TECNOLOGIA

Compra do Twitter por Elon Musk é investigada por órgão dos EUA

Publicados

em

source
Compra do Twitter por Elon Musk é investigada
Unsplash

Compra do Twitter por Elon Musk é investigada

A Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos (FTC) investiga e pode vetar a aquisição do Twitter pelo bilionário Elon Musk baseado na lei antitruste do país. A agência ainda pode decidir aprofundar a investigação sobre o negócio, o que deve adiar em mais de um mês sua concretização.

No entanto, de acordo com o relato de uma pessoa próxima ao acordo, dado à Bloomberg, há pouca probabilidade de a agência encontrar qualquer evidência de que a compra do Twitter por Musk seja ilegal sob a lei antitruste. A FTC se recusou a comentar as investigações, enquanto que Musk não respondeu à agência.

O órgão já estava investigando, desde o início de abril, se a aquisição inicial de Musk, de uma participação de 9% da empresa, cumpriu as exigências da lei antitruste.

Crítica do acordo, a ONG Open Markets Institute defende a interrupção do acordo, para evitar “dar a um homem já poderoso controle direto sobre uma das plataformas mais importantes do mundo para comunicações públicas e debate”. A organização também cita a preocupação com o fato de Musk ser proprietário da empresa de comunicações por satélite Starlink.

O negócio

Nesta quinta-feira (5), Elon Musk garantiu cerca de US$ 7,1 bilhões em novos compromissos de financiamento para sua proposta de aquisição de US$ 44 bilhões do Twitter. Os acordos surgem quando o bilionário da Tesla reúne capital para financiar uma das maiores aquisições da indústria de tecnologia até hoje. Os investidores mencionados no arquivo incluem a corretora de criptomoedas Binance, Brookfield, Fidelity Management & Research, Lawrence J. Ellison Revocable Trust e Qatar Holding.

O homem mais rico do mundo  chegou a um acordo em 25 de abril para adquirir o Twitter usando um plano de financiamento que alarmou alguns investidores da Tesla. Além de prometer dezenas de bilhões de dólares em suas ações da Tesla para apoiar empréstimos de margem, Musk prometeu disponibilizar cerca de US$ 21 bilhões em ações.

Não está claro quanto disso viria da venda de uma parte de sua participação na Tesla. Musk vendeu mais de US$ 8,5 bilhões em ações da Tesla para financiar o negócio. 

Comentários Facebook
Propaganda

TECNOLOGIA

Fábio Faria nega desmatamento da Amazônia para instalação do 5G

Publicados

em

Fábio Faria disse que 10 milhões de pessoas devem ser favorecidas
Alan Santos/ PR

Fábio Faria disse que 10 milhões de pessoas devem ser favorecidas

O ministro das Comunicações, Fabio Faria, disse que o país deverá conectar na rede 5G pelo menos 10 milhões de pessoas na Amazônia sem derrubar uma única árvore. O ministro afirmou que isso será feito através da instalação de uma rede de fibra ótica, e a região passará a ter a rede 5G dentro do programa Norte Conectado.

Faria lembrou que mais de 40 milhões de brasileiros ainda não têm redes de conexão atualmente e a meta do governo é encerrar os chamados “desertos digitais” no país, sem especificar prazos. Ele disse que serão investidos pelo menos R$ 10 bilhões para conectar todas a vilas e aldeias do país.

“Vamos conectar 10 milhões de pessoas na Amazônia, com fibra ótica, sem cortar uma única árvore”, disse Faria, lembrando que serão investidos outros R$ 3,1 bilhões para cobrir escolas públicas com a rede.

O ministro falou durante o Seminário 5G.BR, organizado pela sua pasta. Ele disse que a implantação dessa tecnologia trará um ciclo longo de investimentos no país e que haverá transformações importantes em diferentes setores, como agricultura, finanças e indústria.

E depois, afirmou, o país deverá investir em capital humano. O ministro mediou o painel sobre como a tecnologia poderá contribuir para que as metas de desenvolvimento sustentável sejam atingidas no país.

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG

A rede 5G pura deverá chegar a pelo menos 25 capitais do país até o final de agosto, estimou o ministro. Manaus e Belém ainda enfrentam dificuldades na limpeza da faixa e deverão ativar sua rede 5G em 60 dias.

O cronograma da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) indica que todas as capitais devem ter a faixa do 5G liberada até o fim do mês, mas as empresas de telecomunicações só serão obrigadas a ativarem o sinal até o final de setembro, quando a Anatel começará a fiscalizar o sinal da rede. O ministro afirmou que as teles estão ativando o sinal imediatamente após a faixa ser liberada.

“O que temos no radar é que até o final deste mês pelo menos 25 capitais estarão funcionando o 5G”, disse o ministro.

O sinal já está funcionando em Brasília, Belo Horizonte, Porto Alegre, São Paulo e João Pessoa. Na próxima semana, Curitiba, Salvador e Goiânia começam a usar a rede. Depois, a rede 5G chegará ao Rio de Janeiro.

Fonte: IG TECNOLOGIA

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana