Cuiabá

Cuiabá receberá quatro pacientes em estado grave de Covid-19 oriundos de Rondônia

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

Cuiabá vai receber quatro pacientes em estado grave da Covid-19 procedentes do estado de Rondônia, onde o sistema de saúde colapsou pela falta de leitos e profissionais da saúde suficientes para atender a toda a demanda. Dos transferidos, que devem chegar ainda nesta terça-feira (21), dois ocuparão leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Referência à Covid-19 e dois ficarão em leitos de UTI no Hospital São Benedito. 

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou que o momento é de solidariedade mútua entre os entes federativos, neste momento de pandemia. “Lamentavelmente, nós recebemos a notícia de que o estado de Rondónia estava com cerca de 40 pacientes a espera de leitos de UTI Covid. O governo de Rondônia solicitou ao Ministério da Saúde, na segunda-feira (25), a transferência desses pacientes para outros estados, inclusive Mato Grosso. E nós, da Prefeitura de Cuiabá,  prontamente nos colocamos à disposição para oferecer essa ajuda humanitária tão necessária, para salvar vidas de irmãos brasileiros, oferecendo leitos de UTI para tratamento desses pacientes. Tenho acompanhado diariamente os números relativos aos casos confirmados e às taxas de ocupações dos nossos hospitais, juntamente com o Comitê de Enfrentamento à Covid-19. Graças a Deus e ao Senhor Bom Jesus de Cuiabá, estamos em uma situação relativamente confortável para conseguir atender à nossa população e ainda poder estender a mão àqueles que vêm de outras cidades e estados da federação”, destacou o prefeito.

A secretária municipal de saúde, Ozenira Félix, afirmou que, tão logo recebeu o pedido de ajuda da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a incumbência de acolher os pacientes rondonienses do prefeito Emanuel Pinheiro, determinou às equipes de regulação e dos hospitais que tomem todas as providências necessárias para garantir o atendimento médico aos transferidos. “A Secretaria de Estado de Saúde, através do secretário Gilberto Figueiredo, entrou em contato conosco solicitando esse apoio, com a oferta de leitos de UTI. E nós, com o aval do prefeito Emanuel Pinheiro, nos colocamos à dispoção imediatamente. Entendemos a gravidade da situação de Rondônia e não podemos nos esquivar da missão de ajudar a salvar vidas num momento tão delicado como este. A equipe da Secretaria Municipal de Saúde está toda empenhada para garantir esse acolhimento. ”, destacou. 

No último domingo (24), a Prefeitura de Cuiabá, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), já ofereceu ajuda humanitária a pacientes acometidos pela Covid-19 oriundos de Manaus, que estavam sendo transferidos em uma avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para Uberaba (MG) e fizeram pouso no aeroporto Marechal Rondon para que a aeronave fosse reabastecida. Na ocasião, a SMS enviou uma ambulância de suporte avançado, com médico e enfermeiro, que entrou na pista e se posicionou ao lado do avião da FAB. Não foi necessário uso da equipe de emergência pois não houve intercorrência enquanto os pacientes a bordo aqui estiveram. 

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Nota Oficial – Prefeito Emanuel Pinheiro irá recorrer de medidas judiciais por contratação de 259 servidores

Publicados

em


Luiz Alves

Clique para ampliar

Sobre a apuração do Ministério Público Estadual, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, esclarece:

– Ao contrário do que vem sendo maldosamente propagado, a instauração de inquérito em questão pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco), do Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE), não aponta desvio de valores. A investigação averigua denúncia de contratação excepcional de 259 (duzentos e cinquenta e nove)  servidores para Saúde no ano de 2018 em detrimento de realização de concurso público; 

 – Na manhã desta terça-feira (19), equipes do MPE encontram-se cumprindo mandado de busca e apreensão nas salas do chefe de gabinete do Prefeito e da secretária-adjunta de Governo. 

– O expediente no Palácio Alencastro transcorre normalmente, excetuando-se nos dois locais em que as equipes do MPE concentram os trabalhos; 

– Por considerar desproporcionais e midiáticas, o prefeito Emanuel Pinheiro informa que irá recorrer das medidas desferidas pelo poder judiciário.

– Reitera que está à disposição das autoridades para esclarecimentos dos fatos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana