BRASIL E MUNDO

Criança de 2 anos mata mãe a tiros em chamada de vídeo e pai é indiciado

Publicados

em

A Polícia de Seminole, um condado localizado no estado da Flórida, nos Estados Unidos, indiciou Veondre Avery após seu filho de dois anos disparar contra sua namorada – e matá-la – utilizando sua arma de fogo em agosto deste ano. As informações são da BBC.

Apuração inicial dos investigadores explica que a arma encontrava-se carregada dentro de uma mochila infantil. Enquanto Shamaya Lynn, a mãe da criança, estava numa chamada de vídeo a trabalho pelo aplicativo Zoom quando o acidente ocorreu.

Roberto Ruiz, policial de Altamonte Springs, falou com um grupo de jornalistas locais sobre o ocorrido e definiu que “decisões geram consequências”. “Como proprietário de uma arma, você tem a responsabilidade de cuidar dessas armas”.

A acusação sobre Avery, de 22 anos, é de homicidio culposo – quando não há a intenção de matar – e por não manter uma arma de fogo dentro de uma residência sem as devidas seguranças. O tribuunal local informou que o rapaz ainda não registrou um advogado para representá-lo e que não realizou a admissão de culpa.

O homicídio culposo é passível de condenação a prisão por até 15 anos, no estado da Flórida. Há também a possibilidade de Avery ser condenado a 15 anos de liberdade condicional e o pagamento de uma multa de US$ 10 mil – cerca de R$ 55 mil na cotação atual.

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

Vacinas são eficazes contra a Ômicron, diz OMS

Publicados

em


A Organização Mundial da Saúde (OMS) revelou, nessa terça-feira (7), que as vacinas são eficazes contra a nova variante Ômicron do coronavírus, detetcada na África do Sul, ao proteger os infectados que desenvolvem doença grave.

“Não há razão para duvidar” de que as vacinas atuais protegem os doentes infectados com Ômicron contra formas graves de covid-19, afirmou o responsável pela resposta de emergência em saúde pública da OMS, Michael Ryan, em entrevista. 

“Temos vacinas muito eficazes que se mostram potentes contra todas as variantes até agora, em termos de gravidade da doença e hospitalização, e não há razão para acreditar que não seja o caso” com a Ômicron, disse Ryan, acrescentando que estão no início estudos da variante, detectada apenas em 24 de novembro e que já foi registrada em cerca de 40 países.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana