mato grosso

Consórcios Vale do Guaporé e Complexo Nascentes do Pantanal são reativados

Publicados

em


Na quinta-feira (25.02) ocorreu reunião entre os prefeitos dos consórcios intermunicipais Vale do Guaporé e Complexo Nascente do Pantanal. A medida tem como objetivo aumentar e melhorar os serviços prestados à população por meio de ações conjuntas entre os municípios.

De acordo com Celso Banazeski, secretário adjunto de Desenvolvimento do Ecossistema Empreendedor da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, na reunião foi possível observar a organização entre os consórcios, o que acaba sendo positivo para o rendimento das atividades.

“Muito importante, pois tem muitos programas que acabam sendo possíveis apenas via consórcios. Então, cada vez mais entendemos que estamos no caminho correto para diminuir as desigualdades sociais por meio de ações do Governo do Estado”, afirma.

Para a prefeita de Glória d’Oeste, Gheysa Maria Bonfim, que é a presidente do consórcio Nascentes do Pantanal, a reunião foi produtiva. “Os consórcios irão ajudar os municípios pequenos a se desenvolverem, logo, essa parceria entre o Estado do Estado veio para unir as cidades da região”. Entre algum dos projetos previstos futuramente, está criar um grupo para engenheiros, facilitando o processo de obras, e também a rota do peixe, para aumentar a renda familiar dos agricultores.

Já para diretora executiva do consórcio Vale do Guaporé, Ivone da Silva Gomes, os consórcios intermunicipais serão extremamente importantes para as regiões. “Eu acredito que por não ser apenas um município, mas vários, as medidas devem chegar mais rápidas. Então, por enquanto, temos que nos organizar para melhor atender a população”.

Outros consórcios 

Na próxima quinta-feira (04.03), às 9h, será realizada reunião entre os prefeitos dos consórcios Região Sul e Nascentes do Araguaia em Rondonópolis (218 km de Cuiabá). 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Mato Grosso registra 29 mortes em 24 horas; ocupação das UTIs está em 78,24%

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 435 internações em UTIs públicas e 373 em enfermarias públicas.

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (20.06), 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 11.664 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 384 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 439.103 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 12.380 estão em isolamento domiciliar e 413.340 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 435 internações em UTIs públicas e 373 em enfermarias públicas. A taxa de ocupação está em 78,24% para UTIs adulto e em 42% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (91.083), Rondonópolis (31.873), Várzea Grande (29.649), Sinop (21.289), Sorriso (15.236), Tangará da Serra (15.105), Lucas do Rio Verde (13.512), Primavera do Leste (11.188), Cáceres (9.490) e Alta Floresta (8.391).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 354.401 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 83 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No sábado (19.06), o Governo Federal confirmou o total de 17.883.750 casos da Covid-19 no Brasil e 500.800 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 17.801.462 casos da Covid-19 no Brasil e 498.499 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados deste domingo (20.06).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana