mato grosso

Com custo zero, Seduc participa de projeto de eficiência energética

Publicado


.

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) assinou um contrato com a Empresa Energisa e Ecosol Energia e Tecnologia para melhorar a eficiência energética de quatro escolas estaduais. O Projeto de Eficiência Energética (PEE), desenvolvido pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e Energisa prevê a troca de todas as lâmpadas e a instalação de placas fotovoltaicas para a produção de energia elétrica. O contrato prevê custo zero para a Seduc.

Segundo o secretário Adjunto Executivo Alan Porto, além das lâmpadas substituídas serem mais econômicas, as placas vão produzir energia elétrica que irá diminuir o valor da conta de luz no final do mês. “Vamos ter uma economia maior no período de recesso onde o consumo é mínimo e a produção de energia será a mesma”, assinala o secretário adjunto.

Conforme o contrato, “as ações voltadas à eficiência no uso, na oferta e na conservação de energia elétrica são de total relevância, porque visam alcançar economia em razão de redução do consumo e da demanda, como também perseguem a melhoria da qualidade dos sistemas elétricos”. O Retorno Custo Benefício (RCB) previsto é de 40%.

O projeto no valor total de R$ 1.225.561,88, contempla as Escolas Estaduais Presidente Médici, Heliodoro Capistrano e Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja) Cesário Neto, todas em Cuiabá e EE Adalgisa de Barros, em Várzea Grande. A partir da assinatura do contrato, as escolas serão informadas do projeto e terão acesso a esses benefícios.

 “Além do custo zero, projeto tem uma proposta pedagógica relacionada a economia de energia. Os profissionais da educação dessas escolas terão cursos de capacitação sobre consciência energética, envolvendo a criação de hábitos de consumo com gasto menor”, assinala Alan Porto.

Na sexta-feira (26.06), o secretário e dois superintendentes – Artur Barros, administrativo e Fernando Wilcjoreck, infraestrutura – e alguns técnicos participaram de uma webconferência com representantes da empresa que ganhou o contrato e da Energisa.    

Alan Porto explica que a empresa vencedora vai iniciar os serviços. A primeira etapa é a compra de equipamentos. Em seguida, será realizada a troca das lâmpadas e instalação das placas.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Segunda-feira (06): Confira lista de municípios com classificação de risco muito alto de contaminação

Publicado


.

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (06.07), o Boletim Informativo n°120 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso. O documento mostra (a partir da página 9) que 29 municípios do Estado configuram na classificação com risco “muito alto” para o novo coronavírus: Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sorriso, Lucas do Rio Verde, Primavera do Leste, Cáceres, Tangará da Serra, Pontes e Lacerda, Nova Mutum, Peixoto de Azevedo, Guarantã do Norte, Matupá, Sinop, Querência, Vila Bela da Santíssima Trindade, Poxoréu, Sapezal, Chapada do Guimarães, Claudia, Campo Novo do Parecis, Marcelândia, Rosário Oeste, Mirassol do Oeste, Poconé, Alto Garças, Água Boa, Pedra Petra, Colíder.

Ainda de acordo com informações contidas no boletim, os municípios que estão na classificação de risco “alto” para a disseminação do coronavírus são:  Barra do Garças, Nossa Senhora do Livramento, Tapurah, Porto Esperidião, Vila Rica, Campo Verde, Nobres, Diamantino, Santo Antônio do Leste, Feliz Natal, Jaciara, General Carneiro, Gaúcha do Norte, Juscimeira, Pontal do Araguaia, Ribeirão Cascalheira, , Vera, Comodoro, Juruena, Acorizal, Juína, Jangada, Nova Santa Helena, Lambari D’Oeste, Ipiranga do Norte, São José dos Quatros Marcos, Araputanga, Barra do Bugres, Campinápolis, Nova Bandeirantes, Nova Olímpia, Novo Mundo, Porto dos Gaúchos, Aripuanã, Nova Marilândia, Terra Nova do Norte, Alto Araguaia,  Conquista D’ Oeste, Nova Lacerda, Paranatinga, São José do Rio Claro, Dom Aquino, Nova Canaã do Norte, São José do Xingu, União do Sul, Alto Paraguai, Nova Xavantina, Novo São Joaquim, Cocalinho, Itiquira, Nova Brasilândia, Reserva do Cabaçal,  Santo Afonso, Alto Taquari, Porto Estrela,  São Pedro da Cipa,  Castanheira, Nova Nazaré, Indiavaí, Santa Terezinha e Ribeirãzinho.

O Governo de Estado publicou novo decreto restringido ainda mais as medidas que devem ser adotadas pelos municípios, com base na classificação de risco para prevenir a disseminação da Covid-19. O Decreto n° 532 foi publicado na edição extra do Diário Oficial de 24 junho. O documento altera as tabelas de classificação de risco, criando uma terceira tabela. Para saber mais informações clique AQUI

O sistema de classificação que indica o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades. Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana e os resultados são divulgados nos Boletins informativos da SES-MT  disponíveis neste link.

Veja a tabela de classificação de risco por município

 

 

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana