BRASIL E MUNDO

Covid-19: Maioria acredita haver mais contaminados do que o divulgado

Publicado


source
covid-19
PM/Divulgação

A maioria dos entrevistados (57%) acredita que a crise econômica provocada pela Covid-19 deve se agravar


De acordo com pesquisa do Instituto DataSenado, a maioria dos brasileiros acredita que o número de contaminados no país com o  coronavírus é maior que o divulgado . A pesquisa também indica que a TV é a principal fonte de informações sobre a pandemia; a maioria acredita que a crise econômica provocada pela Covid-19 deve se agravar; e quase todos apoiam o uso obrigatório de máscara oficial em lugares públicos.

Leia mais: Covid-19: Mortes sobem para 21 mil no Brasil; casos passam de 330 mil

O DataSenado informou que a pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 20 de maio, quando foram entrevistadas, por telefone, 1.200 pessoas com mais de 16 anos, em uma amostra representativa da opinião da população brasileira.

Para 59% dos participantes , o número de pessoas contaminadas pelo coronavírus no Brasil é maior do que o noticiado, enquanto 28% acreditam que o número de contaminados é menor que o divulgado.

Leia mais:  Policiais são suspensos após derrubar idoso em protesto nos EUA; veja vídeo

A pesquisa também mostra que, para 62%, a TV é a principal fonte de informações sobre a pandemia de coronavírus. Os sites de notícias são o segundo meio mais citado: 16%. Em seguida aparecem “outros meios” (10%), Facebook (7%) e WhatsApp (4%).

Crise econômica e sanitária

A maioria dos entrevistados (57%) acredita que a crise econômica provocada pela Covid-19 deve se agravar . Para outros 32%, atualmente a economia do país enfrenta a pior fase da crise.

Em relação à crise na saúde, as opiniões estão divididas: 45% dos participantes da pesquisa acreditam que o momento atual é o pior, enquanto outros 48% avaliam que o pior dessa crise ainda está por vir.

Quase todos os participantes da pesquisa (98%) manifestaram apoio ao uso obrigatório de máscaras faciais em lugares públicos.

Comentários Facebook
publicidade

BRASIL E MUNDO

São Paulo recebe mais 650 respiradores adquiridos na Turquia

Publicado


source
covid-19
DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASIL

Os novos equipamentos vão ser montados, testados e calibrados por equipes do Hospital das Clínicas


O governo de São Paulo recebeu, nesta sexta-feira (5), no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, mais 650 respiradores que foram adquiridos na Turquia. Os aparelhos fazem parte de um total de 1,5 mil equipamentos do tipo que foram comprados pelo governo paulista na Turquia.

Segundo o governo, mais 200 ventiladores dessa aquisição, que chegaram em São Paulo há dez dias, já foram distribuídos a hospitais públicos do estado.

Os novos equipamentos vão ser montados, testados e calibrados por equipes do Hospital das Clínicas e da secretaria estadual de Saúde antes de serem distribuídos na rede pública de saúde.

Além desses respiradores, São Paulo recebeu recentemente 283 unidades de uma compra de respiradores adquiridos na China e mais 60 de um fornecedor nacional.

Segundo o governo paulista, desde o início da pandemia foram entregues 977 respiradores , que foram distribuídos em 39 unidades hospitalares de 20 municípios do estado. Além disso, alguns deles foram distribuídos para 50 ambulâncias com suporte para pacientes graves.

Leia mais:  Mortes por Covid-19 ultrapassam 8,2 mil em São Paulo

“Estes equipamentos são fundamentais para o tratamento de pacientes que necessitam de cuidados em terapia intensiva e vão ajudar o SUS [Sistema Único de Saúde] de São Paulo a ampliar o número de leitos de Covid-19. A distribuição dos ventiladores é estritamente técnica e é feita para os locais com maior demanda de internações de casos da Covid-19, com estrutura e condição de abertura de novos leitos”, disse o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana