Várzea Grande

Corujinha da Vacinação quer resgatar idosos que ainda não se imunizaram contra a Covid-19

Publicados

em


Idosos dos grupos prioritários, que por algum motivo ainda não foram vacinados contra a Covid-19 em Várzea Grande, terão a chance de ser imunizados nesta quinta-feira, dia 06 de maio, das 16h até às 20 horas, no ponto de fixo de vacinação, no miniestádio do bairro Jardim dos Estados. Esse é o projeto “Corujinha da Vacinação”, cujo objetivo é  resgatar àquelas pessoas que já passaram pelo chamamento ou que tiveram algum erro no cadastro e ainda não foram imunizados contra a Covid-19.

“O objetivo desse projeto é resgatar todos àqueles que não foram imunizados contra a Covid-19, mas que têm o direito à imunização nos grupos prioritários. Várzea Grande está vacinando os idosos a partir dos 60 anos, no entanto, aqueles acima dessa idade que ainda não se vacinaram, têm sua vacina garantida. Alguns não têm acesso à internet para fazer o cadastro, então, para ajudar, vamos passar nos bairros com um carro de som orientando e lembrando que eles ainda podem ser vacinados. Basta comparecer no miniestádio no horário informado. Para esses, o cadastro será refeito na hora, e eles sairão imunizados”, declarou o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo de Barros.

Gonçalo reforça ainda que a Prefeitura de Várzea Grande trabalha com transparência dos dados, de ações e as equipes seguem rigorosamente as regras e prioridades estabelecidas pelo Ministério da Saúde. “Estabelecemos o ‘Corujinha da Vacinação’, no ponto fixo do Jardim dos Estados, um local populoso e de fácil acesso, somente para os idosos que ainda não se vacinaram. A demanda é espontânea, é só ir ao local, levar documentos exigidos, como o cartão SUS, comprovante de endereço, um documento com foto, que as equipes vão cadastrar”, frisou o secretário. 

O gestor acrescenta ainda que só será possível avançar na vacinação, para outros grupos prioritários, se a vacinação dos idosos estiver completa. “Então, esta será mais uma oportunidade para não deixar para trás nenhum idoso. Esta ação faz parte do nosso planejamento estratégico e, completada a vacinação dos idosos vacinados, seguiremos com a campanha. Inclusive já pensamos em um sexto ponto, na região onde está localizado o bairro Eldorado, porém, é claro, também dependerá da chegada de novas doses das vacinas para darmos os próximos passos”, concluiu Gonçalo de Barros.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde, também ocorre nesta quarta-feira, dia 05 de maio, a vacinação em modelo drive-thru no Parque Berneck, das 8h às 16h, da primeira dose, para idosos acima de 60 anos agendados.

Informações sobre a vacinação, cadastramento e dados da imunização no endereço eletrônico http://www.varzeagrande.mt.gov.br/ no link IMUNIZAÇÃO VÁRZEA GRANDE – CADASTRO PARA VACINA COVID-19.

Comentários Facebook
Propaganda

Várzea Grande

Segunda dose da Coronavac será aplicada neste domingo em Várzea Grande

Publicados

em

Várzea Grande vai reforçar, neste domingo, 16 de maio, a imunização das pessoas já vacinadas com a primeira dose da CoronaVac, nos dias 13, 14 e 16 de abril no Fiotão e nos dias 15 e 17 de abril no Centro Universitário – UNIVAG.

Eles serão vacinados nos mesmos locais onde receberam a primeira dose e segundo o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gonçalo de Barros, a meta é imunizar todas as pessoas e validar em definitivo a proteção contra a COVID -19, que continua fazendo vítimas sem distinção de idade, cor, raça ou condição financeira.

Ele lembra ainda que a vacina promove uma maior proteção das pessoas contra a COVID -19, mas não as torna imunes de pegar a mesma, sendo que a pessoa vacinada tem maiores chances de passar pela doença sem maiores consequências.

Para que não haja aglomeração e as pessoas respeitem o distanciamento social, uso de máscaras e álcool em gel, entre outros meios de higienização, a vacinação, que acontecerá no Ginásio Poliesportivo Júlio Domingos de Campos (Fiotão), em ponto fixo, e no UNIVAG, em ponto fixo e drive-thru, será das 8h às 17h e segue lista determinada pela primeira letra do nome dos já vacinados em abril passado.

“Vamos redobrar os esforços junto aos nossos servidores e nossa capacidade de atendimento, para que todos que receberam sua primeira dose da CoronaVac, possam estar definitivamente imunizados e não precisem se aglomerar ou se desesperar neste momento de angústia e ansiedade, por isso a vacinação acontecerá durante todo o dia e pela primeira letra do nome da pessoa”, explicou o titular da Saúde de Várzea Grande.

Gonçalo de Barros lembrou que Várzea Grande tem capacidade para vacinar entre 6 e 10 mil pessoas/dia, nos cinco pontos de vacinação, Ginásio do Fiotão (Fixo), Univag (Fixo e Drive-Thru), Parque Berneck (Drive-Thru) e Jardim dos Estados (Fixo), mas é necessário que exista a vacina disponível para se atender a demanda reprimida.

O secretário reafirmou a disposição do prefeito Kalil Baracat em adquirir vacinas com recursos próprios, mas lamentou que exista uma resistência por parte de autoridades federais em autorizar Estados e Municípios a aquisição de imunizantes. “Desde janeiro último, estamos tentando sem sucesso adquirir vacinas, mesmo assim, este assunto se tornou fonte de discussões políticas que não levam a nada e só prejudicam a população que poderia estar imunizada e o próprio SUS – Sistema Único de Saúde, que se encontra esgotado em sua capacidade de atendimento por causa do excesso de casos”.

Sistema para vacinação da segunda dose da CoronaVac neste domingo, 16 de maio de 2021, em anexo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana