mato grosso

Complexo Penitenciário Ahmenon oportuniza trabalho em fábrica a reeducandos

Publicados

em


Seis reeducandos do Complexo Penitenciário Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande, começaram a trabalhar na indústria de reciclagem, localizada aos fundos da unidade. A iniciativa ocorre por meio de uma parceria firmada entre a unidade penal e a Fundação Nova Chance (Funac), vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

O trabalho na fábrica envolve a produção de matéria-prima para sabão e ração animal. Os recuperandos desenvolvem atividades como operador de máquina, soldador e serviços gerais.

Eles são remunerados e têm uma nova chance, além de ajudar a família com o dinheiro, podem contribuir e voltar à sociedade com dignidade. Os trabalhos são realizados diariamente, das 8h às 17h, respeitando o intervalo para almoço.

O diretor da penitenciária, Alex Rondon, destacou a importância de oportunizar este tipo de experiência aos recuperandos. “Esperamos que mais empresas possam aderir a contratação da mão de obra dos recuperandos, contribuindo, dessa forma, na reinserção social. Eu espero que este projeto possa se multiplicar. É preciso oferecer oportunidade para aqueles que querem mudar de vida”, enfatizou.

Para participar do trabalho laboral é necessário que o recuperando tenha cumprido 1/6 da pena e tenha bom comportamento dentro da unidade.

(Com supervisão de Julia Oviedo)

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Ação integrada apreende carga de pasta base avaliada em R$ 14,3 milhões

Publicados

em


Mais de 608 quilos de pasta base e cloridrato de cocaína, avaliados em mais de R$14,3 milhões, foram apreendidos na BR-174 na manhã desta quinta-feira (27.01), em Porto Esperidião (322 km de Cuiabá). A ação foi um trabalho integrada do Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron) e Força Tática do 6º Comando Regional da Polícia Militar e a Polícia Federal.  Em menos de um mês o Gefron soma a apreensão de mais de uma tonelada de drogas em 2022.  

A apreensão ocorreu por volta de 7h da manhã, quando os veículos seguiram pela BR-174 deixando a cidade de Pontes e Lacerda sentido à Porto Esperidião. Durante a aproximação os policiais identificaram que se tratavam de dois veículos, sendo que um Hyundai Elantra que atuava como batedor e uma caminhonete VW Amarok, que transportava a droga.

Após abordagem os veículos, os policiais encontraram diversas malas carregadas com tabletes de entorpecente na cabine e na carroceria do veículo. Ao todo, foram 120 quilos de pasta base de cocaína, avaliados em mais de R$ 2,1 milhões e 488 quilos de cloridrato de cocaína e pode ser comercializada por mais de R$ 12,2 milhões.

Os dois homens que conduziam os veículos foram presos em flagrante durante a ação e podem responder por tráfico internacional de drogas. Um dos presos já tinha passagem por evasão de divisa, tentando atravessar a fronteira com dinheiro não declarado. Os suspeitos, os veículos e a droga foram encaminhados a Polícia Federal de Cáceres (220 km de Cuiabá).  

Com mais esta apreensão, o Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron), já aprendeu mais de 995 quilos do entorpecente em ações conjunta com a Polícia Federal. Sendo que outros 272 quilos foram apreendidos em uma Toyota Hillux durante ação no município de Campo de Júlio (566 km de Cuiabá). Na ocasião, quatro homens foram presos fazendo o transporte da droga.

Além disso, os operadores de fronteira apreenderam outros 115 quilos de cloridrato e pasta base de cocaína em três ocorrências diferentes com o apoio da Polícia Militar. Sendo 16 quilos de cloridrato de cocaína em Pontes e Lacerda e 99 quilos de pasta base em Cáceres.  Ambos os municípios estão na faixa de fronteira com a Bolívia.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana