Saúde

Complexo da Maré receberá segunda dose da vacina na próxima semana

Publicados

em


A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) do Rio, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Organização Não Governamental Redes da Maré, vai  aplicar a segunda dose da vacina contra a covid-19 na população do Complexo da Maré, zona norte do Rio, em três dias da próxima semana. A segunda dose será organizada por faixa etária.

Na quinta-feira (14), serão vacinadas pessoas com 25 anos ou mais. No dia seguinte (15), os moradores com 18 anos ou mais. Já no sábado (16) haverá a repescagem para quem ainda não tomou a primeira dose e tiver 18 anos ou mais.

Os postos de vacinação funcionarão das 8h às 17h nas clínicas da família e centros municipais de saúde do complexo e nas associações de moradores da Vila do João, Marcílio Dias, Parque União, Morro do Timbau, Rubens Vaz, Vila do Pinheiro e Roquette Pinto.

Na primeira etapa do projeto “Vacina Maré”, que aconteceu entre os dias 29 de julho e 1° de agosto, 36.929 pessoas foram vacinadas, superando a expectativa inicial da ação que era imunizar 30 mil moradores da comunidade. O estudo na Maré é conduzido pela Fiocruz e avaliará aspectos como a efetividade da vacina, medindo anticorpos e verificando a taxa de proteção direta conferida e a imunidade de rebanho (proteção indireta); a ocorrência de eventos adversos pós-vacinação; a transmissão e circulação de diferentes variantes; e a dinâmica epidemiológica do coronavírus nas dezenas de comunidades do Complexo.

Criação

O bairro da Maré, criado em 1994, compreende um conjunto de 17 comunidades onde moram cerca de 140 mil pessoas. A região margeia a Baía de Guanabara e está localizada entre importantes vias rodoviárias que cortam a cidade do Rio de Janeiro: Avenida Brasil, Linha Vermelha, Linha Amarela e Transcarioca. Essa área se estende paralelamente à pista de subida da Avenida Brasil (sentido zona oeste da cidade), desde a Fiocruz (antigo prédio do Ministério da Saúde, em Manguinhos) – passando pela entrada para o Aeroporto Internacional do Galeão – até o bairro da Penha.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 9,2 mil novos casos

Publicados

em


O boletim epidemiológico divulgado pelo Ministério da Saúde na noite de hoje (27) mostra que o Brasil registrou, em 24 horas, 229 novas mortes em decorrência de covid-19. Com isso, o país chegou a 614.186 mortes durante a pandemia.

O levantamento mostra que 9.233 novos casos da doença foram registrados no sistema de monitoramento da doença. No total, o país registrou até o momento 22.076.863 casos de infecção pelo novo coronavírus. O informativo também traz os dados sobre óbitos em decorrência de síndrome respiratória aguda grave (SRAG), que somam 119 casos e estão sob investigação de órgãos de saúde.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostra a evolução dos números da pandemia no Brasil. Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostra a evolução dos números da pandemia no Brasil.

Boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostra a evolução dos números da pandemia no Brasil. – Ministério da Saúde

O país tem 174.396 casos ativos de covid-19 em monitoramento. O número diz respeito a casos diagnosticados que estão sob supervisão médica ou em isolamento.

O número de recuperados é de 21.288.281 casos, o que corresponde a 96,4% do total de infectados.

Estados

No topo do ranking de mortes por estado estão: São Paulo (153.993), Rio de Janeiro (69.011), Minas Gerais (56.143), Paraná (40.771) e Rio Grande do Sul (36.075).

Os estados que menos registraram mortes por covid-19 foram o Acre (1.846), o Amapá (2.002) e Roraima (2.050).

Vacinação

O painel de vacinação do Ministério da Saúde estava fora do ar no momento da apuração dos dados, e a última atualização que consta no vacinômetro do site do ministério registrava, até o dia 25 de novembro, 364.177.468 doses de vacinas distribuídas, com 306.982.366 doses aplicadas – número que compreende a primeira dose, a segunda dose e aplicações únicas.

O ministério registra, ainda, que o governo federal já investiu cerca de R$ 207,3 bilhões em vacinas.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana