Cuiabá

CPI do Saneamento prossegue com oitivas nesta sexta

Publicado


.

Na tarde desta sexta-feira (07), a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) criada pela Câmara Municipal de Cuiabá com o propósito de investigar a denúncia de suposto aumento abusivo da taxa de esgoto na Capital, realizou uma nova reunião por videoconferência.

Participou das oitivas o delegado titular da Delegacia Especializada de Defesa do Consumidor (DECON), Rogério da Silva Ferreira e o engenheiro sanitário Jhonatan Barbosa, representando a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

O advogado Rodrigo Cirineu, representando a Agência de Municipal de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Cuiabá (ARSEC) e o assessor técnico da comissão parlamentar Vivaldo Lopes, também acompanharam a transmissão da reunião virtual.

O presidente da CPI, vereador Marcrean Santos (Progressistas), conduziu os trabalhos intermediando as explanações dos convidados e dirimindo eventuais questionamentos dos parlamentares.

De acordo com o delegado da DECON, a Águas Cuiabá e a Energisa são as duas empresas campeãs de reclamação junto ao PROCON. “Entendo que os contratos firmados com essas concessionárias devam ser revisados, com o propósito de identificar os eventuais descumprimentos contratuais. E nesse sentido, corrigir essas distorções por intermédio da assinatura dos termos e ajustamentos necessários”, pontuou Rogério Ferreira.

&nbspO vereador Vinicyus Hugueney (SDD), que também faz parte da CPI, falou da importância do esforço conjunto na busca de resultados positivos para a população cuiabana.

Jean Estevan / Câmara Municipal de Cuiabá

Comentários Facebook
publicidade

Cuiabá

Cidadania confirma candidatura a vereador do organizador do abaixo assinado #FORA PALETÓ

Publicado

A convenção do Partido Cidadania em Cuiabá confirmou a candidatura a vereador de Fellipe Corrêa. Profissional da área de marketing digital e com ativa presença em redes sociais, ele foi o organizador do abaixo assinado eletrônico que reuniu mais de 2.300 assinaturas pedindo o afastamento e a cassação do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB). A petição popular foi entregue esta semana (terça-feira, 15/9) ao presidente da CPI do Paletó, vereador Marcelo Bussiki (que teve candidatura aprovada a vice-prefeito pelo DEM em chapa com o Partido Patriotas). O Cidadania fechou coligação para prefeito com o Podemos, em chapa formada pelos vereadores Abílio Junior e Felipe Welaton, a prefeito e vice.

Fellipe Corrêa explicou que concluiu essa etapa da iniciativa do abaixo assinado #FORA PALETÓ antes da convenção do Partido Cidadania para se concentrar em sua campanha. Mas ressaltou que a luta continua. “Como um agente integrante da sociedade civil, fiz a minha parte que era criar e divulgar a página na internet para a busca por apoio popular. Cabe agora a todos nós, que assinamos o abaixo assinado, continuar pressionando a Câmara e os vereadores que fazem parte da bancada do prefeito do paletó. Cobrar consciência e respeito pela população de Cuiabá, que ficou humilhada nacionalmente com aqueles cenas de propina envolvendo Emanuel Pinheiro. Pedir a aprovação do relatório da CPI”, disse.

O organizador do abaixo assinado #FORA PALETÓ afirmou que essa iniciativa foi a derradeira entre tantas articuladas com vereadores da oposição desde 2017, com carreatas, “adesivaços” e manifestações contrárias a permanência do prefeito Emanuel Pinheiro no cargo. “Mas o prefeito, com o loteamento de cargos na Prefeitura, conseguiu formar uma maioria na Câmara, a bancada do paletó, e vem conseguindo se segurar no cargo, infelizmente”, observou Fellipe.

 Segundo ele, a bancada do paletó não se constrangeu nem mesmo com a prisão e afastamento devários  secretários denunciados por corrupção. “Isso prova que a população de Cuiabá precisa dar um limpa nesses vereadores que tem compromisso com o prefeito do paletó e não com a população”.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana