Saúde

Covid-19 provocou queda na taxa de natalidade em Portugal, Itália e Espanha

Publicados

em


source
Covid-19 provocou queda na taxa de natalidade em Portugal, Itália e Espanha
Reprodução

Covid-19 provocou queda na taxa de natalidade em Portugal, Itália e Espanha

Com a pandemia do novo coronavírus, países de alta renda financeira têm apresentado uma queda nas  taxas de natalidade bruta, apontaram os resultados preliminares de estudo feito pela Universidade Luigi Bocconi, na Itália, publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences nesta segunda-feira.

O declínio foi constatado especialmente na Itália, com queda de 9,1%, seguido por Hungria, que teve uma redução de 8,5%, Espanha, de 8,4%, e Portugal, de 6,6%.

O estudo comparou dados de 22 países e sugere que a pandemia da Covid-19 pode ser relacionada à diminuição da taxa de natalidade em países de alta renda.

Foram analisados dados mensais de janeiro de 2016 a março de 2021. Na comparação simples dos números de meses durante a pandemia com os de meses do período anterior, foi constatada uma queda em todos os países, à exceção da Dinamarca, Finlândia, Alemanha e Holanda.

Você viu?

Ao fim do estudo, os dados mostraram que a pandemia foi acompanhada por um declínio além do previsto nas taxas de natalidade bruta de sete dos 22 países considerados.

Sem planos de filhos

Nos Estados Unidos, uma redução de 3,8% foi observada nos números de nascimentos de 2020 comparados aos de 2019. A pesquisa também apontou uma aceleração nesta queda ao fim do ano passado, momento em que a pandemia se agravou no país antes de atingir seu pico.

O estudo também considerou que uma pesquisa, realizada no início da primeira onda da pandemia na Alemanha, na França, na Espanha e no Reino Unido, indicou que 73% das pessoas que planejavam ter filhos em 2020 decidiram adiar ou abandonar os planos.

Segundo os autores, os resultados demonstram o impacto da pandemia na dinâmica populacional, mas há também outros fatores que podem ter influenciado as mudanças nas taxas de natalidade que devem ser pesquisados no futuro.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Já posso comprar o autoteste de Covid nas farmácias? Tire suas dúvidas

Publicados

em


source
O autoteste já é utilizado em diversos países do mundo
Reprodução/Pixabay

O autoteste já é utilizado em diversos países do mundo

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta sexta-feira a venda de autestes da Covid-19 . Eles poderão ser comprados em  farmácias e estabelecimentos de saúde licenciados. O Ministério da Saúde não vai disponibilizar o produto  gratuitamente à população. Tire aqui algumas dúvidas.

Quando o autoteste está à venda?

O autoteste não poderá ser comercializado imediatamente no país. Os produtos estarão disponíveis ao consumidor após aprovação do registro pela Anvisa. Ainda não há uma data.  A agência informou que  analisará os pedidos com urgência.

Há marcas liberadas?

Ainda não.  As empresas terão que fazer o  pedido de registro após a publicação da decisão da Anvisa no Diário Oficial da União, o que pode ocorrer ainda nesta sexta-feira ou na segunda.

Onde posso comprar um autoteste?

A população  poderá comprar os autotestes em farmácias e drogarias que estejam regularizados junto à vigilância sanitária. Também poderão ser adquiridos em estabelecimentos de saúde que estejam licenciados, como os que vendem dispositivos médicos, tais como curativos, meias de compressão, órtese, entre outros.

Leia Também

Posso comprar na internet?

A venda online só é permitida quando realizada diretamente pelos estabelecimentos citados acima, regularizados junto à vigilância sanitária. É proibida a comercialização do produto em site de e-commerce, tais como Mercado livre, Amazon, Americanas, entre outros.

O que fazer quando o teste der positivo?

De acordo com a nota técnica enviada pelo Ministério da Saúde à Anvisa,  pacientes com resultado positivo para Covid-19 no autoteste devem procurar unidades de saúde para a confirmação.  Segundo a Anvisa, o resultado positivo do autoteste por si só não será considerado caso positivo para o diagnóstico da doença.

Vale como comprovante de viagem?

Não. Para comprovante de viagem é recomendado o teste  RT- PCR (mais preciso).

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana