia ser reaproveitado o espaço que conta com celas, câmeras de monitoramento, parte técnica de Internet com fibra óptica, pátio e estrutura material.

Economia 

“Viemos visitar este prédio que poderá ser instalada a Delegacia Municipal de Dom Aquino. Este espaço poderá gerar uma economia para o estado de Mato Grosso de cerca de R$ 24 mil ao ano, sem necessidade de pagar aluguel de imóvel. Pretendo essa semana, apresentar um requerimento na Assembleia Legislativa de Mato Grosso direcionado para a Sesp e ao governador estadual para que essa cadeia seja transferida para atender a polícia civil”, explica deputado Claudinei.

Leia mais:  Max Russi propõe fornecimento de EPIs e testes rápidos à regional de Rondonópolis e municípios de MT

Claudemir acrescenta que além da economia, a segurança dos servidores públicos que atendem a segurança pública de Dom Aquino estará garantida. “Este espaço é muito bom. Existe uma estrutura pronta que foi feita para dar segurança para equipe de agentes prisionais. Seria interessante, o deputado articular junto com a gestão da Sesp, para estar liberando para nós. Eu já penso que nós não temos que só pensar no financeiro, temos que pensar também na segurança do policial”, enfatiza.

Falta de Segurança 

O delegado relata que há um ano e três meses, passou a responder pela delegacia de Dom Aquino, sendo que já deparou com duas fugas de presos, principalmente pela precariedade das celas e que gera uma falta de segurança muito grande para a equipe de policiais. “O espaço é pequeno. Este prédio sendo cedido, pode ter certeza que será bem utilizado, mais segurança aos policiais e, também, para os presos que tem os seus direitos elencados nos textos normativos do nosso país.  E este prédio não ficará abandonado”, salienta Claudemir.

Leia mais:  Faissal solicita implantação da Telemedicina no sistema público de saúde de MT

O presídio contava com 24 presidiários que foram transferidos para Penitenciária Major Eldo de Sá, conhecida por Mata Grande, em Rondonópolis (MT). Em relação ao efetivo de pessoal de Dom Aquino, a Sesp vai definir as unidades que os policiais penais e administrativo vão ser recolocados.

O vereador Adelson torce para que o deputado Claudinei possa fazer uma articulação que garanta essa ocupação na sede da antiga cadeia pública. “O deputado sempre vem olhado para nós. Neste presídio, foi embora os funcionários, mas estamos aqui reivindicando e que o governo do Estado repasse este prédio para a delegacia do nosso município”, pontua o parlamentar.

TAC – O espaço foi desocupado em atendimento ao Termo de Ajustamento de Conduta de n.° 01/2020 firmado entre o governo de Mato Grosso, Ministério Público Estadual (MPE-MT), Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) e Tribunal de Contas do Estado (TCE-MT).

Informações:
Samantha dos Anjos – Assessoria de Imprensa 
(65) 99639 9715

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana