POLÍTICA NACIONAL

Curso sobre defesa nacional e Legislativo começa na segunda-feira com aula magna

Publicado


.

Na segunda-feira (28), às 10h30, será realizada a aula magna que vai dar início ao curso de extensão “A Defesa e o Legislativo”. A aula será ministrada pelo senador Fernando Collor (Pros-AL) e será semipresencial. Collor irá participar de forma remota, em tempo real, e alunos participarão da sede da Escola Superior de Guerra (ESG), seguindo todos os protocolos de segurança, em virtude da pandemia da covid-19.  

O curso, gratuito, terá a duração de dois meses e irá apresentar os conceitos da Defesa Nacional, bem como analisar o papel do Ministério da Defesa e das Forças Armadas, incluindo os Projetos Estratégicos e a Base Industrial de Defesa.

A primeira edição é direcionada a servidores das comissões de Relações Exteriores do Senado e da Câmara e da Comissão Mista de Inteligência, além dos gabinetes de parlamentares que as compõem. As próximas edições do curso serão oferecidas a interessados dentro e fora do Congresso Nacional.

A certificação será da Escola de Governo do Senado Federal (Interlegis/ILB), credenciada pelo MEC com nota 4 de 5 para a realização de cursos de pós-graduação lato sensu presenciais e a distância.

O diretor-executivo do Interlegis, Márcio Coimbra, um dos palestrantes para a capacitação, destacou que “essa será a primeira iniciativa voltada a discutir a relação entre defesa nacional e o Poder Legislativo. E servirá como semente para estreitamento interinstitucional e criação de cursos futuros”.

Para o coordenador de Educação Superior do Interlegis, Floriano Filho, o curso “vai permitir uma melhor compreensão de temas da defesa nacional que se relacionam com o desenvolvimento do Brasil e com aspectos do sistema político e das relações internacionais”.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

‘No Brasil, cloroquina tem 100% de cura’, diz Bolsonaro a franceses; veja

Publicado


source
bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a defender e recomendar o uso da cloroquina para o tratamento da Covid-19. Desta vez, ele respondeu a um grupo de franceses que se reuniu na frente do Palácio da Alvorada.  O remédio ainda não tem comprovação científica de que faz algum efeito contra a doença.

“No Brasil, tomando a cloroquina, no início dos sintomas, 100% de cura”, disse o presidente, que também afirmou desconhecer a situação atual do remédio na França. “Eu sei que alguns cientistas franceses investiram na cloroquina lá atrás. Não sei como está a França no momento reagindo a essa pandemia, se usa cloroquina ou não”, acrescentou.

Veja o vídeo a seguir: 

Contexto 

O governo da França chegou a proibir o uso da hidroxicloroquina para tratar a Covid-19 nos hospitais, depois que dois órgãos responsáveis pela saúde pública no país se declararam contrários à utilização da substância.

O medicamento ainda não tem comprovação científica de que é efetivo no tratamento da doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Um estudo recente, com quase 100 mil pacientes com Covid-19, descartou que a cloroquina e a hidroxicloroquina são eficazes contra a doença, enfatizando que os dois medicamentos aumentam o risco de morte.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana